Não quero mais isto.

05:50

Eu não quero mais isto. Quero quebrar esta rotina enfadonha e doentia. Quero limpar as lágrimas e voltar a vestir um sorriso, calçar os antigos sapatos e combinar comigo mesmo um passeio pela calçada da descoberta e de novos trilhos. Chega de dor, de sofrimento, de desilusão. Chega de me sentir refém de todo este sofrimento e destes "mini ataques de coração" que sofro ao ouvir o teu nome. 

Então eu decido agora que não quero mais isto.
Por vezes eu acreditei que tudo poderia resultar. Cheguei a culpar-me e a martirizar-me, pedia desculpas até quando era eu a cair. Acreditei fielmente que errei a cada passo, a cada sussurro. Mas agora sei que não. Eu erro, eu caio, eu peço desculpas, eu levanto-me. Sou humano feito de muito mais que carne e osso, sou energia, sou eterna história e eu mereço ser feliz, mereço ser amado, ser cuidado e desejado, mereço não ter medo e me poder  sentir inteiro.

Eu só quero manter a imagem que tenho de ti. O teu sorriso, os teus olhares. As tuas conversas, as tuas histórias, os teus suspiros. Os teus passos, os teus abraços, os teus toques. Os teus beijos, os teus desejos. 

Mas estar ao teu lado mostrou-me o quão frágil consigo ser, o quão insuficiente sou, o quão louco sou. Mas chega disto. Não quero mais sentir-me um boneco nas tuas mãos e viver com o peso do mundo nos meus ombros pensando que o problema sou eu. Não vou mais rastejar nem andar de joelhos, não vou mais cair no mesmo buraco nem me perder neste labirinto de medo. Preciso do ar que me tiras, preciso da esperança que me roubas.

E eu perco o chão, perco o tempo e a razão. Quero viver, não me quero esconder neste sentimento. Não quero mais lágrimas e desespero. Não quero mais te incluir na minha dor que virou rotina e no meu sofrimento quando na verdade só felicidade te desejo. Só bem te quero, só amor te tenho.

Mas já chega. Eu não aguento mais isto.

You Might Also Like

20 comentários

  1. « A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

    Todos nós somos de carne, osso e alma. Uns muito mais.
    Um texto de amor e certezas.
    abraçogrande

    ResponderEliminar
  2. Chega a uma altura em que temos que nos impor. Recusarmo-nos a ser marionetas nas mãos de quem amamos. O amor não é isso. E muito menos o é o amor-próprio, que nunca poderemos perder.

    Adorei! Tu és incrível <3

    ResponderEliminar
  3. Não tens que agradecer, sabes que é de coração <3

    ResponderEliminar
  4. A gente comenta e não é salvo?
    Tem alguma coisa errada por aqui, nos comentários.

    ResponderEliminar
  5. O amor nos trás felicidades,não medo,tristezas e dor.
    É como você descreveu;Não aguento mais...
    As vezes precisamos dá a volta por cima,e recomeçar.
    Lindo texto,beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Respira, inspira, não pira! Talvez não seja o final para esse amor tão intenso que aqui descreve. Amor nem sempre trás as melhores coisas, nos seus dias mais cinzentos é também capaz de nos levar à forma mais amarga de viver. Força e calma :) Gostei do blog, um beijinho

    ResponderEliminar
  7. r: Eu ainda não sei se é tudo uma amizade apenas do outro lado. Mas se for, irá custar-me tanto como tu mencionaste.
    Dar o primeiro passo para seguir em frente, é dizer mesmo "basta". Acho ótimo dares um passo em frente e levantar o queixo pois a vida é para ser aproveitada mesmo com quem nos ama. Mas principalmente, que amemos a nós mesmos e gostemos de nós. Pois cada um tem o seu valor e mereces, sim, mais. Adorei o texto, cada palavra com o seu peso :)

    ResponderEliminar
  8. « A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. » Concordo tanto mas tanto com esta frase. Muita força!

    ResponderEliminar
  9. O amor próprio sempre precisa vir em primeiro lugar, para que possamos nos sentir seguros para lidarmos com os dissabores da vida!
    Belo texto!
    Grande abraço, sucesso e ótimo final de semana!

    ResponderEliminar
  10. Há amores que não valem a pena.
    Gostei muito.:)

    Beijo.

    ResponderEliminar
  11. Espero que tudo esteja melhor :)

    ResponderEliminar
  12. Que lindo texto... não conhecia seu blog e este foi um excelente jeito de começar a conhecer! Não sei se é um texto autobiográfico, mas é cheio de emoções e amores, lindo mesmo!
    O trechoquemais gostei foi: Mas estar ao teu lado mostrou-me o quão frágil consigo ser, o quão insuficiente sou, o quão louco sou"
    ja me senti assim muitas e muitas vezes no passado!

    ResponderEliminar
  13. r: Verdade. Que o tempo nos devolva todos os momentos que estão a ser perdidos.

    ResponderEliminar
  14. Bom dia Paulo.
    Desejo a você! Uma ótima semana,com muita paz e amor.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Paulo, trabalhar em Bancos, no pais que vivo, infelizmente,deve ser mesmo um terror.

    ResponderEliminar
  16. Paulo, trabalhar em Bancos, no pais que vivo, infelizmente,deve ser mesmo um terror.

    ResponderEliminar
  17. Seguir por vezes é o mais acertado!

    ResponderEliminar
  18. Identifico-me tanto neste texto :x

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *