Gosto pela liberdade.

12:22

O cheiro do pasto seco transmitia ao meu nariz que, por sua vez, enviava para a minha mente um alivio enorme por ali estar. O espaço em aberto, o som das rodas da bicicleta percorrendo o espaço de terra com pequenas pedras e o piar quase silencioso dos pardais desnorteados em cima da copa das árvores eram das melhores coisas que se podia sentir. O calor dos braços era causado pelos enormes raios de sol e na cara os óculos de sol descaíam-me para a ponta do nariz com o suor. Percorria o rasto de terra abatida aos solavancos magoando a parte traseira no selim nada-almofadado da minha bicicleta. Consegui cheirar os pinheiros ainda a um quilómetro de distância, era o cheiro da paragem matinal. O descanso e a sandes de manteiga de amendoim estavam prestes a acontecer, estavam quase a adocicar-me. Quando à sombra estava, senti-me liberto de tudo o que é palpável. Um ar fresco percorreu-me a testa suada e os braços esticados atrás da cabeça permaneciam fitando o céu claro e desenhei formas incríveis nas nuvens. Formas que pareciam letras, que eram letras. E essas letras o meu nome escreviam bem longe e tão perto. E foi então que soube... Soube que não preciso ser alto ou perfeito para ver o mundo de uma perspectiva melhor mas posso ser apenas eu e ver o mundo construído por mim. Seja ele baseado em factos reais à mistura com a irrealidade e pensamentos. Mas apenas verei o mundo da perspectiva de um adolescente apaixonado que gosta da vida tal como ela é, pois é sua e mais ninguém a terá.



You Might Also Like

98 comentários

  1. adoro, adoro, adoro! *.*

    ResponderEliminar
  2. as vezes pensamos que so sendo perfeito ou tudo isso é que conseguimos chegar às melhores maças no topo das arvores. mas nao e verdade. nos sendo imperfeitos conseguimos ver o mundo de uma forma unica e apenas a nossa maneira. gostei*

    ResponderEliminar
  3. Ver o mundo da perspectiva de um adolescente apaixonado... sei o que é isso =)

    ResponderEliminar
  4. LINDOOOOO *.*
    Então basta mais o que querido?

    ResponderEliminar
  5. ya, muito business, ahahah (apeteceu-me)

    ResponderEliminar
  6. têns paciência?
    Só um cego não pegará no que escreves *

    ResponderEliminar
  7. A tua escrita cativa qualquer um *

    ResponderEliminar
  8. ora. o merito é teu. tu e q o escreveste e mt bem :)
    espero bem q sim :b

    ResponderEliminar
  9. Não tens que agradecer meu amor <3

    ResponderEliminar
  10. Fez um belo passeio. Consegui me ver andando de bicicleta e sentindo o aroma da paisagem.
    O passeio lhe trouxe imagens outras, que sempre vale a pena reter.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. tu és forte, acredita em ti!

    ResponderEliminar
  12. vou lutar sim :') até perder as forças todas!
    mais uma vez, ADOREI Paulinho :')

    ResponderEliminar
  13. adorei!!
    terás alguém pronto a dizer-te, tenho a certeza ;b

    ResponderEliminar
  14. Viver a vida à nossa maneira. há melhor ? :)

    ResponderEliminar
  15. Mais um belo texto, e que desta vez me parece que é mais especial, pois retiras-te (na perte final) um pouco "história" para escreves sobre ti próprios (realidade pura e dura).
    E digo que é muito positivo descobrir aquilo que somos e que somos capazes de fazer coisas fantásticas e incríveis, pois dá-nos uma enorme confiança, que nos ajudará a ultrapassar tudo o que possamos enfrentar, sem hesitar (ou controlar a qualquer tipo de hesitação).
    Espero que essa positividade nunca que abandone, nem tu a ela (ou pelo menos que seja apenas momentânea e esporádica).

    Fico feliz por saber que consigo fazer com as outras pessoas também se sintam bem. Mas não fiques a pensar que o que escrevo são apenas coisas com o intuito de o fazer, pois escrevo o que sinto sobre o texto, não seria capaz de escrever algo que não fosse verdade, pois detesto a hipocrisia (embora por vezes me veja prejudicado na vida por isso...).

    ResponderEliminar
  16. é a mais pura das verdades paulo :) não tens que agradecer *

    ResponderEliminar
  17. Se não pudermos ver a vida através dos nossos olhos, mesmo que com todas as controvérsias e desânimos que ela possa nos dar ao longo do caminho, infelizmente não poderemos enxergá-la pela perspectiva de mais ninguém.
    Nossos caminhos são apenas nossos. Ninguém pode nos carregar ou decidir nossas escolhas.
    E tem toda a razão. O cheiro de terra molhada, de café moído artesanalmente e de leite fresquinho são os melhores cheiros que já senti em toda a minha vida.
    Que Deus continue abençoando os campos do mundo. :)
    Beijos.

    ResponderEliminar
  18. Mais uma vez, e para não variar. ADOREI +.+
    "Soube que não preciso ser alto ou perfeito para ver o mundo de uma perspectiva melhor mas posso ser apenas eu e ver o mundo construído por mim." Isto porque ninguém é perfeito, e todos temos uma forma diferente de ver o mundo :)

    ResponderEliminar
  19. está muito bom*


    adorei isto "E foi então que soube... Soube que não preciso ser alto ou perfeito para ver o mundo de uma perspectiva melhor mas posso ser apenas eu e ver o mundo construído por mim. "

    ResponderEliminar
  20. Olá, muito prazer!
    Lindo lugar e linda maneira de interação com a vida que também espera o que temos de nosso e só nosso.
    Beijos e boa semana!
    Carla

    ResponderEliminar
  21. há pessoas que nos deixam mesmo confusos, não perecebo, sinceramente.

    ResponderEliminar
  22. Muito muito obrigado.
    E mais uma vez, adoro ! *

    ResponderEliminar
  23. Quando lançares um livro eu estarei na fila da frente a aplaudir.te :D

    ResponderEliminar
  24. Gosto de ler os teus textos :)

    ResponderEliminar
  25. "E foi então que soube... Soube que não preciso ser alto ou perfeito para ver o mundo de uma perspectiva melhor mas posso ser apenas eu e ver o mundo construído por mim."
    Consegues parar de escrever sempre tão bem? É que passo a vida a vir ao teu blogue ver se existem novos posts :')) Beijinhos, meu doce :) *

    ResponderEliminar
  26. Excelente, esta descrição. Quase que dá para "sentir" tudo também.

    ResponderEliminar
  27. Por mais que as pessoas valham pouco, e nós queiramos ultrapassar e esquecer essas pessoas, há pessoas impossíveis de esquecer e infelizmente não podemos escolher isso.

    ResponderEliminar
  28. ohw obrigada :3 és um querido *

    ResponderEliminar
  29. Seria sim se essa pessoa não fosse sangue do meu sangue, e não tivesse que estar ligada a mim. E eu faço essa avaliação perante tudo o que vejo, pois se não somos bons para os nossos, não somos bons para ninguém :x

    ResponderEliminar
  30. Tal como tu, sou educada e agradeço fofinho :b

    ResponderEliminar
  31. acredita sempre em ti, naquilo que vales e que significas. ah, e não precisas de agradecer (':

    ResponderEliminar
  32. és sim o: e muito simpático *

    ResponderEliminar
  33. ' a faculdade tem disto *

    ResponderEliminar
  34. Magnifico final..."Mas apenas verei o mundo da perspectiva de um adolescente apaixonado que gosta da vida tal como ela é, pois é sua e mais ninguém a terá."
    Beijo d'anjo

    ResponderEliminar
  35. Porque a "nossa" vida é o nosso "bem" mais precioso, precisamos vive-la intensamente!
    Um beijito.

    ResponderEliminar
  36. É impossível não gostar da pessoa que nos cria. Mas valor, já não lhe dou. e sinceramente não quero que mude, quero que me deixe em paz.

    ResponderEliminar
  37. E deu pra sentir o aroma do capim, pulsando no nariz, feito um coração vibrante. O suspiro da vida é esse. Abraça-la livremente com amor e ás vezes tb na dor!

    Texto perfeito demais. beijo amigo

    ResponderEliminar
  38. Muito bom mesmo.. Tu consegues levar cada pessoa que lê, ao lugar que descreves, consegues fazer como se cada pessoa o estivesse a viver, és incrível na maneira como que te exprimes e te libertas. És puro nos teus pensamentos e fazes dos nossos puros também no momento em que te lemos. Pelo menos, comigo isso acontece constantemente. Estou no mundo dos blogs posso dizer que a um tempinho e és das poucas pessoas que me dá tanto prazer ler, e ainda agora o começei a fazer :) Tens muito, muito talento.

    ResponderEliminar
  39. com todo o gosto* ja publiquei a segunda parte :b

    ResponderEliminar
  40. obrigado :) vamos la ver no que aquilo irá dar :3

    ResponderEliminar
  41. Mas espero que ainda demore muitos anos até passar.

    ResponderEliminar
  42. nem os anjos têm uma vida fácil.

    ResponderEliminar
  43. obrigado + uma vez, bem perciso.

    ResponderEliminar
  44. tu és tão forte, acredita nisso.

    ResponderEliminar
  45. não o faças porque tem que ser, fá-lo por vontade (:

    ResponderEliminar
  46. Você descreve bem, me imaginei olhando as nuvens agora. A simplicidade da situação e desencadear uma sensação tão única... O valor das coisas simples da vida. Abraço!

    ResponderEliminar
  47. desculpa-me pela minha ausência, mas têm sido semanas cheias, o que dificulta a minha pasagem por aqui. mas aqui estou só para dizer que, como todas as outras vezes, adorei príncipe <3

    ResponderEliminar
  48. FORÇAAAAA! e quando precisares, vou cá estar (:

    ResponderEliminar
  49. Muito Obrigado pelo comentário, pois pode não ter sido tua intenção mas fez-me mais uma vez pensar de forma diferente sobre o assunto...
    Talvez não tenha sido tua intenção mas quando disse-te "...não completam o homem de coração pronto para amar. (...)", pensei e perguntei-me se o coração de um homem não estará sempre pronto para amar; Será que se vai preparando ao longo da vida? Então assim sendo, esta será mais uma fase na vida de um homem. Mas será o Amor (se for isto que sinto) uma fase?
    Isso levou-me a escrever um post, sobre tudo o que me passou na cabeça acerca desta "dúvida existencial".
    Quando puderes visita o post com o tema "Será o Amor uma fase?"

    ResponderEliminar
  50. ~' eu já lhe mostrei mas ele não me disse nada. limitou-se a sair do messenger. , ainda bem que gostaste. saiu tudo de cá dentro :c

    ResponderEliminar
  51. ~' muito mesmo mas pra' que lutar por quem não merece ? :c , ya acredita +-+

    ResponderEliminar
  52. Eheh, pois fala :P * beijinhos

    ResponderEliminar
  53. Poxa, que lição de vida! Simplificando para descomplicar. Lindo, parabéns! Bjkas e uma ótima semana!

    ResponderEliminar
  54. Caro Amigo/Amig@,

    Livros existem para aventurarem-se de mão em mão, enchendo olhos e mentes, traspassando mundos vários, continentes distantes, até mesmo galáxias perdidas deste infinito Universo, sem respeitar nem mesmo as fronteiras do senhor Tempo.

    É com base neste espírito que Lisboa acaba de ganhar um novo Alfarrábio on-line. É o www.livrilusao.com, que vende livros usados e novos.

    No entanto, não queremos ser apenas um alfarrábio a mais. Para além de comprarmos, vendermos e trocarmos livros, buscamos também interagir com todos que queiram trocar ideias connosco sobre livros, artes em geral e tudo o mais relacionado com Cultura.

    Convidamos-te a visitar a nossa página e, se achar interessante, ajudar a divulgá-la, repassando esta mensagem para a sua lista de emails. Vamos dar continuidade à aventura dos livros!

    ResponderEliminar
  55. O que aprendestes meu querido é a ver o mundo com os olhos do coração.È ve-lo de uma forma que somente as pessoas sensiveis o veem. E somente algo lhe digo, sua vida tem que pertencer somente a ti, não a entregues nunca nas mãos de ninguem, de a quem quiser dar o amor que tens em seu coração, mas nunca, por mais que ames se entregues nas mãos de outro alguem. Quando nos entregamos, quando colocamos nossa vida nas mãos de outro, ela deixa de nos pertencer, e ai querido deixamos de ser o que queremos, o que sonhamos passamos a viver a vida de outro. espero que eu não tenha falado muita bobagem...Rsrsrs. Foi o que capitei do texto, se falei M. Me perdoe,Beijos achocolatados

    ResponderEliminar
  56. Paulo,
    a Vida faz isso com a gente ..
    lindo escrito oseu ...
    abraço e grata pela visita ...

    ResponderEliminar
  57. Nada melhor do que sentir esse gosto,,poder tocar livremente a vida,,,seguir caminhos ,,,passos e compassos...grande abraço de bom dia pra ti meu amigo.

    ResponderEliminar
  58. Uau! Amei!
    Lindo, muito lindo!

    Paulo, você realmente escreve muito bem. Além desse, li abaixo alguns outros textos seus e posso lhe dizer que senti até uma "invejinha boa" desse dom que Deus lhe deu.

    Parabéns!

    Obrigada pela visita ao mosaicos :)

    Fique bem, fique em Paz

    Beijosssss

    Cid@

    ResponderEliminar
  59. Oi,Paulo
    Passei só pra te deixar uma abraço e te desejar uma linda terça-feira!!!

    ResponderEliminar
  60. Já dizia o poeta, que liberdade é ter um amor pra se prender... e esse amor à vida é o que nos faz ainda mais libertos!

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  61. Não precisas de agradecer (:

    ResponderEliminar
  62. muito obrigado príncipe <3

    ResponderEliminar
  63. Gostei muito do seu Blog.
    Estou a lhe seguir.
    Segues também?
    Bjs :*

    ResponderEliminar
  64. agora estou a fazer de pombo correio :b
    ja ta la a treceira parte

    ResponderEliminar
  65. Adorei aqui!!

    estou seguindo..
    retribui??

    beijos
    http://pathyoliver.blogspot.com
    http://momentosdapathy.blogspot.com

    ResponderEliminar
  66. Prezo imenso a liberdade. E gosto de quem o faz também.

    Não há definição possível, mas a tua escolha de palavras foi magnífica.

    Gostei*

    ResponderEliminar
  67. A tua escrita é linda, é intensa, parece quase um livro que estou a ler de um escrito profissional, muito bom mesmo, os promenores que das, os sentidos, amei, "verei o mundo da perspectiva de um adolescente apaixonado" é mesmo quando nos sentimos apaixonados é o melhor sentimento que existe, o mudo todo se transforma, vimos de outra maneira
    Vou seguir o blog :) *

    ResponderEliminar
  68. E la continua ele a fazer com que toda a gente se apaixone pelos seus textos!!!
    Ela tinha razão, ta mt fixe
    Adoro-te amigoo :) <3

    ResponderEliminar
  69. Sentir, cheirar, encontrar a nossa própria essência. Não interessa o que somos, basta que sejamos nós mesmos. A liberdade de sermos o que somos e da maneira que somos e a capacidade de nos desprendermos das coisas materiais é o que faz de nós seres únicos e isso é especial. Lindo, Pali. Texto leve, consegues transmitir calma e tranquilidade. Cativa, adorei (como sempre). (Não penses nisto)

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *