Guerrilha de corações.

09:31

Nada ninguém lhe dava. Limitava-se a rir sem vontade e a lançar sorrisos como se fossem expirações de ar quente. Andava aos saltos e limitava-se a sentir verdadeiramente a amizade pura mediante abraços e beijos e alegrias. Nunca sentia que algo lhe faltava mesmo sabendo que estava vazio, nunca se importou. Para quê amar uma pessoa quando podemos amar várias? Infelizmente um dia tudo mudou e quase tudo lhe deram. O seu coração encontrou um pequeno barraco à beira mar onde o poderia deixar viver em paz mas sem conforto. Dentro desse barraco algum outro coração vivia e, com um enorme sorriso e olhos simpatizantes de um beijo no pescoço, pediu-lhe que permanecesse e esperasse até ao dia em que pudesse desenvolver um amor sincero. E o que é certo é que o coração de visita não abandonou o outro, nunca... Até sentir que o barraco era insuficiente e não poderiam viver escondidos e muito menos a alimentar esperanças que o outro coração lhe atirava e depois rasgava como simples folhas de papel. Desde então, o amor que agora só existia entre um para com o outro e os sorrisos sinceros e complementares, um do outro, foram substituídos pela vaga solidão e amargura que, ao coração vadio, lhe preencheu a vida. O que é certo é que este coração pediu-lhe para ficarem sempre juntos e, agora, parecia que não convinha ao outro e por isso... um dia... o coração desapareceu do barraco deixando o proprietário de mãos a abanar e decidiu reconfortar-se no peito dos amigos que sempre e sempre lhe mostraram o valor que transpunha. 

Para trás deixou a areia marcada com as suas sandálias e uma pequena flor sem pétalas para mostrar ao outro que tudo aquilo que lhe dera, estava ali. Tudo e nada.

You Might Also Like

107 comentários

  1. Está tão lindo Paulo! É tão mau quando esperamos e o outro não sabe reconhecer o nosso valor nem o amor que temos por essa pessoa :x
    Muito bom :)

    ResponderEliminar
  2. amei, amei , amei *-*
    acho que é um dos teus melhores textos na minha opinião Paulinho!

    ResponderEliminar
  3. adorei o texto. muitos parabéns :)

    ResponderEliminar
  4. pra tras deixou muito mais! pois a vida é feita de pessoas, e todas as pessoas sao importantes umas mais outras menos, umas plas boas razoes outras pelas mas, mas o importante é que com cada pessoa com que nos cruzamos aprendemos e ensinamos! de modo a que levem um pouco de nos e a que recebamos um pouco delas :P

    ResponderEliminar
  5. obrigado!
    gostei do texto (:

    ResponderEliminar
  6. Férias (:

    Que barraco era esse?

    ResponderEliminar
  7. A verdade é que só damos valor quando perdemos. =/

    belissimo texto. =D

    bjos

    Nina

    ResponderEliminar
  8. A verdade é que só damos valor quando perdemos. =/

    belissimo texto. =D

    bjos

    Nina

    ResponderEliminar
  9. Os corações têm sempre lugar ;]

    ResponderEliminar
  10. Acho que o videoclip está bastante bem feito! Aquela história toda que se desenrola e depois o final um pouco caricato... Adorooo também :D

    ResponderEliminar
  11. Gostei mesmo :)
    irei fazer isso ihih :b
    beijinho *

    ResponderEliminar
  12. Eu tive um pouco de "pena" da rapariga, confesso, mas acho que está feito de uma forma cativante, por contar uma história :)

    ResponderEliminar
  13. É muito, sem duvida! mas esta foto é de Vila Verde, onde eu vivo mesmo! que fica a uns 10km de Braga mais ou menos :)

    ResponderEliminar
  14. lindo o texto, para variar. se este menino não fizer da escrita a sua vida, eu não me chamo andré cabacinho :3

    ResponderEliminar
  15. Talvez ... olha de novo me deixas te a xorar com os teus textos amo a tua escrita e a forma como te expressas continua a escrever assim ainda podes vir a ter um grande futuro a escrever romances, tragédias e assim. Beijo e abraço forte <3

    ResponderEliminar
  16. Está lindo. :o
    É super mau quando não reconhecem o nosso valor mas não se pode desistir da felicidade, porque, mais cedo ou mais tarde, ela aparece sempre. (:

    Dalila *

    ResponderEliminar
  17. gostei mesmo do texto (:

    ResponderEliminar
  18. Sem dúvida que é, gosto muito mais disto que de Braga mesmo! ;D

    ResponderEliminar
  19. este dom nasceu contigo, odeio-te <3
    btw, o texto está tão ou mais lindo que os outros !

    sempre aqui <3

    ResponderEliminar
  20. é o vosso mal, nunca vêm ao norte! não sabem as coisas lindas que perdem ;)

    ResponderEliminar
  21. concordo e dizem que sou 'boa' a ler os olhos das outras pessoas.
    eu também acho que quem ama espera, mas, embora não tenha passado por nada assim, dizem que mesmo que se ame, um dia também se cansa de estarmos sempre à espera :s

    ResponderEliminar
  22. a nossa turma é muito feliz, ahah! pequenos em altura, só se for (a)

    pois é, pois é. ui, muitos mais!

    gostei*

    ResponderEliminar
  23. de nada, Paulo.
    gostei mesmo deste texto, a sério, tão simples mas tão profundo (:

    ResponderEliminar
  24. é como se diz: Só se dá valor as coisas quando já não as temos
    Adorei o texto*.*

    ResponderEliminar
  25. aquela pessoa também não te odeia!! tenho a certeza!

    felizmente abri os olhos..

    obrigada, e eu aqui! espero que sim!

    ResponderEliminar
  26. oh, o que não falta são transportes :D

    ResponderEliminar
  27. oh, claro que não toto :b
    juntas um grupo de amigos e vêm cá passar umas feriazinhas ;D

    ResponderEliminar
  28. sim, mas normalmente quando uma pessoa fala contigo tu consegues perceber o significa das palavras, digo eu o:
    quanto ao teu novo texto, que desde já digo-te que adorei mesmo muito, acho que está inteirramente sincero, e sim, quando nos deixam é sempre muito complicado, é verdade, mas devemos sempre tentar superar isso.

    ResponderEliminar
  29. obrigada e igualmente (:
    e tu quando é que vais de férias ?

    ResponderEliminar
  30. Acho que devias mesmo fazer!
    aii, não sei como é que vocês gostam, eu não gosto nada xD
    mas obrigada Paulo :)

    ResponderEliminar
  31. ta bem :)
    oh, ainda bem que gostas então ;b

    ResponderEliminar
  32. Os nossos amigos às vezes conseguem preencher determinados vazios, e embora outras recordações permaneçam nas nossas memórias, são esquecidas quando estamos com eles. (: Talvez por isso eu tenha gostado da frase "o coração desapareceu do barraco deixando o proprietário de mãos a abanar e decidiu reconfortar-se no peito dos amigos que sempre e sempre lhe mostraram o valor que transpunha". Nem toda a gente consegue ter a capacidade de deixar o outro para trás e de mãos a abanar. Esse alguém era corajoso (:

    ResponderEliminar
  33. É bom que não faça xDD

    ResponderEliminar
  34. (:
    a vida é como o mar, tem as suas marés altas e as baixas mas terá sempre água, tal como a vida tens sempre sorrisos. basta saber aproveitar os pequenos momentos.

    ResponderEliminar
  35. GOSTO .
    estou a seguir :)

    ResponderEliminar
  36. oh, eu já não consigo estudar mais do que o que já estudo! ainda estas últimas quatro semanas passei-as a estudar, o meu tempo livre foi o blog, e muitas vezes nem cá vinha! e cheguei a esta semana morta mesmo, já nem me conseguia concentrar :/
    e o pior é que por muito que eu suba as notas nos testes e essas coisas, parece que nada ajuda, os profs não ajudam! :s

    ResponderEliminar
  37. ainda bem, gosto de ver pessoas felizes, nem que seja só um pouco (:

    ResponderEliminar
  38. obrigada pela ajuda Paulo*
    eu vou continuar a fazer o que posso para melhorar as minhas notas, e vou começar a rezar, além de estudar, para que os meus exames sejam normais pelo menos e eu consiga tirar boas notas

    ResponderEliminar
  39. ahahah, alivia a mente e o coração :b

    ResponderEliminar
  40. (:
    obrigada pelas palavras de força.
    “As palavras de amizade e conforto podem ser curtas e sucintas, mas o seu eco é infindável.” (Madre Teresa de Calcutá)

    ResponderEliminar
  41. " Nada ninguém lhe dava. Limitava-se a rir sem vontade e a lançar sorrisos como se fossem expirações de ar quente. " Se forte e nunca te deixes abater ;$ um dia vais entender que vales e não é so esse sentimento que vale.

    ResponderEliminar
  42. Depende da nostalgia, às vezes até faz bem :)


    - Gostei do texto*

    ResponderEliminar
  43. Estás mais que convidado, Paulo :p ahah

    "por isso... um dia... o coração desapareceu do barraco deixando o proprietário de mãos a abanar e decidiu reconfortar-se no peito dos amigos que sempre e sempre lhe mostraram o valor que transpunha" Que lindo! Perfeito!
    Um dia que criticar algum post teu, escreve o que te digo: É pura inveja minha!! :p eheh
    Beijinhos **

    ResponderEliminar
  44. Pode ser um sentimento base mas magoa mais do que outra coisa qualquer por isso podemos fazer dele um sentimento mais pequeno e meramente indefinido ;x

    ResponderEliminar
  45. pois é , mas neste caso é a única coisa que ele sabe fazer :c

    ResponderEliminar
  46. Acredito em ti, e um dia ... um dia, pode ser mais tarde do que o inesperado, mas um dia espero ver um texto lindo teu a dizer que seguinte de uma vez em frente e que sofrer fez-te crescer *.*

    ResponderEliminar
  47. pois é $: ; vamos mesmo !

    ResponderEliminar
  48. Conseguiras, e sempre que precisares de força estou aqui.

    ResponderEliminar
  49. aii, na net não encontro mais códigos, isso deves ser tu que fazes magia :o
    obrigado! beijinho *

    ResponderEliminar
  50. Como sempre maravilhoso *.*

    ResponderEliminar
  51. bem, está mesmo muito bonito! gostei muito! nem sei o que comentar :o está lindo

    ResponderEliminar
  52. Sim, acho que é sobretudo isso, medo da resposta. Ainda bem que ela não o teve e me perguntou isso.

    "Para quê amar uma pessoa quando podemos amar várias?" Acho que foi a pensar assim que muitas vezes rejeitei o amor, que muitas vezes deixei de o querer sentir com medo de me agarrar demasiadamente a uma só pessoa e, consequentemente, depender dela para (quase) tudo. Por isso dei sempre muito mais valor à amizade, ao amor que recebia de várias pessoas e que lhes dava também...

    ResponderEliminar
  53. Bom dia.
    Quem fica, fica chorando e jamais esquece.

    Um grande abraço.
    Maria Auxiliadora (Amapola)

    Estou lhe seguindo.

    ResponderEliminar
  54. Paulo, muito bonito :) Sabes nestas coisas acho que ou o amor está lá ou já se foi...e se já se foi, mais vale ficarem só essas pegadas na areia, as recordações e o aprender a não voltar a errar.

    beijinho :)*

    ResponderEliminar
  55. Ainda bem, estava mesmo a precisar (:
    Acho sim, é mesmo isso.
    Tens razão, tem de ser assim :D
    Bonito texto (:
    Já de agora, nao consigo ver o teu texto de "mais um desabafo" :\

    ResponderEliminar
  56. Bom dia querido!
    Devo confessar que vc me fez chegar as lágrimas com esta postagem, simplesmente maravilhoso o texto.
    Amigos são sempre nosso porto seguro...o colo sempre disponivel 24hs. O grande problema é que msm amparados e acarinhados, as vezes o vazio permanece e a tristeza é constante. Amar sem limites e não receber o msm de volta ou entao nem ao menos ser reconhecido...é ruim, bem sei disso, mas ainda temos esse dom, pobre de quem nunca sentiu isso, ou pior, nunca saberá nem retribuir.
    Lindo sabado pra ti, com cheirinho de flores do campo...beijinhos de LUZ

    ResponderEliminar
  57. não, não és. Mas se sabes que o teu lugar é com aquele coração e qeu o lugar daquele coração é junto a ti, na minha opinião, não devias de baixar os braços e desistir à primeira palavra de desânimo, mas sim erguer-te e continuar a lutar pelos teus objectivos o:

    ResponderEliminar
  58. És um querido Paulo, obrigada *

    ResponderEliminar
  59. O problema é que às vezes nos deixam ainda mais tristes, enfim :x
    Obrigada *

    ResponderEliminar
  60. tão bom vir aque ,matar a saudade desse cantinho cheio de sentimentos.
    beeeijos Paulo , um ótimo final de semana pra ti (:

    ResponderEliminar
  61. Meu deus!
    está lindo, lindo, lindo.

    ResponderEliminar
  62. Um texto muito bonito! Embora seja triste.
    Ainda de entristece mais o facto de pensar que ele é baseado em factos reais...
    (tenho receio que o mesmo possa acontecer comigo!)
    Felizmente existe sempre alguém que nos sabe dar o real valor e nos dá a verdadeira amizade. Só assim é acho que é possível recuperar de uma "queda" destas!

    ResponderEliminar
  63. tens razão, mas temos apenas de continuar \:

    ResponderEliminar
  64. acho que devias seguir o meu conselho do faces, acredita, é bastante saudável! és um querido! adoro este post, adoro adoro adoro!
    bem, vou adicionar te no facebook já que estes dois são os últimos dias que vou lá :p
    beijinhos e obrigada :)

    ResponderEliminar
  65. concordo com o que ja foi aqui dito. acho que e dos melhores textos que escreves-te. parabens querido:D

    ResponderEliminar
  66. ahah acho q fazes bem :)

    ResponderEliminar
  67. acho bem que assim seja xDD
    espero que passe mesmo, ainda agora deixei de falar com ele e já sinto um aperto no coração :$
    depois, eu sei que passará rápido, só faltam umas semaninhas para voltarmos a estar juntos :b
    obrigada por tudo Paulo, mesmo <3

    ResponderEliminar
  68. Tenho pois :D
    tens sempre a palavra certa para o momento certo :)

    ResponderEliminar
  69. Obrigada! Mas tem sido difícil lutar assim. Lutar por algo que talvez já não tenha remédio, nem solução.

    ResponderEliminar
  70. Belas palavras.
    beijos meus e um bom final de semana!

    ResponderEliminar
  71. Não tens de me agradecer meu querido! :) digo-te sempre o que acho!
    Uma beijoca *

    ResponderEliminar
  72. Tu conseguiras!
    E não agradeças (:

    ResponderEliminar
  73. Texto lindo!
    Mas o coração não sabia amar, ou tinha medo?
    Parabéns pelo blog.

    ResponderEliminar
  74. Adoreiiiii :D

    Beijooo <3

    ResponderEliminar
  75. Obrigada <3
    e digo-te o mesmo, estou aqui :b

    ResponderEliminar
  76. Gostei Muito (:
    Custa , dói muito quando a outra pessoa não reconhece todo o nosso esforço na tentativa de concretizar algo , de tornar real aquilo que imaginamos e que nos deixam alimentar ... Se não quisessem magoar , cortavam desde o início o sentimento , o que dói mais é saber que nos vamos alimentando de algo irreal par depois 'morrermos' realmente -.-

    Beijo*

    ResponderEliminar
  77. não precisas de agradecer, mesmo :)

    ResponderEliminar
  78. Obrigado , e ainda bem que gostaste (:
    para variar um pouco decidi dar outro toque à escrita ^-^

    ps. o pouco que dizes , já reconforta
    Beijo Grande (:

    ResponderEliminar
  79. Olá Paulo, é a 1ª vez que visito o seu blog e o que me trouxe até aqui foi o seu comentário em outro blog.
    Gostei muito daqui, transborda em emoção.Realmente não é fácil quando, fazemos de tudo pelo bem do nosso amor e ele não é correspondido,valorizado, nos sentimos esgotados, mas, em tudo podemos tirar algumas lições e nesse caso é que após cada luta descobrimos dentro de nós que estamos de fato alcançando o ápice do verdadeiro sentimento, independente do retorno isso nos faz pessoas especiais e mais adiante com certeza seremos recompensados.

    ResponderEliminar
  80. Oh Paulo! Adorei todo o teu blog!
    Ausentei-me daqui uns dias, e agora vejo quanto as coisas por aqui mudaram. Gosto mesmo das alterações que fizes-te.
    Amo o que escreves-te! É tão intenso! :) Parabéns

    ResponderEliminar
  81. Nem mais Paulo, nem mais :)

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *