Ex-BestFriend.

10:10

Não encontro dias calmos no sossego do meu quarto. Nem a principio, nem a meio e muito menos ao fim do dia. Estes momentos em que só estou eu a partilhar conhecimento e recordações com as minhas mantas e paredes fazem-me ficar amargo, apático por vezes.
Hoje, sentado aos pés da cama e a ler textos e algumas conversas disparatadas com amigos meus, eu lembrei-me daquele alguém.

Lembrei-me de 9 anos contigo. 9 Curtos anos que serviram para aprender tudo sobre ti e, claro, mostraram bem as nossas fraquezas e desejos. Cheguei a almoçar semanas inteiras na tua casa para depois de tal irmos jogar Ratchet na playstation e sempre que ganhavas ficavas convencido e só me apetecia matar-te. Eu lembro-me de quando íamos para a quinta da tua avó e brincávamos às coisas mais estúpidas que haviam... Recordo, levemente, as manhãs gélidas, em tempo de escola, em que a tua mãe te acordava porque eu tinha batido à porta para irmos para as aulas. Lembro-me dos risos e de vermos juntos o Discovery Channel. Lembro-me tão bem de discutires com a tua irmã sobre coisas desinteressantes. Bem, lembro-me de jogarmos aos Pokemons sentados no sofá da tua sala e lembro-me de fazer par contigo em qualquer coisa em educação física. Recordo também que foi contigo, só contigo, que eu consegui pegar num livro da escola e estuda-lo a fio... para vermos quem tinha a melhor nota no teste...

Lembro-me de tudo e no entanto já não sinto nada. Lamento por ter estragado a nossa amizade que demorou tanto a construir. Lamento não ter tido mãos suficientes para te agarrar quando te deixei cair... Não te quis perder mas fui obrigado a viver com isso. Eu obriguei-me a mim mesmo.

Não sei se sofro com esta perda ou se me sinto aliviado por estares longe. Pois sei que assim não te posso magoar mais. Mas eu cresci e só queria que aqui estivesses para ver isso.

Só não me podes julgar por ter sido tão mau amigo. Ainda me lembro da primeira coisa que te disse nestes anos todos: "Depois, queres vir à minha casa?". Disse-to quando estavas sentado à minha direita naquela mesa redonda, no primeiro dia do 1º ano. Lembraste? Eu lembro-me como se fosse ontem.

Foste o meu melhor amigo.

(Foto por: Augusto)

You Might Also Like

16 comentários

  1. .

    Triste perder um amigo...
    O que seria de nós sem eles? Mas, muito do que a vida nos dá, ela mesma se encarrega de tirar e muitas vezes não podemos fazer nada para evitar.
    Fica o vazio da saudade.


    Beijos

    .
    .

    ResponderEliminar
  2. ai que lindo. adoro !
    esse tal alguém, como tu disseste, afasta - se de ti ?

    ResponderEliminar
  3. Que texto lindo! Está tão sicero, adorei.

    ResponderEliminar
  4. É pena que estas belas amizades tenham que acabar... Bonito texto *

    ResponderEliminar
  5. por enqanto resta-me esperar (:

    ResponderEliminar
  6. Passei por aqui e tô seguindo! =D Liindo.

    ResponderEliminar
  7. As pessoas passam na nossa vida e deixam marcas, seja elas boas ou ruins.
    Texto, sincero e intenso.

    ResponderEliminar
  8. sei, mas nao deixarei passar tanto tempo. acho eu.

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *