Flashback.

12:27

Fui atingido por um vento quente assim que abri a porta daquele lugar poeirento.
O vento trouxe com ele aquelas memórias felizes, que eu tanto gosto de relembrar. Confesso que não estava preparado para que a parte da minha vida feliz me passasse a 5 mil à hora pela mente e isso afectou a minha respiração que se tornou acelerada e ofegante. Precisava de ar. Sufoquei ao subir as escadas às escuras e quase não encontrei a porta para a casa-de-banho (...) Lá dentro, abri a torneira da água quente e pude sentir o meu corpo a fervilhar dentro dela.

Memórias passavam-me diante dos olhos fechados. O coração batia ferozmente contra o meu peito e as mãos fechavam-se em torno uma da outra como uma súplica para que tudo aquilo parasse. 

Lentamente, as memórias boas, os tempos de felicidade e as razões de sorrir desvaneceram-se e no lugar de tudo isso apareceu somente a dúvida. Interrogações retóricas e sinestesias malucas. Pensamentos perversos e acções proibidas...

Abri os olhos rapidamente. Ainda levava com a água pela cabeça quando o coração abrandou o seu batimento e me senti apertado. Depois, foi uma questão de segundos para me acalmar e pensar que tudo tem um porquê de acontecer. E se estou feliz devia continuar, pois tenho razões para tal. Agora, vou apenas sufocar quando a tua boca beijar.
(imagem do google)

You Might Also Like

32 comentários

  1. Era ai q eu qeria chegar!

    (tive q comentar aqi pq n sei se eu responder no meu post iras ver...);)

    ResponderEliminar
  2. O texto ta muito bom mesmo! =)

    ResponderEliminar
  3. Depois da tempestade vem sempre a Bonança :)

    muita força e vais ver que as tuas "interrogações retóricas e sinestesias" irão simplesmente passar a hipérboles de puro júbilo e anáforas de palavras que gostamos de ouvir todos os dias.

    como sempre, adorei :D

    ResponderEliminar
  4. ando sem inspiração, e tu aqui cheio dela --.

    E SIM, tudo tem uma razão de ser.

    ResponderEliminar
  5. Ohh a serioo *.* OBRIGADA pelas palavras <3
    Amei o texto! forçaa :)

    ResponderEliminar
  6. exacto! :)
    também gostei do teu blog*

    ResponderEliminar
  7. mas no meu caso é assim, magoam-me com certas acções e palavras, e eu digo, "isso magoa-me, por favor pára...", e mesmo assim continuam a fazer essas mesmas coisas que me magoam... que faço eu?

    ResponderEliminar
  8. mas eu não posso fazer isso...

    ResponderEliminar
  9. Adorei o texto. Muito intesno... cheio de vida, sentimento.

    ResponderEliminar
  10. o:
    Um IMENSO obrigada mesmo ! (:

    ResponderEliminar
  11. sim, é uma prova de amor mas por vezes custa muito lidar com as saudades e com o sentimento. mesmo assim, muito obrigada pelas palavras (:

    gostei do teu blog*

    ResponderEliminar
  12. não posso... eu amo-a...

    ResponderEliminar
  13. não posso.... eu não sei o que fazer..

    ResponderEliminar
  14. essa frase "somos guerreiros todos os dias."
    é o que eu sou. eu luto e lutarei sempre, porque acredito que tudo vá mudar , um dia...

    ResponderEliminar
  15. simplesmente perfeito <3

    ResponderEliminar
  16. as oportunidades também dependem do temperamento de cada pessoa que a pede, esse factor é muito importante no meu caso.

    ResponderEliminar
  17. se soubesses a força que tenho para tudo

    ResponderEliminar
  18. muito obrigada.
    gosto do teu blog :)

    ResponderEliminar
  19. sigo segguindo-te!!!

    passos apaixonados!

    Adorei aqui!
    Tudo...
    E também adoraria ver tua honrada visita pelas minhas chafurdadas coisas;
    carladiacov.blogspot.com
    larcavodica.blogspot.com
    odesimundasdoneochiqueiro.blogspot.com
    carlacarlacarlac.multiply.com

    ResponderEliminar
  20. concordo, e os do Tim Burton tambéem <3

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *