Estarias aqui há cinco anos atrás?

13:10

São tantos os lugares ali apontados, tantas as voltas que pudemos dar. São tantas as opções e teimamos nós em deixar-nos ficar perante os caminhos que pudemos escolher. As opções da vida são como portas que se fecham depois de serem escolhidas. Nós lá dentro somos incapazes de voltar atrás mas nós cá fora somos incapazes de prever o que lá está dentro. Devemos arriscar e quem sabe se não existe uma janela por onde possamos fugir? Quem sabe se o caminho escolhido é só de estrada ou contém um passeio seguro para podermos caminhar? E quando, eventualmente, acharmos que o escuro e a dúvida abrangem as hipóteses, só temos de nos lembrar que a semente de uma flor também é plantada no escuro. Mas essa semente irá procurar o sol, irá conquista-lo e tornar-se forte. Assim como nós depois do caminho explorado poderemos tirar o proveito de toda a caminhada: todas as quedas valem os sorrisos de superação. Olhemos para trás, seria aqui que nos veríamos há 5 anos atrás? E é com esta questão que conseguimos, realmente, ver o quanto a vida é imprevisível e que só ganhamos no dia em que soubermos arriscar. Porque as hipóteses são como pedras, quantas mais temos nas mãos, menos nos conseguimos mexer... 




You Might Also Like

23 comentários

  1. Cláudia Ferrãojunho 07, 2012

    Não sei porque meu amor, mas identifiquei-me tanto com este texto *-* , lindo !

    Te amo <3

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito deste texto, até porque acabas te de tocar num ponto de com muita frequência me passa pela cabeça, e é alvo de "discussões" entre amigos. Eu pessoalmente creio que o ideal é não se arrepender do que está para trás, por pior que seja, porque no fundo faz de ti quem é o és, e mesmo que tenha sido uma má escolha o maior sinal de sabedoria e saber viver é saber aprender e tirar o melhor partido dentro deste pior, e seres como uma Phenix, renascer das cinzas e tirar uma lição para a vida destes actos. Outra coisa que nos faz pensar é, Bem ... se calhar devia ter ido pela esquerda em vez de ter tomado a direita?! Olha, está é uma resposta que nunca vamos ter, vai ser sempre a incerteza, mas acima de tudo orgulho de todas as minhas esquerdas e direitas, porque foram elas que me fizeram conhecer certas pessoas e viver certos momentos, se calhar se nunca tivesse ido por este caminho, tinha perdido muito, mas quem sabe teria ganho outro tanto! gostei, muito deste texto, meteu me a pensar ....

    Ups ... grande cmt, dclp o abuso!
    Forte Abraço =)

    ResponderEliminar
  3. As possibilidades do destino são vastas e a indecisão sobre o que escolher nos escraviza de uma forma louca e gostosa diante do prazer de poder escolher nossos passos, junto a isto nossa felicidade e nossas muralhas. Este momento é único. Amei de novo este novo texto.

    ResponderEliminar
  4. Nossa Paulo, outro lindo texto seu, adorei demais, amo seu talento :)

    ResponderEliminar
  5. La vida es un cúmulo de oportunidades y de riesgos que hay que correr. Cuando miramos hacia atras nos damos cuenta que mereció la pena el empeño y el sacrificio.
    La vida es sólo para los valientes.
    Muy buena la Entrada.
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  6. Este texto foi plantado no escuro da minha sensibilidade... germinará certamente com as nuances que não pude alcançar agora...

    ResponderEliminar
  7. Parece que ao ler o que tu escreves entramos num mundo paralelo, com situações banais mas que nos levam a ter perspectivas diferentes das coisas que ás vezes são tão objectivas. Acho que tens um dom :) !

    ResponderEliminar
  8. Acho que maior parte da sociedade se revê s:

    ResponderEliminar
  9. Infelizmente, mas por vezes é bom haver mudanças para que algo novo possa acontecer.

    ResponderEliminar
  10. Obrigada Paulinho :)

    Muito bom texto! Eu acho que devemos sempre entrar nessas portas e arriscar! No fim assim podemos sempre dizer que arriscamos e vimos que erramos do que ter medo em arriscar! <3*

    ResponderEliminar
  11. Lindos textos, lindas fotos. maravilhoso o blog.

    ResponderEliminar
  12. É isso, meu amigo, é a vida com as suas encruzilhadas, sabendo nós que ao optarmos por um caminho estaremos a rejeitar um outro, definitivamente... E o que estaria por detrás dessa outra porta? Tantas e tantas vezes somos confrontados com momentos desses que perturbam esta nossa viagem.
    Falou em pedras... Em tempos ouvi alguém dizer, numa intervenção de trabalho, 'vamos começar já a partir pedras...' e percebi que partindo-as vamos afastando os escolhos e avançando.

    Excelente momento de leitura me proporcionou, amigo Paulo.

    Bom fim de semana.

    Olinda

    ResponderEliminar
  13. "Quem sabe se o caminho escolhido é só de estrada ou contém um passeio seguro para podermos caminhar?" adorei, parabéns! :)

    ResponderEliminar
  14. Eu sou adepta de quem corre o risco. Prefiro assim, porque dessa forma vivemos de maneira mais leve, sabendo que o que precisou ser feito, feito se fez por nós.
    Gostei muito daqui. E voltarei. Abraços!

    ResponderEliminar
  15. Seu texto reflete a vida de todos, todos são feitos de escolhas. E, mais do que nunca, seu texto veio a calhar, já que estou em uma fase de fazer grandes escolhas em minha vida... rs

    Abraço!

    ResponderEliminar
  16. hipóteses tão bem ilustradas na fotografia...

    ResponderEliminar
  17. Pensador,
    Curiosas são as voltas da vida…Caminhos ( http://500px.com/photo/8449911 ), os teus falam de janelas, aquelas que deixam entrar a luz, aquelas que deixam entrar o ar, que respiramos, quando sufocados nos sentimos, janelas…
    Caminhos a escolhar, passos a dar…
    O Sol, o calor o aconchego do calor, num abraço…o Sol, deus Sol, Astro rei…
    Deixa cair pedra a pedra, da tua mão, deixa que as mãos fiquem leves, uma saudação ao sol, a pena, sem pena de escrever…e quem sabe o aconchego e calor, que faça ver onde estarás daqui a 5 anos, olhando apenas para trás e vendo o que conquistaste…
    Calor e luz, é o que deseja esta Tia.
    Beijo n´oteudoceolhar pensador.

    ResponderEliminar
  18. Pensador,
    Curiosas são as voltas da vida…Caminhos ( http://500px.com/photo/8449911 ), os teus falam de janelas, aquelas que deixam entrar a luz, aquelas que deixam entrar o ar, que respiramos, quando sufocados nos sentimos, janelas…
    Caminhos a escolhar, passos a dar…
    O Sol, o calor o aconchego do calor, num abraço…o Sol, deus Sol, Astro rei…
    Deixa cair pedra a pedra, da tua mão, deixa que as mãos fiquem leves, uma saudação ao sol, a pena, sem pena de escrever…e quem sabe o aconchego e calor, que faça ver onde estarás daqui a 5 anos, olhando apenas para trás e vendo o que conquistaste…
    Calor e luz, é o que deseja esta Tia.
    Beijo n´oteudoceolhar pensador.

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *