Dois Copos.

02:28

O primeiro copo foi doce, criado de ilusões, sorrisos às vezes pouco honestos e mentirinhas piedosas. Mas não deixa de ter os goles mais deliciosos de todos. O segundo ainda dá para saborear melhor, porque já há desejo de beber cada vez mais. E vai-se bebendo. Trago por trago, que nos lábios se mate a saudade. O terceiro copo já veio um pouco diferente, larguei-o na mesa para que alguém desaparecesse com ele, um copo de problemas, discussões e dúvidas. O quarto acaba comigo, dá-me uma reviravolta ao estômago, ao peito, à cabeça e penso que já não quero mais. O último gole fica-me nos lábios, não sei se com vontade de consumir ou já consumido em demasia.

E então trocam-se-me as voltas.

O primeiro gole prende-se nos meus lábios, não quero engolir, amarga. O segundo é um pouco diferente, deixa-me tonto, escorre o alcóol pelo meu queixo. Não quero mais. O terceiro tenta fazer-me esquecer e noto que a música está cada vez mais alta e o som das pessoas à minha volta se dissipa cada vez mais quando bebo deste copo. O quarto já sabe pelos outros todos. Acostumei-me ao sabor, à vontade de beber e só posso querer mais! E o último, definitivamente o melhor. Bebe-lo-ia pela noite fora, agarrando-o nas mãos cansadas, desejando que não tivesse fim. Doce.

Bebendo de copos diferentes. De coisas diferentes. Seja amor, seja bebida...

- Garçom, traga das duas, desta vez.


You Might Also Like

12 comentários

  1. Fico sempre sem palavras quando te leio. A tua evolução constante é mesmo fascinante. Escreves tão, tão bem *.*

    ResponderEliminar
  2. Já te disse que a forma como escreves é fascinante? Quando termino há sempre aquele pensamento "oh, agora tenho que esperar por mais". :)

    ResponderEliminar
  3. De nada :) Foi de coração.
    Não páres de escrever!

    ResponderEliminar
  4. Adoro a forma como jogas com as palavras :D parabéns!

    ResponderEliminar
  5. É a primeira vez que aqui venho e fiquei fã! Adorei!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  6. r: Aceito a companhia :D

    Não há qualquer problema!
    Tivesse eu um balão e eras muito bem-vindo <3

    ResponderEliminar
  7. venha lá mais um copo para este canto também :)

    ResponderEliminar
  8. r: Hoje, sem falta, adiciono-te. Pode ser? :)

    ResponderEliminar
  9. Saia mais um copo para a mesa do canto

    ResponderEliminar
  10. Grande texto ! :) há uma altura em que não se consegue já parar de "beber"..:)

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *