Encontro não-marcado.

11:47

Caminho lentamente pela berma da estrada. Apenas oiço o vento bater nas ervas rasteiras (sinto-o suavemente nos braços), olho para cima verificando o céu limpo e o sol ainda dormente. Estava uma manhã bonita; não se encontrava ninguém nas ruas daquela vila.


Suspiro e olho para os meus pés que caminham regularmente perto do passeio. Paro e inspiro. Deixei de sentir o vento calmo bater-me nos braços despidos e passei a sentir duas palmas frias nos meus olhos. Agora estava escuro mas mesmo assim, tranquilo. Não sorri.

Parei de ouvir o vento para ouvir um som abafado perto do meu ouvido esquerdo. Senti o hálito enquanto a pessoa falou: - Quem sou?

Reconheci a voz.

- Quem tu és só tu sabes responder. Podes ter dúvidas mas saberás sempre quem és. Eu pintei-te à minha maneira, defini quem eras. Mas quem eras, para mim. Eras tudo.

- Era?

Tive um pressentimento de que era melhor parar por ali. Eu tive mas aquele ser não... Embora deslizasse com as suas mãos para o meu peito eu continuei com os olhos fechados. Abraçou-me como nunca o tinha feito. Colocou a cara no meu pescoço e senti os seus lábios frios e húmidos tocarem-me na pele. Um pequeno beijo foi solto e assim se soltaram também os braços.

Continuei com os olhos fechados. Num mundo que tinha parado ali, agora ouvia os seus pés a rastejarem por onde tinha vindo e quando finalmente já não oiço nada sem ser o vento abro os olhos e continuo o meu caminho que nunca mudou de rumo.

Disse para mim: - Lamento mas já só tenho um caminho. E esse tem apenas o sentido de ida.

You Might Also Like

18 comentários

  1. Pedro CupCakejunho 15, 2010

    Óp, esta taO lindo <3

    ResponderEliminar
  2. devia ter sempre havido apenas um caminho, e agora que há só te resta percorrê-lo. dias melhores virão <3

    ResponderEliminar
  3. Que lindo Paulo (:
    Última frase, linda...

    ResponderEliminar
  4. está lindo como sempre (L)

    ResponderEliminar
  5. sarapatriciajunho 15, 2010

    Adorei a ultima parte, está tao sentida. Continua mesmo, nunca desistas. ily @

    ResponderEliminar
  6. L.I.N.D.O <3

    Será um caminho loongo, mas terá um final. Um final, que espero eu, feliz.

    ResponderEliminar
  7. Cláudia Ferraojunho 15, 2010

    ehh lá Paulinho, temos artista :b
    Gosteiii muito do texto, tens jeitinho :D
    Beijinho, goosti <3

    ResponderEliminar
  8. Cláudia Ferrjunho 15, 2010

    ehh lá Paulinho, temos artista :b
    Gosteiii muito do texto, tens jeitinho :D
    Beijinho, goosti <3

    ResponderEliminar
  9. gostei daqui.
    te add no msn pra converssar e fazer umas propostas.
    o meu blog é o www.chicadahteens.blogspot.com

    bjs.

    ResponderEliminar
  10. E o mais difícil já está feito né :P
    Um caminhos só de ida, significa que não dá para olhar para trás .. sem arrependimentos .. "para a frente é que é caminho" ... já dizia a minha avó :P

    A.Menina

    ResponderEliminar
  11. eu também acho que é o melhor :x
    obrigada!

    ResponderEliminar
  12. adorei o teu texto !
    está lindooo +.+
    beijinho *

    ResponderEliminar

« A única pessoa que nunca comete erros é aquela que nunca faz nada. »

Obrigado pela visita *