Intensidade Inútil

09:46

Não encontro motivos para me levantar de manhã e dar os bons dias à minha existência enquanto me alimento de algo bastante calórico. O despertador já não toca e limito-me a acordar com a passagem do tempo e a escassez do sono. Os sonhos durante a noite são bastante mais intensos e sinto-me a perder partes de mim dentro de cada um deles. Acordo quase sem energia e sobretudo sem uma razão específica para manter os olhos abertos. As viagens para a cama têm sido bastante oscilatórias pois não gosto de dormir; penso que há sempre algo a fazer e momentos para aproveitar. E por isso surgem as corridas contra o céu e as apalpadelas no vento. Inúteis. Inutilidade. Sinto-me inútil, totalmente. Não há palavras que me façam erguer nem sonhos pendentes. Todo este castelo de areia foi arrastado pelo mar sem porquês. Na boca permanece a vontade de ficar e no coração pende a ilusão. Nas minhas mãos restam fragmentos daquilo pela qual um dia lutei. E só me limito a levantar dia após dia para garantir que não estou a viver num sonho que desconheço tanto quanto me desconheço a mim.


You Might Also Like

70 comentários

  1. "Os sonhos durante a noite são bastante mais intensos e sinto-me a perder partes de mim dentro de cada um deles. Acordo quase sem energia e sobretudo sem uma razão específica para manter os olhos abertos" Quantas vezes passamos por este estado que aqui tão bem descreves? Bastantes vezes, tantas que chegam a sufocar os nossos sonhos reais, aqueles que sonhamos de dia e não na imensidão da noite. Aqui está um texto com o qual me identifico bastante. Um Abraço Paulo

    ResponderEliminar
  2. Senti uma grande intensidade ... belas palavras.

    ResponderEliminar
  3. Um dos melhores textos que já li!
    Simplesmente, perfeito! *.*
    Parabéns! :)

    ResponderEliminar
  4. gosto querido , e nao penses assim :c

    ResponderEliminar
  5. "Não encontro motivos para me levantar de manhã e dar os bons dias à minha existência enquanto me alimento de algo bastante calórico. O despertador já não toca e limito-me a acordar com a passagem do tempo e a escassez do sono." Como compreendo cada palavra...

    ResponderEliminar
  6. Ao contrário de ti, acordar para mim é um tormento, deixar o ninho chega a ser doloroso, mais ainda quando perdi a "razão específica para manter os olhos abertos".
    Entendo-te e também não sei muito bem por onde é o caminho.

    Mundo suspenso, foi onde nos cruzamos.

    Bom final de semana.

    ResponderEliminar
  7. quem sabe sou eu! :c
    e oh! este texto tocou-me bem aqui <3! é que estou a sentir tanto isso que descreves... "Nas minhas mãos restam fragmentos daquilo pela qual um dia lutei.", e dói tanto... enfim :x

    ResponderEliminar
  8. Não baixes os braços. Continua em frente.

    ResponderEliminar
  9. há momentos, em que tudo perde o seu sentido, e perdemo-nos a nós próprios, neste rumo que seguimos e que é tão vazio..há momentos em que as forças se desvanecem e tudo se torna demasiado difícil de sentir

    ResponderEliminar
  10. Então?? O que se passa? =O
    E já agora,por favor não penses que cada dia é igual ao outro!
    Cada dia que passa é uma vitória tua,pois estás mais um dia cá "entre nós".
    Aproveita ao máximo das coisas mais banais,acredita que serás muito feliz.
    A vida não é uma coisa que pudemos dar-nos ao luxo de tomar como garantido,por isso tenta olhar para cada dia como único e especial na sua própria maneira.

    beijinho* e anima-te!! =D

    ResponderEliminar
  11. nao penses assim , nao ? fazes me esse favor querido ?

    ResponderEliminar
  12. nao penses assim , nao ? fazes me esse favor querido ?

    ResponderEliminar
  13. porque pensas isso ? de escrever ser como uma espécie de algo obrigatório. só deves escrever se isso te fizer bem e não para agradar ninguém a não seres tu.
    deve ser um problema do blogue ou algo do género s:

    ResponderEliminar
  14. Não tens de agradecer =)
    Sei que por vezes não é nada fácil levantarmos-nos e irmos em frente.
    Mas sabes,às vezes também é preciso "cairmos" um pouco para nos podermos levantar.
    E fico contente por saber que apesar de teres "caído" te vais levantar!
    Força,continua a lutar =)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  15. Muito bom este texto. Intenso!
    Um abraço

    ResponderEliminar
  16. oh, tu é que és um doce! sempre com a palavra certa no momento exacto.. obrigada meu anjo <3

    ResponderEliminar
  17. momentos..
    escrito de bela intensidade..
    beijo perfumado.

    ResponderEliminar
  18. um dia voltarás a sentir-te bem, e chegará quando menos esperares. muita força*

    ResponderEliminar
  19. Paulo

    O que aprendi vivendo é que a velocidade da mudança é tão vertiginosa que ela se faz e, o que neste instante é triste e sem sentido, no próximo instante nos há de tirar o fôlego de excitação e arrebatamento. Poderia me deter e dizer trivialidades como 'tudo passa', etc etc... mas pela quantidade de vezes que me senti exatamente como vc descreveu, sei que nada adiantará. Tem paciência com a vida e contigo durante essa passagem, pois só a vida sabe quando virá a mudança. Mas guarda no peito, a certeza de que virá e isso é líquido e certo.

    "Os sonhos durante a noite são bastante mais intensos e sinto-me a perder partes de mim dentro de cada um deles."
    Uma das melhores frases que li nos últimos tempos. Talvez pq retrate também o meu momento. É brilhante. Adorei o texto.
    Se me permitir, colocarei esta frase no Chocolate com os devidos créditos.
    Beijokas e foi um prazer tê-lo no meu blog.

    ResponderEliminar
  20. Ao invés eu penso que é o tempo melhor esse acordar e dizer bom dia.
    Sorrir para a vida e caminhar para fora dos sonhos.
    Encontrar e fabricar mais esperança.

    ResponderEliminar
  21. sei bem o que isso e! mas pensa que tudo muda e melhores dias virao, acredita!

    ResponderEliminar
  22. eu cá sei , sim ? (:
    e tu vais acreditar em mim que eu sei (:

    ResponderEliminar
  23. bem no teu coração, que te faz escrever estes textos maravilhosos e ser um amor para as pessoas! :)

    ResponderEliminar
  24. ohhh , nao vais acreditar em mim :c ?

    ResponderEliminar
  25. nao estou a ser (a) , estou a ser realista *-+

    ResponderEliminar
  26. tudo o que ali está escrito é fruto da imaginação :) não estou a passar por uma situação semelhante no momento, mas sem dúvida alguma, algo que nos foi importante e marcou deixa saudades :)

    ResponderEliminar
  27. vá , já é um bom começo :b

    ResponderEliminar
  28. Paulo seu texto é muito reflexivo e introspectivo. Cada dia, temos que ser motivados para tudo, até para viver, em razão das adversidades da vida.O "eu" lírico intradiegético pode extravasar todas as nossas angústias para se dar a catarse do "eu" empírico.

    Parabéns pela sabedoria!

    Abraços!

    ResponderEliminar
  29. talvez porque finalmente consegui encontrar palavras, porque estive um longo tempo sem conseguir dar asas a minha imaginação

    ResponderEliminar
  30. Adorei as fotos, e a primeira frase... Wow, entraste a matar, amei ;) *

    Mais uma vez te peço, vota em mim!!! Faz o log in e depois é só clicar onde diz VOTAR!!! Podes votar todos os dias ;) Obrigada*

    http://www.conteconnosco.com/trabalho-detalhe2.php?id=1170#_=_

    ResponderEliminar
  31. não digas disparates, eu não tenho nada de anjo! :)

    ResponderEliminar
  32. Gostei muito deste, acho absolutamente certo aquilo que dizes: "E só me limito a levantar dia após dia para garantir que não estou a viver num sonho que desconheço tanto quanto me desconheço a mim."

    ResponderEliminar
  33. e não sou, eu simplesmente não faço nada demais *

    ResponderEliminar
  34. Já me senti assim. Desde que não peques em pensar ir até ao fim do penhasco. Eu pensei. Fica bem.

    ResponderEliminar
  35. Será que a alma pode passar por um processo semelhante à hibernação, Paulo?

    Já vivi períodos assim, em que o simples existir me custava muito. Passado algum tempo, tive a nítida sensação de despertar.

    Um beijo, moço querido. Sempre gosto muito do que leio aqui. Teu blog tem perfume.

    ;)

    ResponderEliminar
  36. Já eu não tenho preguiça de viver .. amo dormir ! Hiberno quando posso (:

    Legal \o

    ResponderEliminar
  37. claro que e entendo. é como quereres continuar a dar "música" em relação aos teus seguidores, como uma forma de retribuição.

    ResponderEliminar
  38. "Todo este castelo de areia foi arrastado pelo mar sem porquês. Na boca permanece a vontade de ficar e no coração pende a ilusão."
    Muito bonito mesmo.
    E há mais areia espalhada na tua alma e coração, à espera de novo ser usada..
    Força com tudo..deixa-te ir aos poucos e há-de correr melhor (que todos bem precisamos),

    beijo grande **

    ResponderEliminar
  39. Oooh, que bom que gostou :)
    Beijo grande <3

    ResponderEliminar
  40. Que a intensidade dos teus sonhos se revelem em realidade pra você. Para que toda energia acumulada em inutilidade sirvam de crescimento e conhecimento interior.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  41. Porquê que as coisas são todas dificeis, sabes-me dizer? :/

    ResponderEliminar
  42. não acho que ame de uma maneira especial, amo e ponto! o amor é assim mesmo *.*

    ResponderEliminar
  43. foi o que me aconteceu ontem, foi isso mesmo. as saudades a falarem mais alto.

    ResponderEliminar
  44. é sempre assim, mas nem vale apena, cada vez há mais pessoas falsas e estúpidas, sem objectivos para o futuro e sem capacidade para levar os sentimentos a sério!

    ResponderEliminar
  45. É mau saber que não sou a unica que me sinto assim neste momento :/
    Nunca o conseguiria dizer por estas palavras, pois acho que tens uma capacidade imensa e unica de escrever.
    Espero que estes dias, em que te sentes assim passem e que comeces a dar os bons dias a tua existencia com um sorriso na cara :)

    ResponderEliminar
  46. está mesmo lindo, escreves tão bem :)

    ResponderEliminar
  47. Se fossem fáceis também não tinha a mesma piada...

    ResponderEliminar
  48. Porque será que tambem me sinto mais ou menos assim? :/ Enfim. As vezes precisamos mesmo de uma abanadela!

    Adicionei-te no fb :)

    ResponderEliminar
  49. Adorei o post, mas doeu le-lo! Curta esse momento e, passo a passo, saia e viva!

    ResponderEliminar
  50. sim, era um sentimento muito forte o meu, e é , mas existe circunstâncias que mudam tudo .
    adorei este texto, e entendo-o por completo :/

    ResponderEliminar
  51. mas sabes, sentir saudades também é bom, paulo, não achas ? c:

    ResponderEliminar
  52. Não...não deves sentir assim...porque certamente há uma razão que te impulsiona...só ainda não sabes qual é. Acredita...vais encontrar...acredita!
    BShell

    ResponderEliminar
  53. Gosto de pensar que todos nós somos um livro, um livro de inúmeras histórias, histórias de cada fragmentação do nosso "eu" e de todos os nossos "eus". Livros com folhas usadas de tanto as virar e revirar, ou então não, folhas novas, folhas intactéis; como a nossa própria vida (a que me atrevo a chamar-lhe alma).
    Beijinhos,
    Sara

    ResponderEliminar
  54. Escreves tão bem... Gostei imenso.

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *