Numa bolha.

06:22



Vive envolvido pela sua espessa bolha de sentimentos. Uma insignificante bolha que acaba por ter demasiado significado por reter demasiado conteúdo. É como um simples prisma em que quando é atingido pela luz se transforma nas cores do arco-íris. Assim é esta bolha para o rapazinho que vive dentro dela. Ele alimenta-se da esperança que a bolha lhe transmite, respira a felicidade que esta bolha capta e chora cobardia que a bolha o faz sentir.

É incapaz de sobreviver sem ela mas também nunca tentou. Vive demasiado preso ao presente, agarra-se com uma intensidade fora do comum ao amor que tem. Ao amor que penetrou naquela bolha e, agora, recusa abandona-la.
Existem, dentro desta espessa bolha, inúmeros sentimentos que mesmo esse rapaz não consegue decifrar e isso fá-lo passar por torpores horríveis em que fica confuso e não adquire qualquer solução para o problema que enfrenta porque ainda não foi criado um manual para resolver problemas do coração.

Este menino chora no seu mundo. Maltrata a sua bolha mas recusa-se a sair dela. Porque é a amar que se sente vivo. Ama, mas nunca amou.


(fotografia de MPH)

You Might Also Like

100 comentários

  1. É nessa bolha que estão todos os caminhos descritos por esse menino que ama. Ama e não quer viver esse amor. A bolha protege e ás vezes maltrata.
    Adorei o texto. Tão verdadeiro
    beijo

    ResponderEliminar
  2. Texto tão verdeiro e a mim faz-me adormecer mas tem mais outro significadoi na minha vida:$

    ResponderEliminar
  3. A bolha é tão nossa que somos egoístas de tentar sequer sair ou deixar alguém entrar.

    Amar sem saber é bom no sentido de quando nos damos conta já o sentimento está instalado de tal maneira que não há volta a dar, somente viver!

    Kiss

    ResponderEliminar
  4. Lindo seu texto...

    Acho que é essa bolha que te dá oxigênio, que te enche de vida e lágrimas...
    Bjsss

    Mila

    ResponderEliminar
  5. Amei :)
    Os teus textos tornam-se viciantes *o*

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  6. O texto está lindo de morrer. É tão difícil rebentar a bolha e partir para um mundo desconhecido, uma realidade nova. Eu compreendo como é difícil largar aquilo que conhecemos, aceitar a mudança, mas por vezes é o melhor a fazer :)

    ResponderEliminar
  7. que texto lindo paulinho !
    acho bem que não faças mal a ninguem :b

    ResponderEliminar
  8. não acredito que se ame sempre, mas as coisas acabam sempre por ficar bem isso sim (:

    ResponderEliminar
  9. isso e que nao pode ser querido , sim gostei *-*

    ResponderEliminar
  10. pois, a mim, é só de vez em quando*

    ResponderEliminar
  11. Que texto bonito (;
    Gostei do teu blog, vou a seguir *

    ResponderEliminar
  12. obrigada pelas palavras meu paulinho<3

    ResponderEliminar
  13. Está muito bom mesmo!

    abraço

    ResponderEliminar
  14. "Ama, mas nunca amou"... wow que lindo. Gostei imenso ;)

    ResponderEliminar
  15. e eu aqui se quiseres , porque dizes isso ?

    ResponderEliminar
  16. Ahah, se calhar! conto sim :p

    ResponderEliminar
  17. tambem e normal , es querido , simpatico , e tudo isso ... é normal que toda a gente goste :) (A)

    ResponderEliminar
  18. oi adorei seu blog
    visite o meu
    http://diariovirtuaall.blogspot.com/
    obrigada

    ResponderEliminar
  19. Gostei Imenso*
    O sentimento é mesmo assim, quando penetra em nós, apodera-se de tudo e não nos quer largar nunca mais, se ao menos esse sentimento nos fizesse bem ...

    Quanto a mim, hoje acordei melhorzita, o sol ajudou um pouquinho, acordei mais bem-disposta, com mais energia, mas o melhor de tudo, acordei a sorrir :D
    Obrigado pela preocupação! Beijinho Grande*

    ResponderEliminar
  20. Uma bolha que não é de todo saudável. Ele sabe-o, no entanto, não quer sair dela. Não é saudável, pois, mas, conforta-o.
    Beijito.

    ResponderEliminar
  21. Obrigada Paulo :)
    Que texto lindo :D

    ResponderEliminar
  22. claro :b , entao bem disposto o menino ?

    ResponderEliminar
  23. gostei muito mais do blog assim e o texto esta fenomenal, todos nós temos essa espécie de bolha, nem todos os 'fechamos' tanto nela, mas é uma realidade!

    ResponderEliminar
  24. enta que tens paulinho ?
    estou mais ou menos

    ResponderEliminar
  25. são esses momentos que fazem ele estar vivo dentro de mim **

    ResponderEliminar
  26. é verdade paulo..
    engraçado, eu não gostei, inclusive até o tinha apagado e não sei como voltou a aparecer :s

    ResponderEliminar
  27. claro querido , e eu quero que fiques bem nao te quero triste

    ResponderEliminar
  28. . há mesmo, e ainda bem que assim é

    ResponderEliminar
  29. pensei que não :p
    - adoro que tenhas sempre palavras de 'conforto' para dizer aos teus seguidores!

    ResponderEliminar
  30. ah sim ,m nos e que temos de fazer um esforço para por um sorriso na nossa cara

    ResponderEliminar
  31. um dia alguém te dirá , acredita *.*

    ResponderEliminar
  32. isso é como tudo, não me recordo de me teres dito algo de errado, pelo menos que eu não concordasse também.

    ResponderEliminar
  33. Muito bom, Paulo! A dúvida resiste no acto de sair da bolha, fazer a ruptura e arriscar.

    Abração

    ResponderEliminar
  34. acho muito bem se nao puxo te as orelhas xb

    ResponderEliminar
  35. de te puxar as orelhas ? sim , se fsosse para o teu bem xb

    ResponderEliminar
  36. "ainda não foi criado um manual para resolver problemas do coração."
    Era mesmo bom que existisse um, seria tudo tão mais fácil.

    ResponderEliminar
  37. ohh, ainda bem :)
    adoro ver o blog assim, está muito bonito

    ResponderEliminar
  38. "Ama, mas nunca amou". É na verdade que o perdão vem e que consegues voltar a viver feliz.
    Quanto a essa bolha, um dia ela vai desaparecer e nem sequer deste conta:)

    beijinho ***

    ResponderEliminar
  39. Acho que todos nós temos uma bolha dessas (:

    Oh, aquele nervosinho que nos deixa aos pulos, quem não gosta ? :$

    *

    ResponderEliminar
  40. Obrigada querido!
    Gosto daquela palavra "esmagada" xDD

    BJs, gostei muito!

    ResponderEliminar
  41. eu acho que nada dura para sempre :s

    ResponderEliminar
  42. onde é que tu vais buscar tanto jeito para escrever ? :o
    oh , obrigado Paulo :$
    p.s- adorei o design do teu blog !

    ResponderEliminar
  43. oh , tens toda a razão que coisa a minha , ele está todo em ti *-*

    ResponderEliminar
  44. acho que já te conheço minimamente para ver que não és convencido :D

    ResponderEliminar
  45. Da maneira que escreves não acho que esta palavra seja forte.
    Tens a noção da forma que escreves?
    :$

    ResponderEliminar
  46. brigada eu, ainda bem que gostaste fico feliz, he he :)

    ResponderEliminar
  47. Cada texto tem um "sabor" diferente. Cada texto tem um sentimento diferente mas que no fim tornam-se todos iguais. E eu amo isso nos teus textos. Sabes como usar as palavras e ao mesmo tempo ser delicado :$

    ResponderEliminar
  48. ya, ele é assim um pouco.. vá, é filosofo!! ha ha
    Mas assim em metade do que diz, até me surpreeende :)
    A seguir é a construção de um jardim zen, nas aulas fazemos 5 minutos zen(em que ninguem fala, e coisas assim he he)

    ResponderEliminar
  49. Eu imagino que sim (:
    E acredita que estás a fazer um óptimo trabalho *o*

    ResponderEliminar
  50. pois é!! Mas acabamos por cair de sono, ha ha

    ResponderEliminar
  51. Acho que é impossível não gostar do que escreves. Sem querer exagerar...mas é tudo tão lindo *o*

    ResponderEliminar
  52. Há muita gente assim meu anjo, que vive dentro de uma bolha. E o problema reside em quando eles têm que sair da bolha por algum motivo e levam com facadas de todo o lado. Isso sim, é doloroso. Mas está lindo o texto.

    Beijinhoooo <3

    ResponderEliminar
  53. Não agradeças, é apenas a verdade. É raro vir à net, mas quando venho eu vejo sempre os teus textos :$

    ResponderEliminar
  54. Ora nem mais, não poderia estar mais de acordo :D

    ResponderEliminar
  55. Claro (:
    Escreves com maturidade *o*

    Gostas do Robert Pattinson? *-*

    ResponderEliminar
  56. vou fazer que conta que acredito paulinho :b

    ResponderEliminar
  57. Ás vezes ficamos no nosso mundinho porque fora dele a realidade choca com ele e magoa. Fecha-mo-nos no nosso mundinho e esperamos que a tempestade passe. Não é bom, mas é normal.
    (nada de pensar nisso)

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *