Pirata de Corações

11:42

Percorri mares de oceanos e rios de lagos. Mas só precisei de te olhar nos olhos. Foi-me transmitida segurança, liberdade e certeza de um batimento cardíaco mais acelerado. O nosso tempo era fogo cruzado e os teus olhos eram o labirinto por onde me perdia com a maior satisfação. Abracei o amor que se desenvolvia a cada dia, não me queria separar dele. Era a única coisa que me tinha demonstrado que a vida podia ser aquele mapa velho mas que no X se encontra o nosso tesouro. Neste caso o meu parecia ter sido descoberto pelas minhas mãos cansadas. Mas agora podia dar-tas e que as segurasses com firmeza. Podias aquece-las e acostuma-las à tua pele. Mas todos os mares conhecem tempestades. E por fim os meus dedos pareciam ser empurrados dos teus, sentia a tua pele quente cada vez mais longe até que deixei de te tocar, de te ver. Na garganta restaram palavras que acabaram por ser esquecidas. As minhas mãos ficaram à mercê dos bolsos que agora eram entulhados de saudade. E os meus olhos ficaram pendentes, procurando respostas atrás de todas as desilusões ou gestos que não me pertenciam. Tentei procurar olhos semelhantes, os teus, mas parece alguém tinha chegado ao X antes de mim. E em vez de um tesouro, capturei uma amostra de desilusão. Mas pirata que sou não me fico com a vontade inutilizada. Eu lembro-me que lutei, que vivi e sobretudo amei, posso ter perdido mas depois desta ilha, haverá outra e acolá outra. E o X que procuro, não é assinalado por nenhum velho mapa mas pela mão do meu coração.


You Might Also Like

57 comentários

  1. Perfeito *-*
    Gosto do novo visual do blogue , gosto muito paulinho :)

    ResponderEliminar
  2. aíiii que lindo *-*
    tens tanto talento *-*

    ResponderEliminar
  3. está tudo mais ou menos e tu como tens andado querido ?

    ResponderEliminar
  4. Muito muito obrigada Paulo <3

    ResponderEliminar
  5. acredita que está mesmo lindooooooooo *-*

    ResponderEliminar
  6. Que texto simplesmente magnífico! *.*
    Arrepiei-me :o
    Continua assim!

    ResponderEliminar
  7. E que saudades eu tinha de visitar este blog. Continua lindo <3

    ResponderEliminar
  8. eu também adorei mesmo!
    já sabes o que penso dos teus textos! - " E o X que procuro, não é assinalado por nenhum velho mapa mas pela mão do meu coração." - lindo *.*

    ResponderEliminar
  9. Seus textos é imaginar. Suas palavras sempre tão lindas! Minha falta de tempo tem tomado conta de mim, estava com saudade de lê-lo. Um grande beijo!

    ResponderEliminar
  10. Gostei! do texto e do novo visual.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. ainda bem <3
    o que o amor nos faz passar. comparas tão bem isso a um tesouro, porque é realmente um, dos maiores da nossa vida! beijinho paulo e espero que estejas bem *.*

    ResponderEliminar
  12. acredita que gosto mesmo , esta lindo e tu tens talento !

    ResponderEliminar
  13. Que lindo! :')

    AI porra adoro as botas dessa foto <.<

    Beijinho Paulo S2

    ResponderEliminar
  14. olá, ajuda-me a ganhar um concurso de fotografia sff!
    Sabe mais no primeiro post do meu blogue!
    Obrigadaaaaaaaaaa,
    Fii

    ResponderEliminar
  15. chega o momento em que é assim que temos de pensar..o "X" do passado já não pode ser um trajecto a percorrer, no entanto talvez a nada se possa comparar.

    ResponderEliminar
  16. eheh, feia nada :b
    um sabor bem mais amargo sem dúvida! Obrigada meu anjo *.*

    ResponderEliminar
  17. Adorei *
    Acho absolutamente perfeita a maneira como conjuga as palavras, palavras essas que agora pairam sobre a atmosfera do meu pensamento.
    Adorei mesmo!

    ResponderEliminar
  18. Todas as que despertam qualquer coisa em ti :D

    ResponderEliminar
  19. Feliz fico eu em encontrar estas coisas bonitas no blog :)

    ResponderEliminar
  20. "E o X que procuro, não é assinalado por nenhum velho mapa mas pela mão do meu coração." Lindo mesmo

    ResponderEliminar
  21. Que saudades que tinha de cá vir.
    Como sempre, está lindo. Mágico, simplesmente *

    ResponderEliminar
  22. estou bem, acho é que estou a ficar um pouco doente, mas de resto, tudo bem (:

    ResponderEliminar
  23. É mesmo linda nao é? :') Tudo dela é lindo! Experimenta a Fast Car :).

    TB gosto muito dalgumas que disseste! Jason Mraz é muito fofinho :b

    ResponderEliminar
  24. ahah, agora é que estás a brincar x)

    ResponderEliminar
  25. Adorei o texto! Os meus parabéns, fiquei com os olhos coladinhos ao ecrã! Espero por mais, com tanta entrega e simplicidade como este :)

    ResponderEliminar
  26. Pensador,

    conta á Maria quem mas quem quer e pode se separar de um Amor assim?
    "Abracei o amor que se desenvolvia a cada dia, não me queria separar dele".
    Uma foto do filme " O diário da nossa paixão", ou é só impressão minha?
    Vai-se o amor, fica a dor da saudade, pensemos que ele volta, ele apenas foi ... beber café...pode ser? (comprar cigarros já é muito usado o termo)...
    Ele volta, porque ele "alimenta-se" tal como nós, de nós ... Fiz sentido? Não...mas fiz lê e relê...olha que fiz.
    Beijo n´oteudoceolhar.

    ResponderEliminar
  27. Há nostalgia e esperança em seu texto. Tempestades nem sempre são vencidas e costumamos ser lançados a outros caminhos. Mas quem já encontrou esse ponto maravilhoso em um olhar, sabe que ele existe e que outros também o possuem. Basta continuar a navegar.
    Seu blog está muito bonito. Os textos, como sempre, cheios de sentimento.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  28. Lindo lindo lindo! Que gostoso de ler (: Espero que meu coração faça um X tbm . Beijo imenso :*

    ResponderEliminar
  29. Que você e a felicidade tenham muitos encontros. Um abraço, Yayá.

    ResponderEliminar
  30. "Eu lembro-me que lutei, que vivi e sobretudo amei, posso ter perdido mas depois desta ilha, haverá outra e acolá outra." - Tu és maravilhoso, coração! :) Como sempre!

    A Benny está à tua espera neste momento darling!!! Ahahah

    ResponderEliminar
  31. Há coisas que nunca mudam, e o teu jeitaço para escrever é uma delas. Simplesmente fantástico!

    ResponderEliminar
  32. Essa história acabou, infelizmente! Mas não há nada como escrever para aliviar tudo o que vai cá dentro!
    De nada! É bom ler os teus textos! É bom identificar-mo-nos com eles!

    ResponderEliminar
  33. Lindo *.*
    Gostei do blog :)

    ResponderEliminar
  34. o amor é a melhor escola para aprender a viver!

    ResponderEliminar
  35. acho que depois de ler isto, nem tenho palavras, escreves mesmo bem :)

    ResponderEliminar
  36. Novo visual, muito bonito , esperançoso, diria :)
    E acho que combina perfeitamente com este teu post!
    Há sempre algo mais, além! Há sempre novas etapas, novos caminhos... não nos podemos dar por vencidos.
    Beijito.

    ResponderEliminar
  37. Adorei o teu jeito de escrever.
    :)

    ResponderEliminar
  38. obrigado paulo, obrigado mesmo *

    ResponderEliminar
  39. Tens a imagem do meu livro/filme favorito :)

    ResponderEliminar
  40. Posso dizer que o pouco tempo que frequento aqui ... esse é o mais lindo de todos?

    ResponderEliminar
  41. Acho que o X está no nosso olhar e reflete onde o fixamos.

    Que texto diferente esse, meu bem, tão lindo quanto os demais, mas com um ritmo especial.

    Gostei imenso.

    Lembrei de uma musiquinha :

    Você não sabe o quanto eu caminhei
    Pra chegar até aqui
    Percorri milhas e milhas antes de dormir
    Eu não cochilei
    Os mais belos montes escalei
    Nas noites escuras de frio, chorei

    ...

    E quando bate a saudade
    Eu vou pro mar
    Fecho os meus olhos
    E sinto você chegar
    Você chegar"


    ;)

    Um beijo grande.

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *