Bordo de Mim 10/10

02:48

Perguntei-me porque o cão ladrava lá fora tão cedo pela manhã. Fiquei tremendamente rabugento e à porta de casa, pelo cimo das escadas, mandei-o calar. Ele olhou para mim com os olhos inundados pela franja e voltou a ladrar virado para o jardim. Perdi as estribeiras e saltei as escadas e fui ter com ele. Afaguei-lhe a cabeça e dei-lhe uma palmada na barriga. Ele gostava daquilo e começou a abanar imenso a cauda. Voltei as costas pensando que o assunto estaria arrumado mas ele voltou a ladrar. Desta vez dirigi-me para o jardim. E ouvi uns pequenos assobios. Ele tinha-se calado, e o piar cada vez estava mais perto. Um pequeno pardal estava deitado na relva debaixo do limoeiro aqui do quintal. Peguei nele e procurei o seu ninho dentro do limoeiro. Não era ali. Mas rapidamente encontrei nos tijolos partidos o seu ninho. Foi uma manhã calma e, de tal modo, apaziguadora. O calor entrou pelos vidros e os pensamentos calmos inundaram-me a cabeça. Paz, finalmente. Durante a tarde caminhei pela calçada nas montanhas desta aldeia de casas de pedra e flores nas janelas. Inventei histórias na minha cabeça e inaugurei sentimentos que desconhecia. A música soava pela minha cabeça e foi soando até ao regresso já ao por do sol. Respirei a paz, nesse dia. E nada soube melhor do que saber que ali eu estava bem. E que há de melhor se não saber que é ali onde está uma parte de nós e nos sentimos tão perto de a alcançar?


You Might Also Like

23 comentários

  1. É isso, Paulo, é bem isso : podemos fazer do dia, da semana, do mês...da vida inteira o que quisermos, basta que tenhamos disposição pra tal.

    Beijo grande, moço querido, obrigada pela presença bonita no meu blog, me deixa feliz.

    ResponderEliminar
  2. É sempre bom vir ao blogue: texto incríveis!

    Abração,

    Rodrigo Davel

    ResponderEliminar
  3. "E nada soube melhor do que saber que ali eu estava bem. E que há de melhor se não saber que é ali onde está uma parte de nós e nos sentimos tão perto de a alcançar?" Não há nada melhor que a nossa terra, aquele lugar onde sabemos que pertencemos, que está lá algo nosso. Podemos partir, sair para vivermos outra vida mas nunca esquecemos a terra que nos viu partir. Pelo menos comigo é assim. Gostei bastante :)

    ResponderEliminar
  4. Eu tento sempre, mas às vezes custa, certo?

    ResponderEliminar
  5. maravilhoso teu espaço aqui..
    já te sigo..
    beijo perfumado.

    ResponderEliminar
  6. Permita-se Paulo! É esse o caminho..
    Beijo, até mais ^^

    ResponderEliminar
  7. Salvar um animal indefeso, para mim, é capaz de me fazer feliz durante muito tempo. Por alguma razão estou nesta área :) Faz da tua vida o que queres viver, e a felicidade há-de vir, se a quiseres. Acho que a questão é mesmo essa..querer. Se quisermos, meio caminho está feito.

    beijo grande :)***

    ResponderEliminar
  8. Porque por vezes, é "ali" mesmo, que nos permitimos experimentar outros sentires, outras sensações, outras musicas...
    :)
    Beijito.

    ResponderEliminar
  9. Que delícia ler esse texto...cheguei a sentir o calor daquela manhã.Vc é capaz de fazer sonhar!
    Beeijos!

    ResponderEliminar
  10. Nada melhor que essa paz confortadora!
    Estar em 'casa' estar em si mesmo...

    *Adoro as imagens do blog!

    ResponderEliminar
  11. Tão bom encontrar um lugar que nos traz paz

    beijos

    ResponderEliminar
  12. Desculpa a minha ausência deste teu lindo cantinho. Tinha saudades de ler as tuas palavras. És, simplesmente, dos melhores que já vi, Paulinho :) *

    ResponderEliminar
  13. Está visto que tenho de vir com tempo ... uma coisa é mais do que certa. Continuas o mesmo Único, com uma escrita única. Eu volto Pensador, com um pouco mais de tempo, que o tempo tem-me fugido...
    Beijo n´oteudoceolhar.

    ResponderEliminar
  14. Oii, tem selinho no blog pra você Paulo.. bjo!

    http://apoetaesuasletras.blogspot.com/2011/10/selinhos.html

    ResponderEliminar
  15. Amazing! You always pick some wonderful photos.

    ResponderEliminar
  16. Viu como o seu cãozinho é esperto?...Depois, sem grandes pretensões, pode-se ter um dia lindo como esse. Beijos, Paulo!

    ResponderEliminar
  17. a imagem está perfeita, nao concordas paulo ?

    ResponderEliminar
  18. calma ai que eu vou ler todos ...

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *