Caixa Vermelha.

10:18

Abro aquela caixinha vermelha que me ofereceste ontem à noite. Tiro de lá um pequeno chocolate e deixo que ele se derreta na minha boca. A língua toca-o e faz com que este se desfaça mais depressa. Depois mordo com suavidade bem no centro seu centro, deixo que o recheio de limão me toque na língua e me faça uma lágrima cair de tanta acidez. Depois de mastigar o resto e chupar o chocolate que se derretera nos dentes volto a abrir a caixa e retiro o segundo chocolate.


A nossa relação é assim. No inicio um prazer enorme com umas pequenas lágrimas de felicidade, no fim uma coisa banal com autênticas cascatas a fugirem-me pelo queixo. E hoje... fizeste questão de as fazer cair novamente.

( foto por Emma-tyan . desculpem pelo post meio estranho )

You Might Also Like

62 comentários

  1. adorei, adorei, adorei.
    lindo, lindo, sem palavras :)

    ResponderEliminar
  2. Metáforas excelentes :O

    e sinceramente, Paul, não interessa se está meio estranho ou coisa do género, interessa o que sentes. Isso sim, tem toda a importância do mundo..

    gosto muitissimo de ti, beijinhos *

    ResponderEliminar
  3. não é meio estranho, eu gosto :)

    ResponderEliminar
  4. Oooie!

    Nossa amei esse post, e adorei a comparação do chocolate com a vida real... Muito bom mesmo.

    Beijokinhas da Lola *-*

    ResponderEliminar
  5. Lindooo, uma beca triste mas pronto como sempre, texto de um VERDADEIRO escritor xP

    ResponderEliminar
  6. Gostei imenso do texto e do fundo do blog ^^

    beijinho '

    ResponderEliminar
  7. que fofinho*

    já somos dois

    ResponderEliminar
  8. Que doçura...
    Tão lindos esses sentires em palavras...
    Bjos achocolatados

    ResponderEliminar
  9. SALUDOS !!BELLOS COMENTARIOS UN PLACER PASAR A VISITARTE¡¡¡

    ResponderEliminar
  10. Pois como eu te percebo!

    Os teus textos são cada vez melhores, parabéns! :D

    ResponderEliminar
  11. Pois cura :D
    Os teus textos são único +.+
    Obrigada $
    Desculpa só responder agora.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  12. Não podias ter explicado melhor! adorei :)

    ResponderEliminar
  13. adorei a frase :) eu também não gosto de andar a dizer a toda a gente de quem gosto e isso, aliás pouquíssima gente sabe de tal coisa, acho que o próprio não sabe :o

    para ti também :)

    ResponderEliminar
  14. mais um texto que eu gosto ♥

    ResponderEliminar
  15. light? como assim? o:
    de nada Paulo :)

    ResponderEliminar
  16. não , isso não resulta xD

    depois falamos melhor no messenger disto :D

    ResponderEliminar
  17. Infelizmente (ainda) não tenho essa peça! Mas fico feliz por ti :p

    ResponderEliminar
  18. A sério? oh, pensava que sim :x

    ResponderEliminar
  19. Espero bem que a força volte --
    Está simplesmente Lindo, como todos os outros ;b

    ResponderEliminar
  20. Detesto ser míope! Assim que puder faço operação a laser xD

    Lindo!! :D

    ResponderEliminar
  21. Eu também acho muito libertador, é uma maneira tão sublime de nos expressar.
    E não está nada estranho, o que interessa é a intensidade com que é escrito e a sensação de liberdade :D

    continua sempre a escrever, nem que seja só para ti, beijinhos*

    ResponderEliminar
  22. Eu também acho muito libertador, é uma maneira tão sublime de nos expressar.
    E não está nada estranho, o que interessa é a intensidade com que é escrito e a sensação de liberdade :D

    continua sempre a escrever, nem que seja só para ti, beijinhos*

    ResponderEliminar
  23. Eu também acho muito libertador, é uma maneira tão sublime de nos expressar.
    E não está nada estranho, o que interessa é a intensidade com que é escrito e a sensação de liberdade :D

    continua sempre a escrever, nem que seja só para ti, beijinhos*

    ResponderEliminar
  24. Pensei que sim por causa do post ._.

    ResponderEliminar
  25. Lindíssimo Paulo!
    Adoro o que escreves. Tudo, tudo e tudo!

    :p Continua

    ResponderEliminar
  26. importa aquilo que sentes...tem força paulo*

    ResponderEliminar
  27. Pois, mas não sei se o consigo sozinha --
    É que essa minha força que outrora era abundante era alimentada por outras forças, que julgo escasseadas neste momento, não sei como nem porquê --
    Mas Obrigado por contribuíres para o reavivar da minha Força, obrigado mesmo ;b

    ResponderEliminar
  28. esta texto tem algo de diferente, mas algo bom...conseguis-te transmitir um sentimento diferente.

    -Esta muito bem meu Lindo +.+*

    (amei a imagem)

    ResponderEliminar
  29. Mas o qure é o amor senão essa turbulência de sentimentos, não é?
    Beijo, querido.

    ResponderEliminar
  30. Olá!
    Gostei daqui e agora te sigo!
    Beijos meus

    ResponderEliminar
  31. Perfeito...
    Achei bem bacana...
    Abraços

    ResponderEliminar
  32. .

    Que tão lindo, menino encantador de palavras!

    Metáforas usadas com sentimentos, nos passando exatamente o sentido real.

    Lindo!!

    Saudades desse teu cantinho.


    Beijos pra ti.

    .
    .

    ResponderEliminar
  33. oh paulo, podes crer que é :\
    lindo, lindo!

    ResponderEliminar
  34. Cair no mesmo erro não é produtivo! ;)

    Beijo

    ResponderEliminar
  35. Está um verdadeiro mimo, gostei !

    ResponderEliminar
  36. Tens toda a razão. E eu já sai do buraco :D
    Não sou pessoa para andar triste, eu gosto é de rir e sorrir! :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  37. A sério? ahah, é demais $: eu ganho sempre (a)

    ResponderEliminar
  38. Não está estranho
    Adorei tipo ta msm lindo *.*
    e gostei do toque do chocolate(a)

    ResponderEliminar
  39. Olá !
    Gostei do teu blog. Pode seguir o meu blog ?
    http://xxx-memories-xxx.blogspot.com/
    Ficarei feliz em ver você lá no meu cantinho !

    Obrigada pela atenção, Beijoos ♥

    ResponderEliminar
  40. Não sou muito gulosa... mas hoje até já comi chocolate... :)

    Surpreendeste-me com este texto... uma delícia para o paladar mas por vezes um sabor amargo no coração...
    Saboreia-se do início ao fim... e desta vez o amargo é o sabor que fica...

    Gostei dos sentires que desencadeaste neste texto... o doce e o amargo... duas faces da mesma moeda.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  41. Obrigado por toda a Força que me tens dado*
    E Obrigado por todas as palavrinhas doces e carinhosas com as quais me tens presenteado ...
    Beijo (:

    ResponderEliminar
  42. nunca fui muito de meter conversa com as pessoas, então com o trabalho que tenho tido da universidade, muito menos. prometerei falar contigo assim que possível *

    ResponderEliminar
  43. sei bem o que isso é, comigo passa-se exactamente o mesmo :/

    ResponderEliminar
  44. É verdade, Pali. Ás vezes as coisas ficam mesmo amargas mas sei que vais encontrar o teu açúcar. Não percas a esperança, Pali. Tá lindo.

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *