Um querer de tudo.

13:09

Testemunho (em parte) real articulado com as minhas palavras:

Foi desde pequenina que tive a aspiração prodigiosa para viajar. Sempre me ensinaram a querer mais e quanto mais me ensinavam mais queria eu. Tornava-me num quero-tudo sem me aperceber que já o tinha. Foi então, um dia, que decidi fugir para Portugal. Larguei tudo para vir atrás de algo que eu não conhecia e o que agarrei ficou para mim e comecei a dar importância a cada passo que dava, sozinha, neste mundo. Nada conhecia e passei por imensas dificuldades. Por vezes ia-me deitar com fome e me remexia na cama sem saber para que lado me aquecer na noite fria que gritava lá fora. E lá dentro gritava eu e o meu estômago roncante por uma ligeira refeição que me trouxesse um sorriso. Mas a pouco e pouco tudo foi passando e aumentando foi a saudade do meu país. A saudade do abraço quentinho de meus pais e um beijo caloroso da minha irmã pequenina que já nem a idade lhe sabia. Abri os olhos demasiado tarde pois dei conta que me tinha tornado fria e que frio tinha. Tinha-me esquecido que o meu coração ficara para trás na terra que me viu crescer. Na terra dos abraços quentes. E na areia da manhã ficaram os quereres que me tinham ensinado a querer para que conquistasse um sonho que agora sei que sempre quis... E pelo que passei, pelo que passo e pelo que passarei... vou sorrindo e conquistando cada pedacinho de um novo lugar, de um novo mundo, de um novo sonho!


You Might Also Like

64 comentários

  1. LINDOOOOOO! para variar! ;)

    ResponderEliminar
  2. Temos sempre de dar valor àquilo que temos e preservar; assim como temos de dar valor àquilo que conquistamos por nós.
    Adorei o texto, está fantástico, como sempre!

    ResponderEliminar
  3. inquietante e profundo.

    ResponderEliminar
  4. Que tudo na vida venha como aprendizagem...

    Adorei o texto; abração.

    ResponderEliminar
  5. Sim, eu sei o quão bom isso é. E as verdades são para ser ditas.
    Mais texto um lindo , eu preciso de novos adjectivos para caracterizar estes textos!

    ResponderEliminar
  6. Muito cativante, gostei!

    ResponderEliminar
  7. "Tinha-me esquecido que o meu coração ficara para trás na terra que me viu crescer."
    O passado fica sempre em nós.

    beijinho :)*

    ResponderEliminar
  8. Opá! tu para escreveres... tens habilidade! Gostei, beijinhoo

    ResponderEliminar
  9. A vida é um risco, e só temos certeza das nossas escolhas depois que escolhemos...

    A saudade da terra que a muito se deixa nos faz lembrar que era bom... mesmo que antes não tenhamos dado valor...

    Adorei!!!!
    abraços!!

    ResponderEliminar
  10. "vou sorrindo e conquistando cada pedacinho de um novo lugar, de um novo mundo, de um novo sonho!"

    Lindo.
    saudade, sorriso ... tudo tudo se completa e complementa...acha Maria.

    Beijo n´oteudoceolhar Pensador.

    ResponderEliminar
  11. Mas quando não vale a pena, o melhor é mesmo desistir. Ir por outros caminhos!

    ResponderEliminar
  12. és sim! és super querido, pelo menos comigo és :)

    ResponderEliminar
  13. sabes que adoro os teus textos, meu querido (:

    ResponderEliminar
  14. Oh, és um querido :')
    Tens noção que te estás a tornar num dos meus escritores preferidos? Juro. Adoro ler os teus textos *.*

    ResponderEliminar
  15. Me parece que esta vivência grita por você de uma maneira muito íntima; te faz lembrar de possíveis desejos e medos! Espero entender e acariciar sua "vivência da vivência" de maneira a afugentar suas incertezas (não todas, para não perder a graça do mundo, rs)! Abraços!!!

    ResponderEliminar
  16. Wow um texto mesmo muito bom. Triste mas mais vale abrir os olhos tarde do que nunca os chegar a a abrir... Abraço

    ResponderEliminar
  17. Fantastico!

    Me lembrou uma moda de viola:
    "Espera minha mãe estou voltando,
    que falta faz pra mim um beijo seu..."

    ResponderEliminar
  18. É o querer que nos move. Mas nem sempre para os lugares certos. É preciso sabedoria para ver o que vale a pena deixar pra trás.

    ResponderEliminar
  19. Que post intenso, adoreeei *-*
    tem texto novo lá ;)
    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  20. Pouco a pouco, vamos aprendendo a agarrar o que o mundo tem de melhor. Poupo a pouco, vamos construindo um futuro melhor!

    ResponderEliminar
  21. As vezes o caminho que tentamos trilhar machuca. Voltamos, e conseguimos alimentar nossa alma.

    Belo texto! Continue, onde cabe a ti sensibilidade e uma boa escrita. Beijo no coração, Ana.

    ResponderEliminar
  22. já tinha saudades de ler os teus textinhos :')
    tá lindo, Paulo.

    ResponderEliminar
  23. Parece que cada conquista implica em uma renúncia e uma saudade. Não é essa a realidade, mas esse sentimento costuma invadir a alma. Tudo que deixamos nos faz falta, em certos momentos. Principalmente quando envolve calor humano, amor.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  24. Sim, devemos sempre perseguir os nossos sonhos, incansávelmente. Mas, sem nunca esquecer as consequências que isso nos pode trazer.
    Beijito.

    ResponderEliminar
  25. não tens que agradecer (;

    ResponderEliminar
  26. Considerando isso um elogio (como é óbvio), obrigada. Fico feliz por achares isso. Mas eu sou muito realista ! :)

    ResponderEliminar
  27. Eu já te considero um escritor, e um dos melhores que já li (e não leio assim tão pouco xD)! E não sou querida, sou sincera :)

    ResponderEliminar
  28. então, saudades de que? :)

    ResponderEliminar
  29. Sim, principalmente quando digo que os teus textos são maravilhosos!*

    ResponderEliminar
  30. Eu vou ficar à espera Paulo! :)

    ResponderEliminar
  31. estive fora, mas mal cheguei vim dar um espreitadela por estes lados! :b

    ResponderEliminar
  32. Claro que são! Tu tens um dom rapaz! *.*
    Não me vais dizer que te estou a dar uma novidade ... :)

    ResponderEliminar
  33. és um querido é o que é q:

    ResponderEliminar
  34. Já tinha saudades de ler isto *-*

    ResponderEliminar
  35. devias acreditar em mim, Paulinho :x

    ResponderEliminar
  36. Muitas vezes não temos muito a oferecer,
    ou repartir,mas enquanto existir palavras
    que tragam de volta a esperança perdida nas longas
    dificuldades da vida,
    elas valerão mais do que do qualquer dinheiro ou bem material,
    porque renovam a vontade de lutar
    até encontrar soluções para nossos problemas.
    Algumas palavras, nos momentos certos trazem de volta,
    a vontade de viver e tem o poder de transformar
    quem está quase desistindo.
    Um beijo no coração para sempre sua amiga,Evanir.
    Você é muito especial para mim..

    ResponderEliminar
  37. neste momento acho que é mais "losing game" -.-
    fui passar uns dias a povoa de varzim! :)

    ResponderEliminar
  38. mas também já estou farta de perder -.-

    ResponderEliminar
  39. Eu também acho :D
    e fico feliz por saber isso pequeno :b

    ResponderEliminar
  40. tenho feito um esforço. mas o tempo, o tempo é o nosso melhor amigo nestas circunstâncias, não é verdade ?

    ResponderEliminar
  41. pois eu sei, e serei.
    muito obrigada :)

    ResponderEliminar
  42. desculpa a ausência deste nosso mundinho das palavras, mas tive dias muito dolorosos...
    tinha saudades de te ler e gostei muito, muito!

    ResponderEliminar
  43. ; neste caso nao vai compensar :'x
    vou desistir deste amor proibido !


    lindooooooooo ! :')

    ResponderEliminar
  44. Intrigante,,,Profundo.Bjos achocolatados

    ResponderEliminar
  45. Adorei, está lindo como sempre *-*

    ResponderEliminar
  46. concordo plenamente *-*
    a força está no interior de cada um de nós (:

    ResponderEliminar
  47. Sem palavras...
    Ta demais mesmo
    adoro te **

    ResponderEliminar
  48. Frase linda, mas sim é verdade, com a amizade tudo é eterno!

    Este texto está único !

    Adorei sem qualquer duvida, "vou sorrindo e conquistando cada pedacinho de um novo lugar, de um novo mundo, de um novo sonho!"

    ResponderEliminar
  49. Sinceramente não sei onde está a ficção deste texto!
    Apesar de ter palavras tuas, que enriquecem o texto como se fosse uma história contada por um romancista (estou-me a lembrar de um até bem pago!). Ficando assim o texto com um florear e uma beleza...
    O texto toca de uma forma muito sentimental, para além de ser um ensinamento para recordar para a vida!
    Acho que não me vou esquecer da mensagem do texto, tão depressa!

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *