Toque de Nada

05:43

Agarrava-se ao telefone esperando por notícias. Pelo toque ensurdecedor e repetitivo daquele aparelho chato. Os pés descalços, sujos, indicavam o desmazelo, a despreocupação. As calças colocadas por cima do joelho onde os pêlos, emaranhados, não alcançavam, apresentavam nódoas de bebida. A blusa inexistente naquele corpo caído, naquela vontade pelo nada. Encostado a uma parede deixava-se cair na solidão, uma e outra vez. Num vazio que era tão cheio daqueles pesadelos, daquela falta de emoção, daquela sua fraqueza que - por vezes - o enojava de si mesmo. Lavava-se em preocupações sem nunca secar as desilusões que restavam pelos cantos do corpo. Escondia-se da luz do sol enquanto o observa-va a pôr-se, no infinito, queimando as casas alcançadas e gritando no silêncio que o dia de amanhã poderá ser diferente. Mas não lhe importa, ele não se importa. Deixou de se importar com tudo, deixou de se importar com ele mesmo e agora só espera. Não sabe pelo que espera mas continua a esperar. Talvez que a surpresa o apanhe, porque com aquelas mãos descaídas pelo telefone, ele não consegue apanhar mais nada se não o vazio do próprio pensamento...


You Might Also Like

13 comentários

  1. Lá isso é verdade, ficamos sempre com algo por aprender ou por nos apercebermos ..

    ResponderEliminar
  2. Não estranhamente triste! Vontade imensa de dar um abraço na protagonista e acalmar sua ansiedade... os braços estão abertos!

    ResponderEliminar
  3. Adoro todos os teus textos!

    ResponderEliminar
  4. Engraçado como muitos ficam ansiosos pelo telefone tocar ou o celular, que toque por uma ligação ou uma mensagem, o bom que podemos escolher nosso toque com uma música que gostamos e nem sempre o típico toque do telefone para variar essa espera. Assim, aguardando a surpresa do destino com sua bondade e maldade.

    Coisas da vida

    ResponderEliminar
  5. oiiii.
    estava passeando na blogosfera e achei seu blog; adorei!
    o tema e as postagens são diferentássos!!!
    ah, vc pode votar em mim num concurso que estou participando? aqui:
    http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=33137813
    mt obg viu? sua ajuda é demais!!! X3

    ResponderEliminar
  6. É impressionante como abdicamos de nós pelos outros, sem garantias, nem certezas, deixamos de ser por quem não o deixaria por nós.

    ResponderEliminar
  7. Se é.. Fantástico mesmo! Obrigada :)

    ResponderEliminar
  8. Tens toda a razão, muito obrigada! :) estará sempre presente claro*

    ResponderEliminar
  9. Já estava cheia de saudades dos teus textos mais que perfeitos *-*
    Adorei o novo "look" do blogue. Fantástico!

    ResponderEliminar
  10. Quem espera pelo nada alcança tudo.
    Belo texto!

    ResponderEliminar
  11. - gosto do teu blog * sigo, segues de volta? :3

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *