O desespero do destino

07:28

E tudo se apressou. Os passos das gentes na rua passaram de uma moleza fácil de apanhar para um autêntico furacão de pés. Toc-Toc-Toc. Eram os saltos das mulheres apressadas com os sacos das compras que entravam pelas lojas a dentro fechando a porta atrás de si. O vento soprava contra tudo e todos, empurrava aqui e afastava ali. Berros de crianças confusas assaltavam todas as cabeças com um som irritante e perturbador. Olhos desesperados eram vistos em todas as esquinas e quanto mais as pessoas corriam, mais perdidas ficavam no local que tão bem conheciam. Os tambores rufavam. Violentamente, as pessoas eram abanadas como grãos de areia para o chão sujo. Crianças, mulheres, homens e idosos, todos eles. Nada desculpando a atitude animalesca do destino que tudo o quanto trás promete levar um dia. Até que as pessoas se revoltaram. Berraram contra as surdas paredes de calcário e agitaram as fracas pernas nas pedras da calçada. Mas podem sempre lembrar-se que tudo tem data de validade tal como o destino indica: do pó nascemos e em pó nos tornamos. A coroa de espinhos entregue hoje, amanhã dará lugar a uma camisa de cetim. E hoje, onde tudo é chorado, um canto escuro é aberto no peito, para que amanhã, os sonhos de outrora, preencham muito mais do que lhes era destinado. Trazendo assim suprema felicidade que, com a dor, a felicidade tem um sabor mais aplausível.


You Might Also Like

95 comentários

  1. Está maravilhoso Paulo ** AMEI
    Dá mesmo para me sentir uma dessas pessoas, esse sufoco . "Trazendo assim suprema felicidade que com a dor a felicidade tem um sabor mais aplausível." . Tens toda a razão!

    ResponderEliminar
  2. Assim espero!
    Lindo texto só para variar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. viaja por onde andas, que já viajas muito :)
    - obrigado pelos comentários que me tens deixado. muito obrigado mesmo. e a música que está a dar agora no blogue é um encanto. (adoro piano!)

    ResponderEliminar
  4. como sempre, magnífico (:

    ResponderEliminar
  5. que lindooo *o*
    Amo-te meu irmão lindoo <3

    ResponderEliminar
  6. Eu é que fico muuuito contente por saber disso <3

    ResponderEliminar
  7. Obrigada ;)
    Aquilo é uma continuação de alguns que já postei. Aquele é o final.
    Gostei deste teu texto, em especial da frase "do pó nascemos e em pó nos tornamos"... Grande Verdade!

    ResponderEliminar
  8. adorei, adorei de verdade Paulinho! :)

    ResponderEliminar
  9. e essa pessoa sabe? :x


    « Nada desculpando a atitude animalesca do destino que tudo o quanto trás promete levar um dia. » , esta frase disse tudo :s

    ResponderEliminar
  10. obrigada paulo, as tuas palavras de força fazem-me sempre sentir muito melhor (:

    ResponderEliminar
  11. mas acredita que as tuas palavras me ajudam sempre! saber que alguém como tu me percebe, já me deixa muito contente! obrigada <3

    ResponderEliminar
  12. tens toda a razão!
    tenho sim, pq são poucas as pessoas que me conseguem perceber como tu :)

    ResponderEliminar
  13. O sufoco do dia-a-dia ;) Lindo.. <3

    ResponderEliminar
  14. leio sempre querido (:

    e não gosta de ti? :x

    ResponderEliminar
  15. Ora! ** Parece é que não sou a única! Tu vences-me :')

    ResponderEliminar
  16. que queres que diga ? :b
    « Nada desculpando a atitude animalesca do destino que tudo o quanto trás promete levar um dia. » Marcou !

    ResponderEliminar
  17. É a 1ª vez que visito o teu blog. Amei. Com Alma. A Vida dá-nos a dor para que possamos valorizar o amor, a tristeza para darmos valor à alegria. Estamos apenas de Passagem. Deixo um sorriso:)

    ResponderEliminar
  18. espero bem que venham mais seguidores :)
    obrigado :)

    ResponderEliminar
  19. Está maravilhoso +.+
    Escreves tão bem meu querido :)
    Pura verdade, puro sentimento...

    ResponderEliminar
  20. Nunca me canso de dar os Parabéns a quem os merece. E tu estás constantemente a merece-los!
    Os meus grande e sinceros PARABÉNS!
    Pois, acho que não o fizes-te de propósito, mas até à primeira metade do texto, a conjugação de palavras está tão boa, que ao ler-se o texto, este transmite a sensação de toda a euforia, toda a pressa e toda a confusão (não que o texto esteja confuso, antes pelo contrário).
    E na segunda parte, as palavras passam para um "ritmo mais lento", em existe tempo para pensar no sentido do frenesim vivido.
    É como se passasse-mos num filme!

    Por um lado, não te quero relembrar, mas não posso deixar de reparar que no texto que escreves-te não vem referido directamente (peço desculpa se não consegui interpretar bem) os sentimentos de Amor que sentes pela pessoa que te faz "gostosamente" sofrer de Amores.
    Talvez seja positivo continuares assim, tentando escrever sobre e sobre nada em específico, ao mesmo tempo!
    Mais uma vez Parabéns, acho estás a ficar transcendental, com o que escreves, pois está a ficar cada vez melhor (não todos os dias, mas com o passar do tempo!)

    ResponderEliminar
  21. Como poderia não gostar? :)
    Obrigada <3

    ResponderEliminar
  22. e é por isso q eu me abstraio dele lá fora *

    ResponderEliminar
  23. É incrível como ele consegue descrever os aspectos daquela maneira! É tão único. encaixo-me sempre nos seus textos *-* Ai! Teimoso ♥

    ResponderEliminar
  24. Passa pois, " o desespero do destino " só q o meu é incerto *

    ResponderEliminar
  25. Tal como tu, também és fantástico! Não apenas pelo que escreves e como escreves, mas pela pessoa que és ♥

    ResponderEliminar
  26. Por momentos pensei ler a descrição de uma vila no Missouri-mississipi assolada por tornado que traz a marca do destino pelos caminhos que percorre. Parabéns pela descrição e a mensagem subliminar de que não somos nada em face do cataclismo, fazes jus à frase "não dês a fortuna e a desgraça como certas". Abraço ^^

    ResponderEliminar
  27. Vivemos correndo por que?

    simplesmente lindo o texto.

    Levei um pedacinho para o meu blog, espero que não se importe.

    http://devaneios-fragmentos.blogspot.com/p/sentimentos-alheio.html


    abraços

    Nina

    ResponderEliminar
  28. porque não tentas conversar com essa pessoa? talvez ficasses melhor...

    ResponderEliminar
  29. Olá Paulo,
    boa noite,

    Tenha uma ótima semana.

    Abraços
    Suely

    ResponderEliminar
  30. só mais uma a dizer
    "como é verdade"

    mus bjos
    (nate)

    ResponderEliminar
  31. Paulo, que bom vc veio me visitar pq eu adorei passar aqui para não só agradecer mas para ler este texto lindo e maravilhoso!!

    Parabéns!!

    Beijos e obrigada pela dica, ok?

    flor de cristal{LB} .

    ResponderEliminar
  32. Oh! ;) Não estás longe dele Paulo!
    Ele já tinha mais experiência de vida, fazia parte de um a outra época. Mas tu, no aqui e agora, estás a desenvolver um excelente trabalho! (:

    ResponderEliminar
  33. certa agonia enquanto lia o texto...otimo por sinal!

    Obrigado pela visita...

    abração.

    ResponderEliminar
  34. Escreves em mais algum lado sem ser no blog? já pensas-te fazer disto carreira ou assim!?

    ResponderEliminar
  35. concursos, negociação com editoras!

    ResponderEliminar
  36. É verdade. Obrigada pelo teu comentário.
    Gostei do teu post :)

    ResponderEliminar
  37. se calhar está com sentimentos confusos :s
    mas tens de ter força, lutar e sorrir sempre*

    ResponderEliminar
  38. Adorei o blog, está exelente, sigo!

    ResponderEliminar
  39. sim pois é paulo à momentos em que não temos tempo para nada :s

    ResponderEliminar
  40. Não tenho grandes razões para estar contente, mas não sei porque quando ouço aquela musica quase que rebento de felicidade e emoção -.-"

    ResponderEliminar
  41. O respeito na minha opiniao é a base de tudo!
    De nada (:

    ResponderEliminar
  42. Epahhhh! Não estava à espera disso!
    Nunca esperei que alguém ficasse à espera de um comentário meu (como eu fico à espera de receber, para ler ao longo do dia seguinte, pois ajuda-me a espairecer e aliviar do dia de trabalho).
    Em relação aos teus textos, eu não faço por reparar tudo ao promenor, pois isso seria um estudo demorado, apenas sinto (ou tento sentir) o que me transmite, como tento fazer com a maioria das coisas que faço na vida (por vezes em demasia!).
    Mas se os teus textos não fossem bem estruturados e de fácil leitura (pois não são confusos e fazem sentido), não conseguiria sentir o que eles me transmitem. Só por isso já mereces o teu mérito!
    Quanto ao resto, já me apercebi que pode ser despropositado, mas não podes negar que à semelhança de um atleta, de um escritor, de um artista e muitos outros; parece-me que tu nasces-te com uma propensão para a escrita e a criatividade, pois ela "sai" instantaneamente. Tens que tentar apurar ao máximo (dentro dos limites) as tuas capacidades. É pena que não existam (pelo menos que eu saiba) de "treinadores" nem teorias de aprendizagem, para casos como o teu, pois tens muito para dar!

    Quanto ao falar ou escrever sobre Ela, eu bem que tenho tentado, mas não consigo abstrair-me!
    Mesmo tendo quase a certeza que ela está de férias (talvez bater o teu recorde de dias!)

    Já agora, agradeço-te pelo facto de me teres feito sentir bem, pelo facto de dizeres que faço parte da tua cocaína (fico mesmo contente, por saber que faço parte de algo ou alguém). Eu cá tento visitar pelo menos alguns blogs, mesmo com mais cansaço (como hoje).

    ResponderEliminar
  43. E porque não? Acho que tinha tudo para dar certo! Escreves mesmo bem, eu AMO

    ResponderEliminar
  44. sempre me encanta com palavras...

    ResponderEliminar
  45. tu também és muito simpático paulo (:

    ResponderEliminar
  46. vais para Londres? viver? :o

    ResponderEliminar
  47. Deve ser xD eu agora não a paro de ouvir, sempre que há alguma que me deixei assim é até fartar e para não ficar em baixo ;) Há que aproveitar

    ResponderEliminar
  48. Hey, Sério? Isso aí é muito bom Paulo!
    É mais uma prova de que não deves deixar a escrita de lado. Tu tens um grande talento, acredita! ♥

    ResponderEliminar
  49. há procura de algo em especial? e vais sozinho?
    desculpa tantas perguntas, mas eu adorava ir para Londres ou Nova Iorque *-*

    ResponderEliminar
  50. Aí está o problema! :/ Mas vai falando com pessoal, pode ser que conheçam alguém que te ajude nisto ;)
    A pouco e pouco, irás conseguir :')

    ResponderEliminar
  51. era bom (:
    talvez o facto de, como disseste, o vosso tempo estar a acabar, faça essa pessoa aperceber-se das coisas, quem sabe?

    ResponderEliminar
  52. tens de acreditar que não será :x

    ResponderEliminar
  53. não se deseja isso a ninguém :x *

    ResponderEliminar
  54. dizem que a esperança é a última a morrer, certo? então mantém a esperança de que tudo irá correr pelo melhor, mesmo que não seja pelo que desejas agora, no futuro irás aperceber-te de que foi o melhor para ti, vais ver (:

    ResponderEliminar
  55. Amor, não podes pensar assim!
    Vê só, há tantas obras por aí pequenas, mas tão boas! Tudo a seu tempo, não vale a pena apressar as coisas (: Acho que isso a que chamas de "livro normal" vai criar grande expectativa. :)

    ResponderEliminar
  56. vc escreve muito bem...
    gostei do texto, voltarei aqui mais vezes

    bjs.Sol


    obrigada pela visita em meu parole.

    ResponderEliminar
  57. E como é difícil recuperar o tempo perdido...

    ResponderEliminar
  58. P. gostei muito do final...Bjos, Nô

    ResponderEliminar
  59. Obrigada pela força na votação, estou na final.Conto mais uma vez com o teu voto, até domingo.
    Beijos
    Zelia

    ResponderEliminar
  60. AMEI O POST, AMEI COMPLETAMENTE O BLOG E.. TÁ LINDOO !

    ResponderEliminar
  61. Recordar velhos e bons momentos tras sempre um monte de sentimentos, que nem sempre são bons, e quanto a voltarem.se a repetir, humm duvido :s

    Mais um texto fantastico, isto o mundo anda a dar grande reviravolta, temos de aproveitar antes que seja tarde demais :)

    ResponderEliminar
  62. isso também é verdade ;s
    adoras mesmo? óh, se soubesses do quanto gosto dos teus :o para ter força é simples, basta não pensar em demasia no que nos faz mal e estar de pé firme na terra, acho que essa deve ser a única coisa certa que fiz até agora

    ResponderEliminar
  63. tem de ser assim (:
    sim, é verdade, mas mesmo que pensemos muito, acabámos por não ser esclarecidos em certas coisas, andando ainda mais em circulos. viciosos, claro xs

    ResponderEliminar
  64. Sim, Paulo claro qe sim, a esperança é a ultima a morrer, sempre se ouviu dizer :)

    ResponderEliminar
  65. eu acho que mesmo assim, no final perdemos muito! porque na verdade, andámos tanto tempo a pensar que depois nem nós mesmos sabemos sobre o quê. há mais possibilidades, eu tento ignorar, porque sei que só tenho uma vida e se ela for somente feita por pensamentos, acabado por não me sentir realizada, portanto prefiro quando for mais velha dizer "bem, fiz tudo o que tinha a fazer" penso que isso terá um sabor melhor

    ResponderEliminar
  66. Obrigado pelo apoio, Paulo. Mas às vezes não dá mesmo. Enfim, como sempre: texto maravilhoso (:

    ResponderEliminar
  67. exactamente, isso acima de tudo!

    ResponderEliminar
  68. E depois da tempestade vem a bonança..

    ResponderEliminar
  69. claro que sim, sempre sempre (:

    ResponderEliminar
  70. A sério que me sinto mesmo mal por não o puder ajudar. É uma m*rd* mesmo... Vê-lo mal, com um sonho destruído, e não puder nem sequer limpar-lhe as lágrimas porque estou longe... Enfim
    Obrigada meu amor :')

    ResponderEliminar
  71. com confiança e esperança tudo se torna mais fácil :')
    tenho esperança que possa ser menos grave do que o que aparenta.

    ResponderEliminar
  72. Oi adorei tudo aki muito lindo,estou te seguindo te aguardo no meu cantinho fique com DEUS muita luz no seu caminhoo bjo :)
    http://mariahkely.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  73. obrigada pela opinião, e pelo conselho. :)

    adorei este teu post. é fascinante a maneira como falas do destino, mas ao mesmo tempo, bastante arrepiante. está muito bom. *

    ResponderEliminar
  74. A dor vem sempre antes da felicidade. Mas depois dos grandes sofrimentos e dos sufocos vem a liberdade e uma tranquilidade leve. Tudo tem um fim. (Não penses nisto, Pali)

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *