Cativas e Eliminas.

05:50

Sussurras pela porta entreaberta intimativas palavras de luxuria e prazer. Palavrinhas que amedrontam os meus sentidos e faz o sangue escaldar dentro das minhas veias. As velas apagam-se no interior do vácuo e na ausência de carinho e prosperidade. O ar congelante que se propaga pelo lugar obscuro e antipático faz o meu coração abrandar o seu batimento e arrefecer com as veias activas de sangue. Fazes-me cair de joelhos no púlpito em frente a dezenas de olhos amarelos e sem alma que tudo e nada vêm e para quê? Para me humilhares com sangue escorrendo da cabeça para os pés e palavras balbuciantes que nem o significado lhes sei. E tudo porque jurei ser-te fiel e agora padeço com a vergonha estampada na face e com o coração cada vez mais a perder a sua capacidade de sobreviver. Lamento mas ainda te consigo dizer que a culpa de te amar não foi minha mas sim das tuas acções que tudo de bom me fizeram ver.

You Might Also Like

105 comentários

  1. ahahah, boa sorte com isso (:
    gostei muito deste, muita força.
    "Lamento mas ainda te consigo dizer que a culpa de te amar não foi minha mas sim das tuas acções que tudo de bom me fizeram ver.". entendo bem esta frase -.-

    ResponderEliminar
  2. de nada paulo. a tua maneira de escrever cativa-me *.*

    ResponderEliminar
  3. Paulinhooooooooo :)
    mais uma vez um texto magnifico da tua parte * FORÇA!

    ResponderEliminar
  4. Chato e dói bastante :s
    O problema é que eu depois penso : "Nah, não vou ser igual a eles. Vou ser melhor."
    E fico sempre lá para apoiar :$

    ResponderEliminar
  5. És um estrondo a escrever Paulo e sabe tão bem saber que andas por aqui, a sério.
    Muita força para ti, apesar de dentro de ti existir uma força superior que te fará ultrapassar essas fases menos boas da tua vida.
    Um enorme beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Sentir é um fato...Grande abraço.

    ResponderEliminar
  7. Texto com sentimentos densos e intensos. Gostei muito!

    Obrigada pela visita no meu blog.

    Beijos! =)

    ResponderEliminar
  8. amei *.*
    Como eu entendo bby :s
    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
  9. Belo texto. O fim me fez lembrar daquela frase do pequeno príncipe: "És eternamente responsável por aquilo que cativas".

    Parabéns. A cada dia que se passa você escreve melhor!

    ResponderEliminar
  10. Jurar fidelidade não é motivo de vergonha, mas a prova do seu caráter. O complicado que poucas são as pessoas que valorizam nossos acertos.

    Costumam dizer que ações dizem mais que palavras, mas há ações tão falsas como as palavras também.

    É terrível o sentimento de se sentir humilhado, de sangrar e, de mesmo assim, sentir falta.

    Talvez tenhamos uma leve veia masoquista.

    ResponderEliminar
  11. acabei o dia a chorar mas sim xDD
    por alguma razão em especial?

    ResponderEliminar
  12. Um pequeno texto cheio de sentimentos Aqui sente-se o vácuo e o sangue que queima as veias.
    Sabe-se que afinal a culpa não é de quem ama mas daquela que semeou esse amor....que fez ver como tudo é belo e os sonhos não tem defeitos.
    Um abraço e votos de boa Páscoa.

    ResponderEliminar
  13. Sim a mágoa traz-nos a recordação do que aconteceu

    ResponderEliminar
  14. exactamente !
    gostei do teu texto (:

    ResponderEliminar
  15. sim :f
    eu sei, já me tinhas falado mais ou menos sobre isso, é verdade que é necessário imensa força e se não a tivermos bem que podemos cair, são comentários como esses que nos fazem ter vontade de seguir <3

    ResponderEliminar
  16. está lindo e super bem escrito. força*

    ResponderEliminar
  17. Uii, então promete ^^
    espero que corra tudo muito beeem :D
    e li agora o post, há um bocado não tive tempo. Adorei :))

    ResponderEliminar
  18. escreves mesmo bem. adorei.
    sigo!
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Limitei-me a dizer a verdade, acredita.
    OBRIGADA de coração, sabes *

    ResponderEliminar
  20. oh é sempre o mesmo que nem adianta falar mas obrigada amor :)

    ResponderEliminar
  21. De nadaa :D
    hum, certos mesmo nem por isso! como eu só entro de férias no fim de julho por causa dos exames o tempo não é muito xD
    mas estou a pensar em ir passar uns dias a Coimbra com o meu amor *.*
    e vamos passar férias com o meu pessoal, o costume, só ainda não decidimos o sítio! e eu e os meus amigos também estamos a pensar ir passar um fds a espanha x)
    mas nada muito definido, o resto é o normal do verão! praia, piscina, noites :bb

    ResponderEliminar
  22. Eu não sei porque mas eu adoro os teus post's :)

    ResponderEliminar
  23. ah ah ah , você e teus textos encantadores .
    saudade que eu tava daqui ._.
    Beeeeijos , ótima páscoa pra ti rapaz ;*

    ResponderEliminar
  24. « Lamento mas ainda te consigo dizer que a culpa de te amar não foi minha mas sim das tuas acções que tudo de bom me fizeram ver. » , como compreendo estas palavras :s
    apanhei uma molha valente hoje, espero não ficar de cama e não sou exagerada paulo antónio o:

    ResponderEliminar
  25. amar é algo que acontece naturalmente sem culpas, nao controlamos o coraçao (in)felizmente. gostei muito :D

    ResponderEliminar
  26. Tenho que fazer português e matemática, e vou repetir biologia e geologia e física e química para tentar melhorar a nota, a ver se entro na faculdade :$

    ResponderEliminar
  27. claro que sim! já estou a ter explicalções a bg porque é o exame em que preciso mesmo de boa nota, seja qual for a faculdade! e vou começar a ter a fq :)
    matematica logo se vê se vai ser necessário, mas acho que não! :D

    ResponderEliminar
  28. essa tua maneira de escrever o:
    numa palavra: Fantástico!
    Parabéns, mais uma vez ;)

    ResponderEliminar
  29. também gosto :p Tinha muitas saudades de andar á chuva, e espero não ficar doente e ser muito forte x)
    dizem que está parecida comigo :)
    (Gosto sim, é bom e acredito que são verdadeiras e duram :D)

    ResponderEliminar
  30. Este texto parece uma verdadeira peça de teatro. PARABÉNS!
    Se eu não conhece nenhum dos post anteriores, diria que não se devieram de fazer promessas que nos tirassem a liberdade, pois será sempre possível seguir outro caminho...
    Mas no amor não nada assim, é algo inexplicável. Quem ama verdadeiramente, por mais que queira não é capaz de esquecer a outra parte, tira-la da sua vida, amar outra pessoa, continuar uma vida normal; pois ela passa a ser um peça fundamental da nossa vida, podendo ser preenchida por "estacas" que ajudem a minimizar o vazio. Mas a marca fica sempre!
    A única coisa que neste momento consigo escrever para te apoiar é que a culpa não foi tua (pelo que conheço), pelo que nunca te deverás sentir culpado pelo que quer que seja (pelo que fizeste, nem pelo que possas vir a fazer). Cálculo que a dor nem as memórias não passaram depressa e que podem demorar anos a passar(se forem forçadas a aparecerem na tua vida, como em outras coisas que não o Amor). Mas tem que te sentir superior a tudo o que se passou e sentir que não te vais deixar afectar pelo que ela provocou e ainda continua a provocar. Sentir que não a vais deixar "brincar" mais com o teu coração e os teus sentimentos!
    Tu és capaz!

    ResponderEliminar
  31. gosto mesmo muito (:
    eu também espero que sim, pelo menos eu vou fazer por isso. beijinhos*

    ResponderEliminar
  32. Ainda me consigo identificar com estes textos tristes (mas lindos) que aqui escreves amor :x

    <3

    ResponderEliminar
  33. Um texto tão pequenino, mas que demonstra tão bem aquilo que sentes.
    Tu vais conseguir superar isto tudo, força *-*

    ResponderEliminar
  34. Como escreves tãããão bem ? :0

    é impressionante. ADOREI :))

    ResponderEliminar
  35. adiante sermos fortes para ultrapassar tudo o que ainda nos pode prender e nos faz mal.
    o que eu escrevi é tudo completamente fictício, não tem nada a ver com o que eu estou a viver nem para lá caminho tão cedo xD simplesmente me saiu :)

    ResponderEliminar
  36. só gosto de andar quando não é tempo de aulas e ando com os livros na mão, depois fica tudo molhado :c
    dizem que é parecida comigo a pequenita x)

    ResponderEliminar
  37. o espírito é esse o problema é po lo em prática xb

    ResponderEliminar
  38. Oh Paulo Alexandre a da foto do post, aaaaaaaaaaai x)
    Eu gosto, mas não gosto de molhar os livros :c

    ResponderEliminar
  39. És um amor, obrigada de coração *-*

    ResponderEliminar
  40. esquece aquilo da foto, estava a confundir tudo x)

    ResponderEliminar
  41. sim claro xD somos o aladino e a branca de neve, ou então, como as bolachas oreo ahahahah
    - pois, tem mesmo que ser :)

    ResponderEliminar
  42. sim mas falar é sempre fácil mas vou tentar :)

    ResponderEliminar
  43. muito bonito. a "culpa de te amar"...força, muita força e um grande beijo *
    (uma santa páscoa também!)

    ResponderEliminar
  44. mas tinha uma foto no outro post de uma menina e afinal eu é que estava lenta e a confundir tudo :c
    eu ando com uma malita, mas é pequenita, não gosto das grandes x)
    tem que ser assim, a amizade é forte quando sabem cuidar dela, e esta lá por ter começado virtualmente não significa que acabe. dediquei-lhe muito tempo e não desito. obrigada*

    ResponderEliminar
  45. Óh, desculpa. Não pus lá a música para assustar ninguém :x
    Mas, deixa lá, também já apanhei desses sustos no meu próprio blog.

    ResponderEliminar
  46. acho que és capaz de ter razão :)
    OBRIGADA mais uma vez por me dares força e pelas palavras amor <3

    ResponderEliminar
  47. Ias morrendo? O meu objectivo nunca te foi matar xDD

    Pois, eu cá só sinto o coração, não a barriga.

    ResponderEliminar
  48. existem coisas pelas quais vale a pena lutar, oh, se existem *.*
    ainda bem que não faz mal, esta minha cabeça já não é o que era x)
    ai, dessas também gosto. foi como te disse no outro dia: é o 8 e o 80 , não sou nada equilibrada. ou muito grande ou muito pequenas x)

    ResponderEliminar
  49. Talvez, mas quem me deixou e quem nunca lutou não fui eu, porque eu sempre lutei, por pessoas e por objectivos *--*

    Obrigada, serei sempre forte, muita força também*

    ResponderEliminar
  50. Não sou exagerada nenhuma :)

    ResponderEliminar
  51. (in)felizmente, neste momento, não acredito muito no amor, apesar do que escrevi :)

    ResponderEliminar
  52. Obrigada e para ti também!
    Bem mereces (:

    ResponderEliminar
  53. oh, ainda bem :p
    estou pequenino, e tu ? *

    ResponderEliminar
  54. ah pois claro tinha me esquecido desse pormenor :D
    e ESSas férias ?

    ResponderEliminar
  55. ainda bem :)
    muuuuuuuuuuuuito grande, muito muito :o

    ResponderEliminar
  56. Obrigada pelo comentário, Paulo :)
    início ou continuação.. nunca se sabe :p ahah *

    ResponderEliminar
  57. já fui uma amante incondicional do amor, mas neste momento não o sou. coloco a razão à frente de qualquer sentimento para não interferir com o que eu possa fazer. pode ser que um dia torne a ser essa seguidora como me definiste :)

    ResponderEliminar
  58. Motivo como assim? Ainda não recebi o olhar certo, o sorriso certo por parte dele?

    ResponderEliminar
  59. então porquê querido ?
    os meus 3 dias ate que tão a ser bons

    ResponderEliminar
  60. tiraste o outro texto :o

    é mesmo! ja tentei escrever para ai 10 textos e nada !

    ResponderEliminar
  61. Hã? Não percebi, desculpa.

    ResponderEliminar
  62. se morasse mais perto de Ti ia com muito gosto :b

    ResponderEliminar
  63. Sabe tão bem loer isso, a sério *-*

    ResponderEliminar
  64. Os textos claros e repletos de sentimentos bem colocados me proporcionaram uma ótima tarde.
    As pessoas não se fazem (ou não deveriam se fazer) amar. Se outros olhos os nossos vêem com um brilho inexistente, não há o que falar em culpa.

    ResponderEliminar
  65. e sou, maior que tooooooooooda a gente :c

    ResponderEliminar
  66. É que existe, convencionalmente, esse jogo de sedução. Jogo do te-atraio-e-te-desprezo. Seria tão mais fácil a honestidade, não? Antes, porém, mais vale um ego erguido do que o respeito com o outro. E quem disse que se relacionar é coisa simples? rs.

    ResponderEliminar
  67. "Lamento mas ainda te consigo dizer que a culpa de te amar não foi minha mas sim das tuas acções que tudo de bom me fizeram ver." - amei *.*
    A culpa é sempre deles que nos mostram o "mundo" (:

    ResponderEliminar
  68. Não tes de agradecer Paulinho (:
    ps.: por favor não me chames Isa $:

    ResponderEliminar
  69. Não tes de agradecer Paulinho (:
    ps.: por favor não me chames Isa $:

    ResponderEliminar
  70. Páscoa é tão somente o Recomeço,
    onde estará em alta a certeza de
    um futuro repleto de realizações,
    esperando que o Amor inunde o coração dos Homens
    Páscoa ressurreição de Jesus é
    um renascimento que deveríamos ter em nossa vida .
    Jesus Cristo Ressuscitou, por isso celebramos.
    Páscoa ..
    Uma abençoada Páscoa para vc e sua familia.
    beijos e beijos,Evanir.

    www.aviagem1.blogspot.com

    www.fonte-amor.zip.net

    ResponderEliminar
  71. adorei ! Escreves maravilhosamente bem, beijinho*

    ResponderEliminar
  72. Querido Paulo, já li o post anterior antes de ler este e pronto... acho que nem me vou pronunciar, tu já sabes! :')
    E em relação a este... "Lamento mas ainda te consigo dizer que a culpa de te amar não foi minha mas sim das tuas acções que tudo de bom me fizeram ver" Perfeito :)
    Beijinhos ***

    ResponderEliminar
  73. estás a gostar da minha nova história Paulinho ?:$

    ResponderEliminar
  74. Que talento para a escrita tu tens.

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *