# 3º Momento

12:07

Por vezes as tempestades parecem afundar os nossos navios de sonhos. A escuridão parece ser demasiado abundante para o brilho dos nossos olhos. E precisamos apenas de muita força, pois sem derrubar o vilão do conto nenhuma história terá um final feliz.

You Might Also Like

43 comentários

  1. Mas se os olhos continuam a brilhar, em breve o vilão cairá ;)

    ResponderEliminar
  2. Nem eu estava a considerar o vilão uma pessoa, necessariamente ;)

    ResponderEliminar
  3. A escuridão parece ser sempre mais forte que a luz do dia e é tão simples deixarmo-nos levar por ela..

    ResponderEliminar
  4. Sabes uma coisa Pensador?
    Não leves a mal esta "Tia", mas tu és tão doce, és um querido...(pronto a música tb me dá a volta ao miolo de cota - para desanuviar).
    Num destes dias, na volta (daqui a mais uma duzia de dias ou assim), quero ver-te sorrir intensamente e de coração quente. Esse coração é tãooo grande que merece ser amado, em grande.
    Ai um piano, como eu gosto de ouvir, até tens bom gosto vê lá Tu (de acoro com o meu claro).

    Parco em palavras hoje, amanhã elas irão fluir, por esse mar adentro, aposto... vim matar saudades, lá resistia? De aspecto renovado, ainda que aquele olhar sobre o mar me encantasse mais, mas eu sou enfim uma piegas...

    Beijo grande n´oteudoceolhar.

    ResponderEliminar
  5. Não podia concordar mais :)

    ResponderEliminar
  6. ORA NEM MAIS!
    Pode nos acontecer algo de mal na vida que nos faça ficar em baixo e deixar de caminhar para nossos somos mas de deixarmos esse vilão aproximar-se cada vez mais e não lutarmos para o derrubarmos nunca mais se acabara ... essa tristeza esse vilão*
    Parabens, adorei!

    Ainda bem que gostas-te, e bem, tal como diz o titulo, é uma defenição, sendo uma defenição, eu posso te dizer o que é, a defenição de um nome conjugado em palavras metaforicas ... faz sentido agora querido? (:


    -Beijinho para muita força nesta semana **

    ResponderEliminar
  7. E se o vilão estiver trincado em nós mesmos, no espelho assombrado dos olhos da alma?

    Beijos, Fernanda

    ResponderEliminar
  8. Maravilhoso:) Texto curto mas elucidativo completo, Parabéns

    ResponderEliminar
  9. confesso: os teus comentários deixam-me sempre k.o

    ResponderEliminar
  10. sim é verdade. mas aquilo que neste caso, é verdadeiro fica sempre. obrigada :)

    ResponderEliminar
  11. não tens que pedir desculpa. até porque eu pretendeo dar-te um elogio com o que disse

    ResponderEliminar
  12. gostei do visual novo do blog :)

    ResponderEliminar
  13. Paulo,

    Era... não era?
    Orgulho é um nome comum abstracto, masculino,do singular. Não sei mais nada deste sentimento, nem eu, nem tu.
    Pois, muito bem, aqui estão palavras, de que tu, eu, por vezes, andamos parcos, mas temo-las guardadas, aqui no peito, nos dedos, no olhar e no desejar.
    Precisamos,tu, eu, tanto delas.
    Pensei estar a ler o teu momento, não momento, mas "História Trágico Marítima", mas é, graças a Deus, um momento, só.
    E de momentos, fazemos tempestades e de momentos fazemos bonanças.
    E de momentos fazemos raivas, prantos, mas nunca amor, porque este requer horas,anos e, talvez eternidades.
    Mas, o navio, o teu, o meu nunca se afundará. Tem mastros de ternura e convés de esperança, de confiança.
    Escuridão é natural, por vezes. Querias, sempre,a luz, de que tu, eu,tanto precisamos.
    Força! Tens as tuas mãos, que te parecem já sem forças,mas para ajudar, dar, entrelaçar, tens as minhas, que, embora mais pequenas cabem em qualquer lugar, aqui, ali, nas tuas.
    Vou contar-te um conto, como se fosses uma criança, por vezes somos, precisamos de ser. Fecha os olhos, entrega-te, deves render-te, e por fim, adormeceste, e o mau da fita, o vilão, escapou-se, das nossas mãos, e já só existe na imaginação.
    E a guitarra, os seus sons, animam, e batem na cabeça do momento.

    Quero-te feliz.
    Abraço meu, que é, como sabes, sempre, teu.

    ResponderEliminar
  14. Oi! Simplismente adorei seu blog e achei um violão pra ser amigo do meu hahaha. Beijinhos *.*

    ResponderEliminar
  15. Na verdade, jamais podemos desanimar. Por vezes passamos por essas situações que nos deixam à beira do precipício. Não podemos olhar para ele, somente acreditar na recuperação.

    ResponderEliminar
  16. Todos nós temos alturas em que precisamos.
    Gostei do post:)

    ResponderEliminar
  17. a esperança é a última a morrer, costuma-se dizer... e acho que ela é fundamental para um final feliz! quando queremos muito algo e temos esperança, não há tempestade que nos afaste do caminho!

    ResponderEliminar
  18. Gostei do texto, pequeno mas muito potente porque diz em poucas palavras toda a verdade e historia da nossa vida, temos muito desafios e precisamos de força e dedicação para derrubar o vilão e ter o nosso merecido final feliz :)

    Abraço

    ResponderEliminar
  19. Paulo, meu... homem, de sabedoria!

    O teu dizer, NÃO, tem graça. Equivale a dizeres SIM, com intensidade, muita.
    O teu navio é melhor que o meu, porque o meu é um barquinho de papel, que, eu fiz, há dias, e onde cabem duas pessoas, tu e eu, por exemplo. Mas, é seguro, está em terra, pois... navegamos com os braços e com abraços.
    Ah! No mar, só para gente experiente, sem medo, como tu, que até de olhos fechados caminhas, e o coração não te engana, sabe, sempre o caminho.

    Que trilhes, sempre caminhos de luz!

    Tens razão, fiquei de contar-te um conto. Vamo-nos sentar no chão, e eu vou começar: Era uma vez...
    Paulo, estás a fechar os olhos! É sono ou...estás deliciado com o conto, já percebi.

    Nenhum sentimento ruim, deixará de entrelaçar mãos, as minhas, as tuas, porque elas, os nossos afectos têm a cor da aurora e das ribeiras límpidas, que temos no olhar.

    Abraço tão teu, tão meu, de mim!

    ResponderEliminar
  20. Acho que por isso vivemos tendo que derrubar vilões todos os dias. É sempre uma nova maneira de crescer e alcançar os nossos próprios finais felizes, né?

    Um beijo, moço.

    ResponderEliminar
  21. nem mais, nem menos! adorei (:

    ResponderEliminar
  22. Olá Poeta dos Sentimentos e das Palavras!

    O vilão dos sonhos... o que rouba o "brilho dos nossos olhos"... feito tempestade e escuridão...

    Pois, sim, Paulo, "precisamos apenas de muita força", para que a história tenha um final feliz! Não apenas porque é sempre dentro de nós que reside a Felicidade que nunca vemos nem reconhecemos os sinais, mas está lá todo o potencial e toda a matéria prima, que em dias assim de tempestade e escuridão, se revela a força de conseguir!

    Um abraço. Assim___________________

    ResponderEliminar
  23. A vida é quanto conseguimos apanhar e seguir em frente, um constante aprendizado.
    Grande abraço e sucesso!

    ResponderEliminar
  24. Foda é quando o vilão do conto tá em você mesmo, hein? Ninguém sonha bem quando tá longe do que o faz bem. O sonho precisa de combustível. Adorei ouvir Jason em seu blog. *-*

    Beijos

    ResponderEliminar
  25. Olá meu querido\a bloguista!
    Tenho um questionario para ti, e gostaria muito que o preencheces de acordo com o que eu peço e preenchi também, basta leres e seguires as regras e depois publicas no tem blog, tal como eu fiz *
    Basta ires ao meu blog e clicares na primeira pagina onde diz "Um pouquinho de mim, para ti, ENTRA. " Lês, das-me um comentario teu a dizer o que achas, e depois fazes o questionario e mandas-me o link para eu o ver se me publicaste no teu questionario também*

    Beijinhos grandes,
    Pensando com Arte.

    Entra aqui : http://bllmaescritadeumcoracaoviajante.blogspot.com/2012/03/primavera_04.html

    -Fico a espera que o faças, beijo grande Paulo **

    ResponderEliminar
  26. Olá Paulo!
    Tenha um semana vitoriosa.
    bjos
    Suely

    ResponderEliminar
  27. Nossaa,simplesmente perfeito!
    E a vida nos dá esses dias de escuridão,de recolhimento e de coisas que muitas vezes não compreendemos,mas que bom que vem os outros dias cheios de luz pra clarear a vida!
    Abraço e uma semana cheia de vida!=)

    ResponderEliminar
  28. Tempestades trazem arco-íris,

    ResponderEliminar
  29. Tempestades trazem arco-íris,

    ResponderEliminar
  30. Um dia de paz pra ti meu amigo...abraços.

    ResponderEliminar
  31. Não percebi a parte do " .. coitado"

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *