Mão com Peso

11:00

O poder do destino é inigualável. A certeza é um cubo de gelo numa mão fechada que, pura e simplesmente, vai escorregar-nos, em forma de água, entre o nó dos dedos, vai fugir sem pudermos dar conta ou tentar fazer algo para o impedir. Aquilo que julgámos estar sob nosso controlo vai demonstrar-se fugitivo ao nosso olhar, à nossa força e à nossa compreensão. Por vezes o simples estalar de um vidro remete-nos a feridas que jamais serão saradas e em momento algum deixará de doer. A dor é profunda como um grito bem atado no fundo da garganta. O destino esconde-se por detrás da orelha, demonstrando a cada momento que não importa aquilo que façamos, irá acontecer sempre algo em desencontro ao planeado. Uma pedra no sapato apertado ou uma formiga no pote do açúcar. Já não existem tempos confortáveis, agora só tempos de atenção permanente e de olhos caçadores. Os sonhos que vemos serem soltos como nuvens mostram-se como duendes naquele beco escuro preparados para o próximo assalto. O destino escolhe a vítima a dedo e como tudo é perecível, a ordem natural da vida não passa de uma desculpa para o acontecimento. E seremos sempre frágeis que nem ovos na mão do destino. Precisamos de segurança certa. Se este abrir a mão, rebolaremos até cair. Mas se a fechar de mais... 



You Might Also Like

59 comentários

  1. recebes como? através de conta bancária? e se não tiveres, dá na mesma? ei só depois de 70€ deve demorar imenso tempo :x

    ResponderEliminar
  2. recebes como? através de conta bancária? e se não tiveres, dá na mesma? ei só depois de 70€ deve demorar imenso tempo :x

    ResponderEliminar
  3. fogo tanto tempo :o
    muito obrigada pela ajuda, nunca percebi nada disto. obrigada mesmo (;

    ResponderEliminar
  4. Isso é tão difícil de ouvir, e custa tanto a aceitar..

    Se apertar demais, sufocaremos..

    Gostei muito do texto, gostei mesmo muito!

    ResponderEliminar
  5. ... Não dás hipóteses para mais nada!

    Kiss

    ResponderEliminar
  6. senti-me muito neste texto. adorei

    ResponderEliminar
  7. A pergunta certa seria! Como anda a nossa vida? Quem nos dará a segurança certa? Se não temos certeza de nada, como devemos nortear nossa conduta? Um texto forte,visivelmente, de propostas enigmáticas.Parabéns! Abraço de leitor atento.:-BYJOTAN.

    ResponderEliminar
  8. Olá!
    É com prazer que retorno ao seu blog.Linda sua recente postagem.Que bom quando vamos ao encontro de tão belas palavras.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderEliminar
  9. Mais um belo texto, gostei imenso :) *

    ResponderEliminar
  10. "... A certeza é um cubo de gelo numa mão fechada que, pura e simplesmente, vai escorregar-nos, em forma de água, entre o nó dos dedos..."

    Hoje falamos de dor...ambos os dois.

    Pensador, és "ouro sobre azul", tens uma forma de te expressar que haverá mais claro que sim, neste mundo imenso é muitos "Eus" e "Tus"...mas Este Eu perante Tu...acha-te único.

    E olha que se esta "cota" o diz, e já leu umas milhares de linhas...mas há formas únicas de escrever e de nos entender a nós...que...

    Foram-se as palavras...Sublime, só para variar, deixo um beijo n´oteudoceolhar.

    ResponderEliminar
  11. Belo texto, e realmente nos sentimos tão fortes mas somos tão fracos diante do nosso destino que é traçado por nós mesmos

    ResponderEliminar
  12. quando temos as maiores certezas, o destino surge e mostra-nos que é ele que comanda..como sempre

    ResponderEliminar
  13. Hi Paulo :)

    Sabes-me teu fã e por isso i'm always looking for more :) Tenho de te citar quase longamente mas é importante pela poesia e pela verdade que encerra:

    "Os sonhos que vemos serem soltos como nuvens mostram-se como duendes naquele beco escuro preparados para o próximo assalto. O destino escolhe a vítima a dedo e como tudo é perecível, a ordem natural da vida não passa de uma desculpa para o acontecimento. E seremos sempre frágeis que nem ovos na mão do destino."


    Brutal! Mesmo. Poético! E verdadeiro! Tu sabes fiar as palavras, de facto :)

    Ontem lembrei-me de ti numa situação particular quando pensava no sofrimento e de como nós entendemos isso para criar... :)

    Abraço. O grande :)

    ResponderEliminar
  14. Sempre um prazer ler os teus textos =)

    É verdade, a vida acontece enquanto fazemos planos para ela. E por vezes nem sei onde ir buscar segurança...

    Boa terça feira para ti também!*

    ResponderEliminar
  15. Obrigado a Ti Pensador...pela "paciência" em leres um texto daquele tamanho, teve de ser.
    Ficou recado ... O melhor dos mundos para Ti.

    Beijo n´oteudoceolhar.

    ResponderEliminar
  16. Creio que a segurança certa seja o equilíbrio pra tudo isso. Aliás, somo tudo isso. O tempo não é nada confortável, por isso precisamos estar atentos, em olhos de vidros (intactos), realmente.

    Estive com saudades de lê-lo. Como é bom vir aqui. Um beijo.

    ResponderEliminar
  17. Quem pode manipular o destino?
    As vezes sinto como um boneco em suas mãos.
    bjOus

    ResponderEliminar
  18. Tens uma tartaruga? Eu tenho quatro! :D Gosto tanto delas! Sim, um dia tenho mesmo de ir concretizar este sonho +.+ tenho-o desde pequenina :s

    Eu também gosto muito de cães e gatos, de corujas é que já não sei... :x

    ResponderEliminar
  19. Ahaha xD tu tens um castelo para uma única tartaruga, eu tenho um aquário pequeno para aquelas comilonas, qualquer dia tenho de as por num alguidar, sei lá :D

    Sim, é verdade, são realmente bonitos.. queres ter uma? Tipo em casa?

    ResponderEliminar
  20. Fiquei horas lendo e relendo este post e, talvez pelas minhas dificuldades de hoje, chorei que nem bobo (rs)... mesmo assim, como sempre, maravilhoso! Abraço meu amigo.

    ResponderEliminar
  21. Maus tratos?! Nunca!

    Ahahaha, opah devem ser mesmo cutchis +.+

    Já vi que gostas mesmo :)

    ResponderEliminar
  22. Aww que querido Paulinho, obrigada ^^ *

    ResponderEliminar
  23. Paulo, Boa noite!

    O teu texto é profundo, mas de fácil assimilação.
    Não precisei de horas para o ler e para o compreender.
    O destino é, de facto, algo, inigualável.
    E não há mão, que se lhe possa pôr.
    Segurança, temos de a aquirir, Não se compra nas lojas, mas adquire-se com o passar dos dias, da vida e com estatuto emocional.
    Depois dou-te umas dicas e pistas.

    ESSE, O ESTATUTO, FAZ FALTA A MUITO BOA GENTE.

    Ainda bem, que deixas correr as águas, as tuas vontades, desejos, e com o tempo, não te preocupes. Ele encarrega-se do resto, de tudo.
    Da dança? Não, essa dor nas costas, pensas, que é nas costas, porque o coração tem a ponta virada para o lado esquerdo. É uma espécie de pontada, aperto, vontade de respirar, gritar bem alto e profundamente. Palavras em demasia, não, eu dei-te troco.
    Perguntas terão, sempre respostas.
    Respostas, poderão ter, de seguida, perguntas? À Vontade!
    Ora, hoje, foi dia de S. Valentim, e os enamorados, viveram um dia em cheio, pensam eles.
    Gostaria de abolir estes dias, por nada de especial, mas porque acho, que o amor tem de ser diário, não pode ter dia específico.

    Não aguento este frio. Então não é melhor uma cidade forno?
    Um abraço, em ebulição, porque menos não pode ser.
    E não sei se tu, eu, nós aquecemos. Aqueceremos?
    E o vento, que me leva, para aí, para lá, para olhares e lugares deconhecidos.
    Mas com umas mantinhas tudo se resolve.
    Dorme bem e sonha com princesas (lembrei-me de Inês de Castro, por acaso). Deformação profissional, só pode.

    ResponderEliminar
  24. O destinos as vezes nos faz sorrir , ou chorar. Curtindo no face.
    Seeguindo. Beijiinhos :*
    @per_feitosparaoamor
    @ferly_victoria
    http://reverseobrlife.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  25. O destinos as vezes nos faz sorrir , ou chorar. Curtindo no face.
    Seeguindo. Beijiinhos :*
    @per_feitosparaoamor
    @ferly_victoria
    http://reverseobrlife.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  26. Ahaha, eu percebi que estavas a brincar ;)

    Não tem condições de vida? O aquário é pequeno mas está muito bem arrumadinho e limpinho! :) Um dia faço outro post e meto fotografias mas actuais delas :D

    ResponderEliminar
  27. O destino... há coisas na vida, na nossa vida, que não podemos controlar. Resta-nos por vezes, tentar controlar o sufoco que nos abarca o peito.
    Beijito.

    ResponderEliminar
  28. Sim! :)
    A tua tartaruga chama-se Onze? as minhas têm os seguintes nomes, por ordem de velhice xD, Brownie, Joker, Sammy e Smartie :D

    Um dia tiro fotografias e partilho :)

    ResponderEliminar
  29. tu sabes bem o quanto este texto me diz. "Por vezes o simples estalar de um vidro remete-nos a feridas que jamais serão saradas e em momento algum deixará de doer." - o que me querias dizer no comentário, certo? Sabes, não é disso que eu tenho medo. Não é de esquecer o que vivi com ele que eu sei que isso é impossível... mas é que eu já não sei como é não amar alguém entendes? não sei como é viver sem amar, viver sem ter alguém sempre no pensamento, não sei explicar. eu apenas tenho medo da vida sem o amor, habituei-me a isto e por muito que eu esteja a sofrer agora, tenho medo que seja ainda pior quando o amor se for. as palavras não me chegam para explicar o que sinto neste momento.
    obrigada por tudo meu anjo <3

    ResponderEliminar
  30. também achei que era um bom nome :)

    Onze, também não é nada mau xD ahahaha :D

    ResponderEliminar
  31. e oh, fizeste alguma coisa por deixar de amar? ou simplesmente aconteceu, tão naturalmente como o amor começa também acaba? é que eu não sei como fazer isso, sabes?
    não sei como te agradecer por tudo * <3

    ResponderEliminar
  32. "A dor é profunda como um grito bem atado no fundo da garganta." Que texto intenso, faz dar aquela suspirada no final...
    amei o toque da musica, ouvi varias vezes =~
    Beijão!

    ResponderEliminar
  33. Olá, Paulo...

    Eu mesmo não faço planos, esses nunca, ou quase, têm sucesso... Embora eu não compreenda bem essa coisa de destino, responsabilizo-o por minha situação atual, e acho que sempre irei.
    Concordo plenamente que os tempos de hoje não são nada confortáveis, e quem deseja muito mais, do que simplesmente, ter felicidade e saúde na vida, precisa aprender a superar não só as demais pessoas, mas também a si próprio. Muitos vêm se preocupado com o sucesso e toda sua glória, enquanto eu, vou tentando sobreviver os dias, carregando um sorriso no rosto quando algo, ou alguém faz-me sentir feliz...
    Tem muitos caminhos, até chegarmos em nosso destino e, apesar do livre arbítrio, a escolha pode ser bem difícil. São tão misteriosos quanto o próprio destino, é em si... E nós, tão frágeis à sua mercê...

    Um grande abraço :)

    ResponderEliminar
  34. CONVITE

    Primeiro, eu vim ler o seu blogue.
    Agora, estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles. O meu blogue, é muito simples. Mas, é leve, dinamico e sobretudo Independente. Palpitamos sobre quase tudo. Diversificamos as idéias. Mas, o que vale mesmo, é a Amizade que fizermos.
    Estarei grato, esperando VOCÊ, lá.
    Abraços do
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  35. Caro Paulo, após ler e ler não consigo encontrar palavras suficientemente boas para comentar este teu novo post! Ficou perfeito :) "Aquilo que julgámos estar sob nosso controlo vai demonstrar-se fugitivo ao nosso olhar, à nossa força e à nossa compreensão. Por vezes o simples estalar de um vidro remete-nos a feridas que jamais serão saradas e em momento algum deixará de doer." Magnifico.

    ResponderEliminar
  36. poderia citar qualquer traço de shakespeare, mas seria em vão, pois das palavras que falas claramente as mesmas tornam-se shakespeare por si só.

    ResponderEliminar
  37. Being normal is boring ;) - Acho eu..

    ResponderEliminar
  38. Sim, sermos diferentes pela positiva é muito melhor ;)
    Mas o normal é aborrecido, acho que estamos programados para encontrar o oposto.. eu pelo menos, acho que estou..:$

    ResponderEliminar
  39. Um dia vais saber, mas oposto ou não, o que interessa é que te faça feliz :)

    ( Estou a seguir-te no tumblr c: )

    ResponderEliminar
  40. Nossa, fiquei super reflexiva lendo esse seu texto. Super verdade isso, né? Que a gente não sabe o que esperar do destino, não sabe o que esperar das pessoas, não sabe o que esperar nem da gente mesmo.
    Por que tem vezes que nos surpreendemos com uma coisa que pensamos ou fazemos. Sei lá, acontece comigo.

    O destino nos esmaga e nos liberta. Ainda não sei qual dos dois é melhor. Enfim.. meu comentário ta ruim, mas seu texto ta otimo! Hahahaha

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  41. Está bem, :) Gostei mesmo, tens imagens muito boas :)

    ResponderEliminar
  42. Sim! Estou mesmo muito doente!! E claro que vou fazer isso! Vais ver como elas são lindas :D

    Sim eu sei, mas tens lá algumas imagens muito giras ;)

    Obrigada, espero que antes de segunda esteja melhor, não gosto de estar doente :)

    ResponderEliminar
  43. Estou cá, deste outro lado do Atlantico ( Brasil), seguindo o seu blogue.
    Abraços

    ResponderEliminar
  44. tenho o meu coração uma confusão. não sei mais o que sentir, o que querer, o que fazer. eu só quero ser feliz, não quero mais nada, seja da forma que for *

    ResponderEliminar
  45. Espero que seja mesmo assim!
    poder posso... apesar de achar que já é tarde para voltar a dançar, e de me faltar a coragem :$

    ResponderEliminar
  46. Sim, é mesmo! E vê só, amanha na minha escola não temos aulas, é dia do patrono, e nas diversas actividades lá vou eu andar toda ranhosa :x, vai ser horrível..

    ResponderEliminar
  47. sim, nestas coisas sou um Ás! Não há duvida nenhuma!

    E mais uma coisa em que concordamos, quando estar doente? Nunca xD

    ahahaha :D

    ResponderEliminar
  48. um momento dificil não é assim :S
    bem, pensa que com calma tudo se resolve e não vale a pena pensar muito nisso porque apenas acabas por perder momentos de felicidade que por ti passam e tu nem os notas, por estares demasiado concentrado nisso! Força :D

    ResponderEliminar
  49. Ah! Isso és tu! Eu não vou ao médico... As constipações acabam por desaparecer... :s

    ResponderEliminar
  50. Ahahaha, ao lado das minhas, a tua até se encolhe xD

    Bem, aqui vai a explicação. Então é assim, o Brownie é enorme e gordo, o Joker tem umas riscas amarelas gordas, a Sammy e o Smartie parecem gémeos, mas o Smartie tem uma mancha branca na carapaça! Dá sempre para perceber ;)

    ResponderEliminar
  51. upsss ... peço mil desculpas realmente este comentário não era para este post, o que acontece é que a minha internet é um pouco lenta e abro mtos blogs ao mesmo tempo para ver e comentar, acontece que quando quero comentar o teu blog os comentários arem uma nova janela mais pequena e eu devo ter aberto varias ao mesmo tempo e equivoquei me com esta, peço te desculpa :S

    Espero que nao tenhas ficado aborrecido :)
    Obrigado pela vistia :D

    ResponderEliminar
  52. Presto pois! Os detalhes são o mais importante! :)

    ResponderEliminar
  53. O destino e sua mania de nos contrariar... Mas é a vida, ou não.
    Nunca sabemos como vai ser daqui pra frente, podemos planejar e tentarmos fazer acontecer, mas nem sempre é isso que fazemos ou que acontece. Enfim, isso é muito complicado e isso me deixa confuso às vezes.

    Abs, até mais.

    Luiz.

    ResponderEliminar
  54. adorei o oblog, sigo *
    identifiquei-me com tudo o que este post disse, adorei esta frase «E seremos sempre frágeis que nem ovos na mão do destino.»

    ResponderEliminar
  55. não precisas de agradecer, tenho todo o gosto :)

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *