Last words ?!

12:35

Desabafo.
A minha caneta espalhava a tinta furiosamente por aquele teste de gramática. A minha cabeça deitada perto da folha via os meus dedos tremerem a caneta para que esta jorrasse linhas delicadas azuis. De repente a caneta parou, os meus olhos abriram-se e a mão vazia fechou-se. Deixei cair a caneta no chão e aquela sala cheia de gente parecia não ter dado conta daquele estrondo que entoou na minha cabeça. Levantei a face e passei as mãos no cabelo. Olhei em volta para todos aqueles corpos que escreviam no papel e suspiravam de esquecimento e lembrei-me de alguém.
Olhei para o lado e nada vi se não aquele ser amigável que me sorriu vagamente e voltou a precipitar os olhos nas cábulas. A vida notava-se assim: umas vezes erramos auxiliados por algo menos honesto e depois… ou o resultado era bom ou as consequências viciosas.
No entanto procurei-te. Levei ambas as mãos à cabeça e desajeitei o cabelo liso no topo desta. O meu coração começou a bater rapidamente. A minha respiração notou-se ofegante e dentro da minha cabeça só pairava a confusão. Perguntas sem respostas, sentimentos sem retribuição, sonhos irrealistas.
Cheguei à conclusão que nem nos momentos mais sérios da minha vida, que necessitam concentração, tu me deixas em paz. Mas, estamos num ano novo, calculo que já mudei bastante e agora, antes que passe para a fase de te esquecer…
Quais são as tuas últimas palavras?

Não importa quantas horas sejam. Desde que passe as últimas contigo.


(não decidi ainda o futuro do blogue, depois vejo os comentários e escrevo algo de jeito)

You Might Also Like

29 comentários

  1. escritor :o
    amo amo amo amo amo amo (..)
    :$

    ResponderEliminar
  2. Ler nas entrelinhas é importante! :)

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. estava a fazer um trabalho e hoje é igual, noitada o:
    ó, mas pode-se adicionar assim?

    ResponderEliminar
  4. acho que está a perder o seu valor.
    ja sabes que adoro (:

    ResponderEliminar
  5. Já te disse.. Deixas o blogue e chateio-me à séria contigo!!!

    ResponderEliminar
  6. Somos musica e fazemos musica :)

    ResponderEliminar
  7. tu escreves sempre "algo de jeito"...há pessoas que têm demasiada influência em nós...vais passar por essa fase do esquecer e quando olhares para trás..nem vais entender como pudeste ser tão cego e demorares tanto tempo a veres isso.

    beijinho *

    ResponderEliminar
  8. Pois eu acho que deverias o meu conselho quanto ao futuro do blog... hahaha
    Beijo e obrigada pelo elogio!

    ResponderEliminar
  9. Ficam para sempre em nós esses sentimentos *

    ResponderEliminar
  10. Amei seu blog, é tão fofo!
    Espero que vc escolha um BOM futuro para o blog ou seja continue a escrever nele!

    Beijinho, te seguindo!

    ResponderEliminar
  11. tudo escreves sempre algo de jeito Paul, acredita em mim.

    « não decidi ainda o futuro do blogue (...)» entao? :o

    ResponderEliminar
  12. Está, simplesmente, Lindo, Realistaa, Sentimental, AMEI*

    ResponderEliminar
  13. amas - te ? ó muito obrigadaa mesmo meu querido

    ResponderEliminar
  14. ó muito obrigada mesmo. nem sei que dizer

    ResponderEliminar
  15. se quiseres levar a imagem e as perguntinhas

    ResponderEliminar
  16. mas de que vale, se sofremos à mesma? ;\

    ResponderEliminar
  17. Gostei imenso do desabafo (:

    ResponderEliminar
  18. este post está lindo, identifico-me :|

    ResponderEliminar
  19. Adorei!!

    Não desistas do blog, põe-o o de férias (:

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. a ver vamos, ando sem paciencia e inspiração para isto ;s
    Mas eu sei que tu sim continuas (:
    <3

    ResponderEliminar
  21. Oh Paulo.. tu escreves tão delicadamente...
    EU adoro ler o teu blog e já percebi que estás numa fase menos boa.. mas deixes de escrever aqui...é isto tudo que escreves que me acompanha à noite... naquelas noites que me sinto só. Leio e releio cada palavrinha tua e fico tão satisfeita...
    Bj FORÇA! Tou contigo *,*

    ResponderEliminar
  22. Escreves muito bem, fiquei fascinada :) então com a hayley ali ao lado, ainda mais :o sigo *

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *