Isto não muda.

03:20

Prendi os meus olhos ao presente mas a minha mente mantém-se a quilómetros luz, bem no futuro. Consigo presenciar a tua alma sorridente e os teus olhos verdes, diariamente, mas o meu coração já aperta pensando em meses seguintes em que nada resta a não ser a recordação. As minhas veias sentem-se incomodadas com tanto amor estragado e não utilizado que passa por elas misturado com sangue vermelho, cor associada à paixão. Vou ter saudades da tua voz, vou pensar nas tuas palavras e sentir o teu olhar leve sobre o meu corpo degradado. 
Eu sou mesmo um desastre, não há duvidas. Entrego-me demasiado a prazeres que são passageiros e depois sofro caído num abismo de almofadas escuras. Mas podias tentar entender-me. Só desta vez. Sim, em vez de andares aos gritos comigo, em vez de pressionares o que sinto por ti contra a parede e em vez de me agarrares e dizeres "É assim que tem de ser". Podias dizer "Compreendo que não tenha agido bem", podias senti-lo ao menos. Isso, em vez de dizeres que eu é que estou errado. Que o que sinto é errado!

Por mais dor que sinta. Este amor sabe-me bem, e se tiver que acabar... que seja o tempo a decidir isso. Que seja a distância a impor-lhe um fim pois eu não quero desistir. Mas por outro lado, já estou incapacitado de lutar...
Amo-te e isso não muda.



Encara os teus medos de frente, meu amor.
Pois podem atacar-te pelas costas.

(não gostei do texto - logo publico algo melhor)

You Might Also Like

62 comentários

  1. A sério?! :o oh...mas não havia necessidade de gozar contigo! Porque acontece a todos.
    Eu admito que sou uma pessoa que não tenho muito equilíbrio nas pernas...estou sempre a tropeçar em tudo e mais alguma coisa...e claro, fartam-se de gozar comigo! E bem...eu coloquei aquela situação, mas agora lembrei-me de uma que foi bem mais embaraçosa para mim: a vez em que cai em frente da pessoa de quem gosto agora. :| Hahahah. Agora rio-me disso. São fases da nossa vida! E não deixa de ser bom recordá-las. :')

    ResponderEliminar
  2. Amei o texto Paulo :)
    "Por mais dor que sinta. Este amor sabe-me bem, e se tiver que acabar... que seja o tempo a decidir isso. Que seja a distância a impor-lhe um fim pois eu não quero desistir. Mas por outro lado, já estou incapacitado de lutar...
    Amo-te e isso não muda." - Esta parte, sem dúvida que sinto o mesmo! :|
    Sê forte, o tempo dirá qual o caminho que deves seguir. Um beijo grande *

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Paulo :)

    Gostei imenso.

    Um beijinhoooo*

    ResponderEliminar
  4. Olha... eu gosto!
    xDD O amor é simplesmente o amor..é a nossa base de dados ;p
    Beijinho e vou seguir o teu pequeno conselho!
    Beijoooos!

    ResponderEliminar
  5. Apesar de você não ter gostado, eu, como todos os outros textos. Gostei muito. Sentimento, intensidade e um pouco mais. Tudo aqui é lindo e você sabe. rs

    Aceita parceria? Abraços.

    ResponderEliminar
  6. , acredita que sim *.* o amor faz-nos sentir mesmo bem !
    , eu AMO o texto ñ o tires $:

    ResponderEliminar
  7. era prefeito se pudéssemos fazer isso

    ResponderEliminar
  8. mas temos de conviver com isso , infelizmente e de uma maneiro ou de outra tentar superar a distância

    ResponderEliminar
  9. Ao longo do texto deste-me um conselho interessante e que vou registar na minha memória. Principalmente naquela parte: "Encara os teus medos de frente, meu amor.
    Pois podem atacar-te pelas costas."

    ResponderEliminar
  10. Obrigada querido *
    Sabes? Por vezes sinto-me uma completa parva por escrever isto, porque escrevo na esperança que ele veja e se dirija a mim. Mas para ele, as coisas não devem tomar este sentido, deve estar a pensar que sou uma chata :| É cansativo lutar por um alguém singular quando temos aí o plural onde poderemos encontrar o verdadeiro singular capaz de encaixar connosco *

    ResponderEliminar
  11. eu gostei e tive um telemovel igual aquele lá em cima mas em branco xD ahah

    ResponderEliminar
  12. sê forte e jamais percas o rumo :) acho que o destino tem sempre algo a dizer, (in)felizmente.

    ResponderEliminar
  13. Há um selo para ti no meu blogue :)

    ResponderEliminar
  14. Não gostaste? mas olha que não está mau :)

    ResponderEliminar
  15. pois s: mesmo à bocado estava a falar com um amigo meu sobre a exagerada entrega que faço às pessoas.

    ResponderEliminar
  16. tem de ser mesmo assim não hã solução

    ResponderEliminar
  17. Exactamente! Temos de gostar de nós como somos. :')
    OBRIGADA, chorei com o que disseste. :$ eu nunca vou desistir. Aliás, NUNCA desisti de nada! Não sou pessoa de desistir. E vou lutar SEMPRE, por muito que já nem tenha forças oara fazê-lo. Com forças ou sem forças eu serei sempre a primeira a estar com ele para o ajudar; serei sempre a primeira a estender-lhe a mão, a oferecer-lhe o meu ombro sempre que ele precisar de chorar...e não, nunca lhe vou dizer: "não chores, meu amor. Não chores porque tudo vai passar." vou sim chorar com ele, dar-lhe a entender que estarei sempre do seu lado, nos bons e nos maus momentos; vou ceder-lhe a minha vida sempre que ele se sentir mal com a dele, vou...dar-lhe tudo o que nunca dei a ninguém e que não me imagino a dar a mais que não ele. :$

    ResponderEliminar
  18. foi um vazio, uma paz interior e mesmo no meu pensamento :)

    ResponderEliminar
  19. Tu não quê? Está (só) MARAVILHOSO <3

    ResponderEliminar
  20. Pois eu a isso chamo pergunta difícil .
    Nós ser humanos sofremos sempre seja por uma coisa ou outra

    ResponderEliminar
  21. Tu não gostas? :o
    Olha eu ADORO e tenho dito!

    ResponderEliminar
  22. Pelo menos tento ser querido :D

    ResponderEliminar
  23. se pode se tirava a palavra sofrer do coração e do dicionario

    ResponderEliminar
  24. Eu reparei nisso, mas como és dos blogues que sigo mais recentemente coloquei ;)

    ResponderEliminar
  25. É apenas a verdade, acredita (:
    Sabe tão bem saber isso, a sério.

    ResponderEliminar
  26. Adorei os teus textos. =)
    Estou a seguir ^^

    ResponderEliminar
  27. mas enquanto que não se pode , tenta se lidar com isso por muito que custe

    ResponderEliminar
  28. mas enquanto que não se pode , tenta se lidar com isso por muito que custe

    ResponderEliminar
  29. mesmo paulinho que vida a nossa

    ResponderEliminar
  30. mesmo . Mas melhores dias viram :)
    E o dia do menino esta a correr bem?

    ResponderEliminar
  31. o meu dia basicamente foi de manha dar aulas aos pequeninos , a tarde estive com um amigo mas foi uma tarde com bastantes lágrimas . A noite vou sair a ver se me animo :b

    ResponderEliminar
  32. fomos ver o Pedro e fui a minha avó , e pronto foi o que foi , e encontramos lá uma foto nossa

    ResponderEliminar
  33. sim custou mas passou assim que vi a foto dele , falamos com ele um bocado e isso acalmou me de certa forma

    ResponderEliminar
  34. Este texto está bonito menino Paulo :p
    O amor sabe sempre bem, é um sentimento quente que no aquece o coração. É disso que todos nós precisamos (:

    ResponderEliminar
  35. gosto de falar contigo Paulinho és sempra tão simpático

    ResponderEliminar
  36. é impossível nao acharem o mesmo que eu

    ResponderEliminar
  37. pois não , lá isso e verdade

    ResponderEliminar
  38. :)
    mas as pessoas que acham o contrário de mim devem ser tolinhas xb

    ResponderEliminar
  39. Eu, pelo contrário, gostei muito do texto e identifico-me de forma muito especial com ele* Somos tão cegos quando estamos apaixonados que nem, muitas vezes, nem damos conta do mal que estamos a fazer a nós próprios*

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *