Deja vu

11:37

Nunca tinha estado naquele lugar e no entanto eram-me muito familiar... 

Dava passos pequenos ao teu lado, enquanto enlaçávamos as mãos quentes. Via o sol bater-te na cara queimada e observava, a cada segundo, o brilho dos teus olhos. De vez em quando podia ajeitar-te o cabelo que tanto gostava de arranjar. E... jogava de vez em quando o olhar para os teus pés para poder verificar se te cansavas. (e se preciso, ando contigo ao colo)

Com quase um quilómetro já percorrido lembrei-me porque é que aquele lugar me dava uma sensação de Deja Vu...

Mas não era a estrada, a casa no meio do nada, as nuvens, o sol, o calor ou os pássaros que por ali passavam mas sim por tua causa. Tu sempre me deste a sensação de Deja Vu e foi contigo que aprendi essa noção... pois só contigo eu consigo sentir-me realmente feliz, realizado.

Só contigo eu soube dar valor a tudo aquilo que me rodeava e no entanto só te dava valor a ti.

E é por isso... que te tenho de deixar aqui. E um dia... pode ser que o Deja Vu volte.

You Might Also Like

17 comentários

  1. A sensação do Déjà vu é normalmente intrigante, principalmente quando encerra um mistério que não temos bem a certeza do que nos faz lembrar. Mas um déjà vu em que ..."Tu sempre me deste a sensação de Deja Vu e foi contigo que aprendi essa noção..." apenas se deseja que regresse e ... depressa!

    Muito bonita a leveza das suas palavras!

    beijinho

    ResponderEliminar
  2. - VERDADEIROO TALENTO *.*
    - Eheh PARABE'NS Ta' mesmo lindo ^^

    ResponderEliminar
  3. Obrigada, ainda bem que gostas-te
    o teu blog é muito giro ;)

    ResponderEliminar
  4. vai voltar meu anjo... nunca podes desistir :D eu acredito e confio (muito) em ti :D

    beijinhoo grande <3

    ResponderEliminar
  5. pois é,
    e qando menos esperamos estamos sozinhos. e o maior problema é qando mesmo passado tanto tempo nao nos conseguimos habituar a estar sozinhos.

    ResponderEliminar
  6. oh, desculpa :l
    mas enfim.

    ResponderEliminar
  7. :) é bom saber qe ha alguem qe compreenda.

    ResponderEliminar
  8. Tantas vezes sinto isso,

    ja ter estado, ja ter sentido aquilo, ja ter vivido, pensado , sonhado...

    Sera real ou sonho?

    bj

    ResponderEliminar
  9. sim, é triste. porqe ambas as pessoas qe se compreendem sofrem. (digo eu )

    ResponderEliminar
  10. tem dias em que só o individualismo nos safa!

    ResponderEliminar
  11. Obrigada pelo teu comentário :)
    Essa sensação, de realização, de plenitude, é algo que nós poderíamos passar a vida toda a imaginar e nunca conseguir imaginar sequer metade do que isso é. Senti-lo é mais, muito mais do que alguma vez poderíamos imaginar, e sei o quanto dói esperarmos que volte, querermos essa sensação de novo, e mais uma vez, e outra.
    Muita força *
    Gostei muito do teu texto.

    ResponderEliminar
  12. ihih, nossa foto.
    adorei o texto, está lindo :) <3

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *