Pensamentos.

08:03


Suspiro.

Estou perdido em letras, passo de vez em quando uma página com a ponta do dedo e novamente me perco em descobertas de trama e ficção. Ouço o barulho das ondas do mar e por vezes um rolar de rodas de carros que passavam atrás de mim sem incomodar. Por vezes parava de ler para fechar os olhos e saborear o cheiro a maresia que tanto me conforta. 
Eis que quando volto a olhar para o livro a luz daquele sol quentinho se apaga. Eram as mãos de alguém. Ninguém falou e eu deixei-me ficar. As mãos acariciavam-me a face de uma maneira estranha. "Quem é?" E nada. Larguei o livro que caiu no chão destrambelhado e levei as minhas mãos de encontro às suas. 
Eram suaves, quentes e havia um relógio no pulso esquerdo. Os dedos eram compridos e bem definidos. "Hm. Já sei quem és." Nada. 
As mãos, em instantes, moveram-se e senti o banco estremecer. Lentamente foram tiradas e a luz do dia ofuscou-me os olhos agora adormecidos, olhei para o lado e pisquei os olhos. pois não queria acreditar que ali estavas. Sabia bem ver-te ali ao meu lado no banco.  Sorriste. Não disseste nada, mas no entanto a tua presença transmitia-me grande felicidade. Colocaste a mão no meu ombro e assim consegui aninhar-me junto ao teu peito quente . Fica comigo.

Sei que o nosso tempo está a esgotar-se mas há que aproveita-lo ao máximo e eu... não te vou deixar fugir.

Fazer uma loucura não significa que se intitule logo essa pessoa de louca. Mas no entanto eu sou louco por ti.

(foto por Leneslana)

You Might Also Like

29 comentários

  1. "Fazer uma loucura não significa que se intitule logo essa pessoa de louca. Mas no entanto eu sou louco por ti." Amei :O

    ResponderEliminar
  2. o pior mesmo é quando elas nos abandonam :/

    ResponderEliminar
  3. gosto de pessoas loucas meu anjo <3

    ResponderEliminar
  4. Adorei esse teu texto, reflete uma "realidade" única...

    Bjs

    Mila

    ResponderEliminar
  5. Obrigado por me seguires

    Tens aqui um blogue exemplar ;)

    abc

    ResponderEliminar
  6. Está lindo. Como esses momentos aquecem o coração, +.+
    Tens toda a razão, o amor é universal, o que varia são as formas que temos de o sentir *
    beijinhos.

    "Sei que o nosso tempo está a esgotar-se mas há que aproveita-lo ao máximo e eu... não te vou deixar fugir." Como me revejo nisso.

    ResponderEliminar
  7. Ohh, a sério ? :$ Obrigada mesmoo!!

    E por falar na frase... Conheces tu e conheço eu.

    ResponderEliminar
  8. nao deixes que essa loucura te leve abaixo***

    ResponderEliminar
  9. Tu mereces ser feliz, e acredito que serás :') <2+1

    ResponderEliminar
  10. Obrigadoo! Sim é dos melhores momentos que podemos ter, eganhamos logo o dia (': adorei a última frase do teu post! beijinho

    ResponderEliminar
  11. Gostei especialmente deste texto, muito bom mesmo :) *

    ResponderEliminar
  12. gosto muito do que escreves ;)
    obrigada por seguires!

    ResponderEliminar
  13. Tão real. adorei!!

    parabéns. beijo

    ResponderEliminar
  14. Gostei muito do seu blog.
    Estou seguindo.
    Acho que ter um blog significa ter um espaço para dividir com pessoas de todo lugar do mundo, coisas que gostamos, pelas quais nos apaixonamos, aquilo que move nossa alma e nosso coração. Você faz isso muito bem! Parabéns.

    http://sabordaletra.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  15. "Sabia bem ver-te ali ao meu lado no banco."
    às vezes só a presença é reconfortante. :)

    ResponderEliminar
  16. Não tens que agradecer asério! beijinho :D

    ResponderEliminar
  17. Obrigada :)

    Sim exacto, tudo é confuso e parece que ninguém me percebe por mais que me tente exprimir nos meus sentimentos :x

    ResponderEliminar
  18. I understand you so well! Não sei como as coisas são contigo, nunca perdíamos horas a falar, mas acho que até mesmo no verão, tudo era mais fácil :s

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *