Um nada de nada.

15:47

A vida não costuma exigir demasiado. Eu é que costumo pedir de mais e tento não estabelecer prioridades erroneamente. Mas o que é erróneo não tem de estar totalmente errado. E se desejar os seus lábios é estar errado então despejem-me num lar de almas caducadas que este mundo já não é merecedor da minha insolência. Podem vir ventos contra o meu barco à vela pois não é a embarcação robusta o ponto forte mas sim os seus tripulantes. São as pequenas almas que retêm as enormes ambições, que nutrem os gigantescos sentimentos e procuram extravagantes felicidades. Já as ideias, nunca faltaram para a minha pequena vontade e o sentimento nunca se esconderá pelo meu coração. Os lábios que outrora desejei tocar são os mesmos que desejo beijar e a alma que necessito de abraçar é a mesma que outrora perguntei amar-me. Não tenho por hábito percorrer trilhos com a ajuda do vento porque não me sinto desumano o suficiente para que não consiga escolher por onde seguir pois o vento decide, o vento leva e o vento já não trás. Apenas alma fraca se deixa ir pela maré sem gostar da corrente. E eu não sou da categoria que se deixa cair pela dificuldade da vida; sou da categoria que se compromete com o errado, sobe para a pequena ilusão e não deixa que o destino escolha o caminho. Prefiro ter noção daquilo que faço, das necessidades que tenho e do amor que nutro pois quando o coração deixar de bater vou ter tempo suficiente para ser comandado por tudo aquilo que repugno.



[ Peço que votem em mim numa competição que se prolongará até Julho. Conto convosco. O site é: ESTE e precisam de fazer Login With Facebook (na barra azul no canto superior direito) e depois clicar em Votar debaixo da fotografia. Obrigado! ♥ - É UM VOTO POR DIA ]

You Might Also Like

103 comentários

  1. "E eu não sou da categoria que se deixa cair pela dificuldade da vida; sou da categoria que se compromete com o errado, sobe para a pequena ilusão e não deixa que o destino escolha o caminho." És maravilhoso Paulo :') * beijinhos

    ResponderEliminar
  2. eu para ti sou sempre fantástica :o

    ResponderEliminar
  3. abusas sim :o

    gosto dessa tua força *-*

    ResponderEliminar
  4. Sim, gostei muito... e também gostei bastante deste*.*

    ResponderEliminar
  5. Para pessoas como tu, que escrevem desta forma, não existem exageros. Existe a sensação de que nos falta algo para definir o que lemos! <3 *

    ResponderEliminar
  6. "E se desejar os seus lábios é estar errado então despejem-me num lar de almas caducadas que este mundo já não é merecedor da minha insolência." adorei mesmo.
    e és querido és (;

    ResponderEliminar
  7. Ahh, sim, eu desde pequeno que adoro história e reinos e essas coisas assim. Estão ali anos de trabalho naquele país! xD E sim, é grande xD Queria que fosse +/- do tamanho dos EUA mas muito à Europa, sempre adorei a Europa!
    E obrigado :D

    ResponderEliminar
  8. Srry!! Foi falta de atenção :|
    Peço desculpa Paulo :|

    ResponderEliminar
  9. queimar talvez não. Mas ficam bem arrumados numa gaveta a sete chaves para não voltar a olhar para eles ;)

    ResponderEliminar
  10. Acho a forma como escreves extremamente bonita, gostava muito que os rapazes com os quais eu me dou escrevessem tão bem como tu :p
    tens uma sensibilidade impressionante, deixas-me encantada!

    «o vento leva e o vento já não trás.», adorei, mesmo!

    ResponderEliminar
  11. Alguém que me entende :')

    btw: está lindo Paulo :)

    ResponderEliminar
  12. "...e a alma que necessito de abraçar é a mesma que outrora perguntei amar-me."

    Que dizer mais, Paulo? A poesia percorre sempre o teu discurso :) Um abraço assim___ ah... e está votado :)

    ResponderEliminar
  13. Maravilha ... cada palavra ... cada frase es realmente fabuloso :) ! eu queria votar mas não tenho facebook ! :(

    ResponderEliminar
  14. agora deixaste-me à nora :o

    ResponderEliminar
  15. ai paulo, paulo... que maravilha ! que saudades que tinha de ler os teus textos !

    ResponderEliminar
  16. a quem o dizes Paulo. é difícil ser-se forte

    ResponderEliminar
  17. Obrigada, Paulinho :)
    Por isso eu disse que acho que ainda não o vivi, porque ainda nada me marcou realmente ...

    ResponderEliminar
  18. ahah, mas admite que sou fantástica (a) AHAH

    ResponderEliminar
  19. A mim não era bem fantasia, mas mitologia. Adorava a mitologia grega e egípcia! Depois passei-me a interessar bue pela idade média e agora gosto bue de diplomacia! xD
    (Pancas...) A minha Europa, gosto disso x)

    ResponderEliminar
  20. Todos nós queremos sempre mais da vida, podendo tornar-se assim uma coisa boa ou má...
    Abraço :)

    ResponderEliminar
  21. "quando o coração deixar de bater vou ter tempo suficiente para ser comandado por tudo aquilo que repugno."

    está mesmo bonito, parabéns *.*

    ResponderEliminar
  22. Amei! Principalmente o fim do texto, diz tudo $:

    ResponderEliminar
  23. ahah, eu também tenho ;)

    ResponderEliminar
  24. Mais uma vez um bonito texto, sempre escrito com base numa forte mensagem e tema! boa escolha!
    abraço :D

    ResponderEliminar
  25. Como poderia não gostar? :c
    ahah, são mesmo $:

    ResponderEliminar
  26. Tive que ir ver o que era "erróneo" mas agora já entendi,a medida que li tudo, e adorei!
    Principalmente isto, "quando o coração deixar de bater vou ter tempo suficiente para ser comandado por tudo aquilo que repugno."




    -em relação ao magoares, isso é ser mauzinho, tens de aprender a ser mais frágil entendes? (:

    -Exactamente, quando amas e não és compensado ter o coração assim é óptimo ;c mas quando amas e vives esse amor ainda bem que não tens o coração "em branco" ! (:

    ResponderEliminar
  27. Parece que nunca mais chegam :s

    ResponderEliminar
  28. óh, a sério que és mesmo !
    - já votei em ti (;

    ResponderEliminar
  29. Ainda me faltam duas semanas! -.-

    ResponderEliminar
  30. amo o que escreves, amo as tuas palavras, e o mais importante dos importantes, Amo-te irmão lindo <3

    ResponderEliminar
  31. a sério que és.
    - espero que ganhes, o texto está lindo

    ResponderEliminar
  32. Na verdade a gente exige muito e muitas vezes não faz o tanto pra merecer,,,muitas vezes tudo tem seu tempo certo de acontecer,,,de chegar,,,,de sonhar....abraços meu amigo e uma semana de muita paz pra ti...

    ResponderEliminar
  33. ahah, concordo xD

    a força que transmites nos teus textos Paulo :b

    ResponderEliminar
  34. Ainda bem que entendes (:

    Exactamente, ser o que sempre fui, eu mesma! Foi um sentimento estúpido entendes $:


    Obrigada!
    Menina Sorridente? :b Porque? (x

    ResponderEliminar
  35. adorei o texto, adorei o blogue e vou seguir (:

    ResponderEliminar
  36. adorei o texto, adorei o blogue e vou seguir (:

    ResponderEliminar
  37. Escreves muito bem, parabéns (:

    ResponderEliminar
  38. Deixa tar que eu também só vou ter cerca de 15 dias de férias

    ResponderEliminar
  39. não precisas de agradecer, escreves mesmo bem (:

    ResponderEliminar
  40. não precisas de agradecer, escreves mesmo bem (:

    ResponderEliminar
  41. Sim vou, é uma forma de juntar algum, e de não estar 3 meses em casa sem fazer nada

    ResponderEliminar
  42. Não, não estas enganado, dizem que sou uma pessoa bastante forte mesmo com muitos problemas :s
    E muito sorridente , isso sempre!

    ResponderEliminar
  43. Que poder das palavras. Gostei muito dos textos e do blog de maneira geral. Te seguindo e sempre estarei por aqui. Dps visite o meu blog:


    http://deletrasasentimentos.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  44. meu deus, deixas-me sem palavras, paulo.
    é tão delicada, cada palavra tua que aqui fica escrita. é realmente belo. $:

    gostei imenso. bom trabalho. :)

    ResponderEliminar
  45. Acho que sim, talvez anda de uma revisão.. mas nada de mais :)

    ResponderEliminar
  46. realmente, eu vivo rodeada de "idiotas" que se querem mostrar fortes, enfim!

    o meu texto parece para um he, mas é para uma she :$
    é para a minha melhor amiga, quer dizer, ex-melhor amiga :x

    obrigada *.*

    ResponderEliminar
  47. Há muitos estudantes que nas férias vão trabalhar, eu é a primeira vez.. mas sempre é melhor que ficar fechada em casa

    ResponderEliminar
  48. fico contente :)
    meu deus, deliciei-me com este texto! transmite uma força admirável!

    ResponderEliminar
  49. Uii calmissima, com os emigrantes que chegam :P

    ResponderEliminar
  50. não estava a perceber trengo, unf :c

    porque não havias de acreditar? o:
    sou eu que digo (a)

    ResponderEliminar
  51. está surpreendente paulo , adorei :) *

    ResponderEliminar
  52. tenho pois :)

    ainda bem que percebeste :p

    ResponderEliminar
  53. É da categoria dos fortes! Além de não se deixar abater, mantém firme seus ideais e seus belos sentimentos.
    Tenho votado em você, porque merece.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  54. é bem precisa*, obrigada :')

    ResponderEliminar
  55. e saio daqui, mais uma vez, com as lagrimas nos olhos.

    ResponderEliminar
  56. muito bom ler, lindo teu texto, teu pensamento.


    Beijos!

    ResponderEliminar
  57. Querido Amigo Paulo.
    Carinhosamente venho avisar você que você esta representando Portugal nos homenageados do meu blog.
    Uma linda segunda beijos amiga para sempre,Evanir.

    ResponderEliminar
  58. Talvez essa isso mesmo, tenho que o descobrir melhor.
    Adorei :$

    ResponderEliminar
  59. És sem sombra de dúvida, O Pensador…
    Serei sem sombra de dúvida uma “devoradora” do teu sentir, pelas palavras … entendo-as como tu não imaginas, leio-as, e saboreio-as como se minhas fossem.
    As almas andam “caducadas”, as almas dos “outros” daqueles que não entendem o verbo sentir … eu sinto, tu sentes, ele sente … não o sabem conjugar porque simplesmente não tem de ser assim.
    “Os lábios que outrora desejei tocar são os mesmos que desejo beijar e a alma que necessito de abraçar é a mesma que outrora perguntei amar-me”.
    Os trilhos são percorridos, são, porque o vento traz-nos á memória o que passou e jamais voltará…ou não…traz-nos á memória o instante que pode vir, e advir do momento, do que foi será ou não voltará a ser…Hope! Ter muita, e “dreams”, mais ainda, porque nós os outros aqueles que vivem, sonham fora do Mundo e dentro de um mundo desconhecido…
    Somos.
    Eu deixo-me ir pela maré, verdade … mas hoje a maré que me leva e eleva, é a ondulante e mágica. Mar!
    Beijo Paulo n´oteudoceolhar.
    (perdoa as palavras …culpa? Tua e do Piano ;))

    ResponderEliminar
  60. Já fiz a minha boa acção do dia xD Já lá fui e já votei ahah

    Só uma pergunta: a foto que tens lá... aquele sitio, lembra-me o Jardim do Cerco aqui de Mafra. Por acaso não foi ali que tiraste a foto ou assim? Provavelmente não, mas perguntar não custa ;)

    Um beijinho* e boa sorte =)

    ResponderEliminar
  61. Um belo inicio de semana pra ti meu amigo,,,abraços.

    ResponderEliminar
  62. Sim, esta minha panca não faz mal a ninguém xD
    Então qual é a tua panca? xD

    ResponderEliminar
  63. Um bela poesia,com versos profundos que enfeita a tua alma.Ao vestir-se de palavras você compos com riqueza o mais belo manto. Parabéns! Um ótimo começo de semana. Estou indo dar meu votinho pra ti.

    ResponderEliminar
  64. oh , nao mudavas nada. o texto já está perfeito (;

    ResponderEliminar
  65. "São as pequenas almas que retêm as enormes ambições, que nutrem os gigantescos sentimentos e procuram extravagantes felicidades."

    Que lindo!

    Hoje tive o prazer de conhecer este blog. Já sou fã.

    Abração.

    ResponderEliminar
  66. que blog tão fofinho! estou a seguir, gostei imenso disto aqui :)

    ResponderEliminar
  67. Por acaso até costuma ter bastante movimento :P
    Obrigada*

    ResponderEliminar
  68. Não! vou fazer amanha de biologia.

    ResponderEliminar
  69. de nada mesmo :)
    como estás hoje ?

    ResponderEliminar
  70. mas ter ciúmes de uma amiga que se dá muito com a pessoa que agente gosta, é muito mau :\
    obrigada!

    ResponderEliminar
  71. Paulo

    A Sociedade actual só se reclama Direitos.
    Deveres, é algo desconhecido ou muito distante.
    Boa tese de Reflexão
    Parabéns e muito grato pelas tuas Palavras.

    Abraço

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  72. já te disse que é impossível nao gostar dos teus textos *-*

    ResponderEliminar
  73. ahah, mas mais vale assim do que não entenderes, certo? :p

    ResponderEliminar
  74. Também adoro queijo! Como aquilo sem pão e tudo xD
    Muito Obrigado Paulo :D

    ResponderEliminar
  75. AHHH! Eu não sabia que podia votar todos os dias. Tentarei me lembrar!

    ResponderEliminar
  76. Que querido :') E tu também, estou aqui para o que precisares!

    ResponderEliminar
  77. Em 1º lugar quero dizer-te que apesar de não estar a ser tão assíduo quanto costumava ser, que ainda não falhei nenhum dia na votação. (Até mesmo num dia desta semana que estive que trabalhar no local de trabalho para lá das 22).

    Quanto ao teu texto está poético e dramático, dá quase a sensação de um relato de um poeta apaixonado perdidamente e que esta paixão é tudo na sua vida. E julgo que será um pouco assim que te sentes (pelo menos quando escreves-te o texto).

    Vou continuar a ler os outros textos...

    ResponderEliminar
  78. foi este :p inspiraste-me com a primeira frase ! quando li, achei ideal para dizer aquilo que queria à pessoa que queria acerca do que aconteceu há umas noites atrás :)

    sim, és uma inspiração rapaz. e como fonte de inspiração, o mérito é todo teu ahah.

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *