Bordo de Mim 8/10

08:03

O grito da montanha soa silenciosamente por cima dos meus ouvidos. O piar pouco barulhento dos pássaros é interpretado calmamente pelo meu sentir turbulento de pensamentos. Pensamentos atropeladores de memórias calmas que arrepiam e confundem todas as interpretações sentimentais. Mas o vento que paira no galho da árvore não é bravio, é domado de sentir por olhos verdadeiros. A tarde foi-se passando até ao cair da noite pelas escadas geladas. Sentei-me nelas e me encostei à parede beijando o crepúsculo que se estendia na minha frente. A noite abraçou a pequena aldeia e as montanhas gigantescas de relva fresca e pinheiros escuros. O jantar chamou-me para a mesa e despedi-me do céu com um breve «até já». Depois, a noite já era imensa e esperava-me um passeio silencioso com as minhas memórias. Os pensamentos ainda as tentavam aniquilar mas o sentir do peito mantinha-as intactas, frescas e saudáveis. Por fim, uma manta dura de chão foi estendida no quintal, almofadas trazidas de sorriso nos lábios. Depois demorou-se o encontro com as estrelas cadentes que tive o prazer de apontar e desejar cada vez que uma traçava o céu à minha frente. A cada uma depositei um pedaço de mim para que o levasse e cuidasse dele melhor do que eu alguma vez cuidarei se deixar os pensamentos se atravessarem nos meus ventos.


You Might Also Like

17 comentários

  1. lá flor

    Faz um favor pra mim?

    Vota no blog O céu é meu limite
    #por favor

    só entrar nesse link

    http://blog-mundo-da-moda.blogspot.com/

    Ps: na votação os nomes aparecem, haverá um prêmio para umas das que me ajuadarem

    bjo
    Conto com vc

    ResponderEliminar
  2. não há nada como a noite e o céu estrelado para se reviver tudo, tendo como principal companhia a Lua com o seu brilho de sempre

    ResponderEliminar
  3. Que êxtase esse texto, dá pra sentir cada detalhe, dá pra se envolver dentro dele e nada melhor para ser tema dessa reflexão do que o céu!
    Adorei, Beijos!

    ResponderEliminar
  4. Cuidando de um pedaço de vc!!! Abração amigo!!!

    ResponderEliminar
  5. Estás sim. Estamos aqui um para o outro. Não importa a distancia ou o desconhecido quando as palavras transbordam o sentimento e nos fazem ver que a sempre alguém que sente o mesmo que nós... Não estamos sozinhos nesse momento

    ResponderEliminar
  6. Grande texto Paulo, gostei para varia :) "A cada uma depositei um pedaço de mim para que o levasse e cuidasse dele melhor do que eu alguma vez cuidarei se deixar os pensamentos se atravessarem nos meus ventos" Nunca te esqueças que ninguem mas ninguem mesmo cuida tão bem dos teus sonhos e dos teus sentimentos como tu próprio. Abraço

    ResponderEliminar
  7. Lindo o teu cantinho!
    Beijo


    *Sigo

    ResponderEliminar
  8. Será que a distância importa?

    ResponderEliminar
  9. Sabe bem ver o céu estrelado. Um beijo

    ResponderEliminar
  10. ; primeiro de tudo , és um grande escritor :$
    segundo , amo o instrumental !
    terceiro , e ultimo nunca me canso de ler os teus textos <3

    ResponderEliminar
  11. Que as estrelas avisem a quem está distante e o faça entender o sentimento que está aqui perto. Só que eu nunca vi uma estrela cadente.. =/ Lindo texto Paulo, como se eu não gostasse.. :* Boa noite!

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *