Um Obrigado a quem fica!

18:53

Ultimamente encaro a minha vida como um comboio, cheio de embarques e desembarques. São colocadas as bagagens, os casacos e chapéus e finalmente os corpos escolhem um lugar onde se sentar. Abrem o jornal ou colocam os phones e escolhem uma playlist no ecrã minúsculo do telemóvel, tiram uma sandes amassada do bolso ou, simplesmente, decidem permanecer em silêncio e desfrutar da viagem. 

Às vezes recebo passageiros tão calados e misteriosos que nem dou pela sua presença. Entram numa estação e saem noutra sem causar nenhum tipo de impacto. E às vezes recebo uns que com, simpatias, pintam de alegria e sorrisos a carruagem. Há os antipáticos, os sorridentes, os carrancudos, os sonhadores, os cabisbaixos e outros tantos. Todos compraram bilhete e todos sabem a altura ideal para desembarcar.

De quando em vez é esquecida uma mala, um pacote misterioso, um casaco. Deixam-se cair memórias pelos corredores e bancos, fotografias, sonhos que disso não passam, sorrisos escondidos, histórias de amor, aventura. Desejos, pedidos ou insultos e decepções. Nada é reclamado e assim se passam histórias entre passageiros e este comboio cuja viagem não acaba nunca na próxima estação.

Mas de outras vezes, outros, decidem pagar uma viagem como quem paga um café: e o resto logo se vê. E, então é a esses passageiros que me dedico e relaciono sem fim para que a chávena não fique nunca vazia. Agarro-me ao passageiro que me enche mesmo que a carruagem esteja vazia. Prendo-me às bagagens que trás e partilha, sejam sonhos ou sorrisos. É desse tipo de passageiros que o meu comboio tenciona apanhar. Desses que permanecem em mim mesmo podendo ter saído numa ou noutra estação lá atrás.




You Might Also Like

26 comentários

  1. A vida tem que ser mesmo encarada dessa forma! Gostei muito!

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito deste texto :)

    ResponderEliminar
  3. Que delícia foi ler essa crônica, Paulo.
    Gostei muitíssimo.
    Beijos!!!

    ResponderEliminar
  4. Eu também gosto mais destes.:)
    Bonita metáfora para a vida. Nessa viagem encontramos de tudo e vez ou outra aparece alguém que faz parecer que a vida faz sentido e vale a pena ser vivida.

    Um beijinho, Paulo.

    ResponderEliminar
  5. A blogosfera ajuda muito, é um mundo à parte e acaba-se por criar amizades pena serem sempre tão distantes :s

    ResponderEliminar
  6. É assim a vida, há quem entre e sai e nem damos por isso. Outras vezes, sentimos saudades ou ficam um história

    ResponderEliminar
  7. São esses passageiros que dão encanto à viagem!
    Que bonito *.*

    r: Muito obrigada <3

    ResponderEliminar
  8. A analogia comboio/vida está brilhante. Nunca tinha pensado nesses termos, mas tens toda a razão. Se fosse a catalogar todas as pessoas que, a dada altura, pertenceram ao meu quotidiano, iria encontrar os mesmos tipos que referiste. Novamente, excelente texto :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  9. É um belo jeito de ver vida!
    Me identifiquei bastante...

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  10. Gostei imenso do texto :)
    A vida é assim mesmo, mas acho que só nos apercebemos dos verdadeiros amigos quando estamos num momento mau, pois os que se preocupam ficam connosco e os outros simplesmente vão embora sem dizer nada...

    ResponderEliminar
  11. Surpreendeu-me mais que o primeiro. :)

    ResponderEliminar
  12. Uma comparação super bem feita. Fizeste-me pensar sobre a vida, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  13. r: sem duvida :) Os animais são sempre fieis...

    ResponderEliminar
  14. E há passageiros que ficam para trás, mas que naquele momento fizerem todo o sentido. E foi bom terem existido.

    ResponderEliminar
  15. OI PAULO!
    NOSSA, QUE TEXTO LINDO, REPLETO DE SENTIMENTOS, ESTE SAIU DA ALMA MESMO, AMIGO.
    ABRÇS
    -
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Muito obrigado :D Também é das minhas cores favoritas :D

    Sem dúvida que devemos encarar a vida desta forma. Identifiquei-me muito, mas mesmo muito com o texto :) Obrigado!

    NEW TREND ALLERT POST | Faux Fur plus Inspirations
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  17. Olá, obrigada pelo comentário já sigo o blog.
    Temos de encarar a vida como uma viagem, bom texto.

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Muito bonito o texto, belíssimo! Abraços!

    ResponderEliminar
  19. Obrigada pelo comentário ;)

    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Sim, eu precisava embarcar nesse comboio exatamente hoje, e deixar o meu "Uau, adorei" por aqui. Um abraço!

    ResponderEliminar
  21. Uma excelente perspectiva!

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *